Handmades</center>
 
*
Bem-vindo, Visitante. Por favor faça o Login ou Registro. 23 de Novembro de 2017, as 13:07:17


Login com nome de usuário, senha e duração da sessão


Páginas: [1]   Ir para o Fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Regular corretamente captador  (Lida 457 vezes)
Paulo Shure
Colaborador
***
Offline Offline

Mensagens: 646


O limão é uma laranja de mau humor.


« : 02 de Novembro de 2017, as 10:51:29 »

Saudações: gostaria de saber como regular corretamente a altura de um captador, qual o método mais eficiente?
nao estou falando de strato single ou outro, pergunto no geral qual melhor forma de acertar na altura. desde já agradeço
Registrado

Não perca seu tempo, conquiste-o.
bossman
Global Moderator
DIY Freak
******
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.316



« Responder #1 : 02 de Novembro de 2017, as 12:57:07 »

qual o método mais eficiente?

Seus ouvidos !! Mas não suba tanto a ponto deles interferirem na vibração das cordas
Registrado

Ding-Ling things, low-cost, low protection. Verbis defectis musica incipit
RuyThonson
Iniciante
*
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 236



« Responder #2 : 03 de Novembro de 2017, as 09:07:06 »

Bom dia.

Tenho em mente que o captador que vai ter maior influencia na tração magnética vai ser o captador do braço, então me preocupo em deixar esse cerca de 4 mm de distancia da corda com a corda pressionada na ultima casa.
Essa distancia garante uma boa relação entre a captação da vibração e a tração magnética.

Após o braço estar ajustado sigo o ajuste dos demais no ouvido mesmo. Eu gosto de deixar o da ponte um pouco mais alto, dando destaque para solos. Assim não dependo tanto de um booster.
Aparentemente meus clientes também gostam de deixar o volume na ponte um pouco maior, então acho que já meio que virou regra.

Um detalhe importante em modelos como Les Paul ou SG é que é normal os captadores da ponte terem de ficar quase colados as cordas para ter um bom som. Isso ocorre por estar mais próximo a ponte, o que reduz a vibração.
Mas tem de se levar em conta o "peso" da mão do guitarrista nesses modelos. Se a corda estiver tão próxima a ponto de encostar no captador, basta abaixar um pouco mais o do braço.
Registrado
Ramsay
Colaborador
***
Offline Offline

Mensagens: 656



« Responder #3 : 03 de Novembro de 2017, as 21:27:43 »

Citar
então me preocupo em deixar esse cerca de 4 mm de distancia da corda com a corda pressionada na ultima casa.
4 mm é muito!! com essa distância, além de volume,  perde-se também sensibilidade na palhetada.
Embora não exista um padrão, o ideal para guitarras com humbuckers é de 2.5mm na 6ª corda (mizão) e de 2.0 mm na 1ª corda (mizinha), isso com o último traste do braço apertado.
Em guitarras com captadores single, a distancia aconselhável pode ser desde 1.8mm até 3.0mm, dependendo do tipo e modelo do captador.
Se bem que, conforme o bossman falou, o melhor método é ligar a guitarra num amplificador usar uma chave Philips e determinar você mesmo a altura ideal. Dá trabalho, mas, funciona.
Registrado
Finck
Handmaker
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 1.617



« Responder #4 : 04 de Novembro de 2017, as 08:42:37 »

Eu costumo ajustar o captador da ponte em torno de 3 mm em relação à parte se baixo da corda 6 pressionada na casa 12. Depois ajusto captador do braço e meio para equilibrar o volume. Isso para humbuckers passivos e singles .
Para ativos, deixo menos.
Já vi tutorial para regular os pólos individuais  (se o captador permitir), mas não consigo achar agora...
Mas é bom mesmo seguir seus ouvidos.
Registrado

Se alguém ficou curioso, meu avatar é o brasão da família Finck. Dizem que os brasões das famílias alemãs estão relacionados com a profissão de seu patriarca. Se isso for verdade, o patriarca Finck deve ter sido bobo da corte...
RuyThonson
Iniciante
*
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 236



« Responder #5 : 04 de Novembro de 2017, as 10:10:37 »

Esses 4mm eu não tirei do nada, eu tirei de uma matéria da Guitar Player que falava exatamente disso. Era a dica de uns Luthiers "famosos" lá.

Então assim, eu sigo a dica deles, mas cada um faz o que acha melhor em sua guitarra.

As guitarras que chegam aqui com mais que isso tem muito volume, excesso de grave e pouca definição.
Tem gente que acha isso bom, já eu prefiro ter mais definição e deixar o volume por conta do amplificador.
Registrado
Finck
Handmaker
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 1.617



« Responder #6 : 04 de Novembro de 2017, as 21:38:07 »

Fato é que não tem fórmula mágica. As medidas indicadas aqui (bem como as indicadas por quaisquer luthiers do mundo, por mais conceituados que sejam) são pontos de partida apenas. A regulagem exata depende do captador, das cordas, da pegada do músico, do amplificador, dos ouvidos...

Fui procurar o texto que eu havia mencionado, sobre regulagem individual dos pólos, para postar aqui. Desisti. Reli o texto e não me fez sentido, ao menos não como "regra geral". O autor, por exemplo, falava em "elevar o pólo da corda G, porque ela habitualmente soava mais fraca que as outras". OK, talvez seja verdade para ele, com o tipo de corda que ele usava, sei lá. Mas hoje, com alguns anos a mais nas costas, me pergunto: será que a dica é boa para todo caso? De repente o guitarrista tem "raiva" da corda G, espanca a coitada com mais força e a "dica" já era...

Em resumo: Se você estiver regulando o SEU instrumento, o que te parece bom é o certo. Se for para um terceiro, então ele é que manda...

Procurei uma "regra geral" e achei essa, que me fez sentido, mas sem falar em medidas:

1) nivele o captador (os dois lados na mesma altura). Escolha a medida que quiser, nem muito alto, nem muito baixo. Os 4 mm do Ruy podem ser um bom começo, ou os meus 3mm, os os 2,5mm do Ramsay. Escolha pelo seu número da sorte. Pessoalmente acho que, nesse ponto, deixar mais afastado pode ser mais proveitoso.

2) ajuste individualmente os pólos (se possível) para que todas as cordas soem com volume o mais próximo possível entre si. De ouvido. Toque blocos de 3 cordas, comparando-as. Já li algo sobre "quando está no ponto, a corda parece entregar um tipo de vibrato natural". Sei lá, para mim tem "cara de lenda".

3) quando se der por satisfeito, ajuste a altura do captador para que lhe dê o volume que preferir. Se o captador tem pólos ajustáveis, nesse ponto deixe os dois lados iguais (afinal, você já equilibrou as cordas com o ajuste dos pólos). Senão, tente equilibrar o melhor possível o volume das cordas, mais ou menos como descrito em 2 (obviamente não espere o mais fino dos ajustes). Não deixe muito alto (você terá som embolado e cordas desafinando) nem muito baixo (vais ter menos volume e dinâmica). Lembre que a altura deve ser tomada com a corda pressionada nas casas mais altas (eu uso a 12, porque normalmente não subo mais que isso na escala).

4) ajuste os demais captadores da mesma forma, tendo o cuidado de comparar o volume com o primeiro, para que fique como você/o cliente gosta. Eu deixo equilibrado. Há quem prefira que os volumes fiquem desequilibrados. Não tem certo e errado.
Registrado

Se alguém ficou curioso, meu avatar é o brasão da família Finck. Dizem que os brasões das famílias alemãs estão relacionados com a profissão de seu patriarca. Se isso for verdade, o patriarca Finck deve ter sido bobo da corte...
Paulo Shure
Colaborador
***
Offline Offline

Mensagens: 646


O limão é uma laranja de mau humor.


« Responder #7 : 07 de Novembro de 2017, as 14:02:01 »

Hoje eu li sobre usar moedas, mas acho que seguir pelo ouvido vai dar melhor resultado mesmo.
Registrado

Não perca seu tempo, conquiste-o.
RuyThonson
Iniciante
*
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 236



« Responder #8 : 09 de Novembro de 2017, as 11:00:38 »

Hoje eu li sobre usar moedas, mas acho que seguir pelo ouvido vai dar melhor resultado mesmo.

Usar moedas? Como assim?

Eu só uso moedas para testar se o captador está funcionando, fora isso não imagino uma outra aplicação. Fiquei curioso.
Registrado
bossman
Global Moderator
DIY Freak
******
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.316



« Responder #9 : 09 de Novembro de 2017, as 11:02:33 »

Acho que ele está escrevendo sobre usar a espessura da moeda como espaçamento entre as cordas e os polos dos captadores.
Registrado

Ding-Ling things, low-cost, low protection. Verbis defectis musica incipit
Finck
Handmaker
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 1.617



« Responder #10 : 09 de Novembro de 2017, as 12:25:36 »

É isso mesmo, usa-se moedas como se fosse um "calibre de lâmina". Quebra  bem o galho na falta de uma ferramenta mais precisa. Eu gosto de usar palhetas no lugar de moedas, mas o método é o mesmo.
Registrado

Se alguém ficou curioso, meu avatar é o brasão da família Finck. Dizem que os brasões das famílias alemãs estão relacionados com a profissão de seu patriarca. Se isso for verdade, o patriarca Finck deve ter sido bobo da corte...
Ramsay
Colaborador
***
Offline Offline

Mensagens: 656



« Responder #11 : 09 de Novembro de 2017, as 21:17:35 »

O ideal é usar calibre de lâminas, como a do link abaixo:
http://www.dutramaquinas.com.br/p/calibre-de-folga-0-05-mm-a-1-00-mm-com-13-laminas-cf-013-35-95-100-013
Juntando várias lâminas, consegue-se a espessura desejada.
Eu uso aqui para regular não só a altura dos captadores como também para ajustar a altura das cordas em relação ao braço e também para ajustar o tensor.
Essa ferramenta, além de barata, oferece uma melhor precisão que moedas.
« Última modificação: 09 de Novembro de 2017, as 21:30:51 por Ramsay » Registrado
Páginas: [1]   Ir para o Topo
  Imprimir  
 
Ir para:  


Powered by MySQL Powered by PHP Powered by SMF 1.1.21 | SMF © 2006-2009, Simple Machines

XHTML 1.0 Válido! CSS Válido! Dilber MC Theme by HarzeM
Página criada em 0.125 segundos com 21 procedimentos.
SimplePortal 2.3.3 © 2008-2010, SimplePortal