Handmades</center>
 
*
Bem-vindo, Visitante. Por favor faça o Login ou Registro. 15 de Setembro de 2019, as 05:04:56


Login com nome de usuário, senha e duração da sessão


Páginas: [1]   Ir para o Fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: VibeFX Buffer/Booster Wah Retrofit  (Lida 877 vezes)
zekkez
Freqüente
**
Offline Offline

Mensagens: 478


« : 23 de Julho de 2018, as 21:15:37 »

VibeFX Buffer/Booster Wah Retrofit


Se fosse gosta dos pedais de Wah clássicos, como Cry Baby e Vox você pode se considerar uma pessoa afortunada e de bom gosto.

Se você também tiver gosto por phasers e, especialmente, fuzzes no estilo Fuzz Face, você está pode estar encrencado.  Afinal de contas, todos eles querem ser o primeiro na cadeia de pedais.

Mas se você for ousado o suficiente para tentar fazê-los conviver no mesmo pedalboard, eu lamento dizer, mas a sorte deve ter lhe virado as costas.

Comigo foi assim. Pelo menos até hoje.

Minha opção inicial era colocar o fuzz antes de tudo, pois só assim poderia usufruir as vantagens de poder limpar o som da guitarra no potenciômetro de volume, mantendo o timbre sujo ou cristalino ao alcance da mão. Assim como todas as nuances entre os extremos.  Afinal de contas esta me parece a maior qualidade de um Fuzz Face.

Entretanto, bastava ligar o Wah com o Fuzz acionado que eu enfrentava variações estranhas nos agudos e no volume geral da guitarra.  Impossível manter este relacionamento.  A solução mais sábia era usar um ou outro.  Outra saída seria inverter a posição deles.

Assim fiz e durante muito tempo utilizei um Wah Vox 847, mas nunca consegui fazê-lo soar adequado com os Fuzz Faces e suas variantes. E olha que testei muita coisa: FF Dunlop de Germânio, Dunlop BC-108, MJM London Fuzz, Diaz Square Face, Euthymia Crucible Fuzz e outros. A prancha do pedal de Wah perdia sua eficiência, soando tudo embolado e desagradável aos ouvidos.

Com fuzzes de outra genealogia, tais como Muffs, Benders, Buzzarounds e outros, os problemas eram mitigados, mas a flexibilidade de controle na guitarra também não era a desejada.

Utilizei muitos dos artifícios sugeridos na internet e por amigos, tais como colocar entre os pedais de wah e fuzz um outro pedal Non-TBP.  Os resultados não eram animadores e, além disso, havia o acréscimo de mais um pedal no board.

Cansado desta busca incessante, substitui o Vox por um Ben Wah, um Cry Baby GCB 95 e por um Cry Baby JM-1 sucessivamente, afastando qualquer dúvida quanto a unidade Vox.  Ficou evidente que o problema era o conceito/projeto dos pedais da época.

Resolvi seguir por uma linha diferente e passei a utilizar Wahs da Morley, um Classic (algo brilhante) e depois um Bad Horsie.  A má interação com fuzzes não foi eliminada por completo, porém o peso do board, assim como o espaço interno sofreram um baque profundo.  Eles simplesmente são grandes demais. E ainda por cima são feitos de chapa de aço dobrada, ou seja, pesados.

Em razão disso, voltei ao Cry Baby JM-1. Afinal de contas, se o Hendrix usava e funcionava ...

Tive alguns resultados promissores com o Dunlop BC 108 e com o Subdecay Flying Tomato Fuzz, pelo fato de possuírem uma chave que permite alterar a impedância de entrada do fuzz.  Outro Fuzz que apresentou bons resultados foi o Mi-Audio Neo Fuzz, pois ele possui um controle de Load, que gerencia a impedância de entrada do Fuzz. Devo mencionar os fuzzes da Deep Trip, que funcionam  bem nestas inóspitas condições.

Poderia ter parado por aqui. Mas eu desejava algo mais.

Qual a graça de ter diversos pedais de fuzz se você só pode usar alguns deles com o pedal de wah !

Passei a buscar informações sobre o tal de Retrofit da FoxRox, que alegavam, seria a solução deste problema.  Como já possuo um pedal de expressão da marca, sabia da seriedade do fabricante.  Também avaliei a possibilidade do Retrofit da Fuzz Central, mas admito, a preguiça bateu mais forte.

Restavam, ainda, alguns óbices, pois a instalação dependia de modificações no interior dos pedais de wah e, além disso, como possuo 4 wahs "problemáticos" a despesa era significativa.

Minha preferência era um Retrofit montado em uma unidade autônoma, que dispensasse alteração no pedal e que eu pudesse usar com qualquer wah no board.

Foi quando tive contato com o VIBEFX Booster/Buffer Wah Retrofit, de fabricação nacional através de anúncio no ML.

Soube depois que a empresa era a mesma que eu já conhecia quando havia adquirido no ML os cabos Not Fragile e o Dobrador de Tensão 9/18VDC. A Blues Uncle's.

Bem, para encurtar esta longa narrativa, passo a descrever o Vibe FX Wah Retrofit que recebi, muito bem embalado em caixa do fabricante.

O circuito elaborado em placa industrial é montado numa caixa pequena de alumínio, de tamanho aproximado à Hammond 1550/1590Q. Tudo muito bem acabado.

Estes pormenores já trazem algumas vantagens, quais sejam, o pouco peso agregado ao pedalboard e a extrema portabilidade. É possível acomodá-lo em qualquer cantinho do board ou mesmo na parte debaixo, para quem usa boards inclinados.

Para esta facilidade de encaixe colabora, ainda, o fato do botão de regulagem de volume ser num formato "perfil baixo", quase um trimpot.  Não há nada que se projete muito além das dimensões da caixa.

A gabinete conta ainda com os "jacks" de entrada (para o sinal que vem do Wah) e saída (para a entrada do fuzz), o led indicador de funcionamento e a conexão de força J4 no padrão BOSS. 

Efetuadas as ligações, o seu funcionamento não deixa a desejar. A prancha do pedal de wah volta a funcionar com naturalidade e desaparecem as indesejadas e ruidosas oscilações fruto da interação com o fuzz.

O controle único possibilita um ajuste fino no volume do wah, já que alguns deles apresentam um leve aumento quando acionados.   É oportuno lembrar que, por tratar-se de um buffer/booster, ele ainda vai ajudá-lo a combater a capacitância dos cabos longos e os de qualidade duvidosa.

Pessoalmente, fiquei muito satisfeito com o resultado final e recomendo a todos que sofrem dos mesmos problemas a experimentarem este recurso. É um "pedalzinho" pequeno, leve, barato e muito prático e funcional.

Para maiores informações e dados técnicos deixo o Facebook do fabricante:

https://www.facebook.com/pages/biz/Vibefx-109961343038523/
Registrado
Montanari
Iniciante
*
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 107



WWW
« Responder #1 : 24 de Julho de 2018, as 00:03:26 »

VibeFX Buffer/Booster Wah Retrofit

Pessoalmente, fiquei muito satisfeito com o resultado final e recomendo a todos que sofrem dos mesmos problemas a experimentarem este recurso. É um "pedalzinho" pequeno, leve, barato e muito prático e funcional.

https://www.facebook.com/pages/biz/Vibefx-109961343038523/

Oi zekkez, o seu review foi tri legal, agradeço demais pelo tempo que você dedicou e esta análise.

 

Para quem ainda não viu, este aqui é o bichinho :







Grande abraço.

 


Registrado

VIBEFX - Vintage Is Back
Curta nossa página no Face : https://www.facebook.com/Vibefx-109961343038523/
Páginas: [1]   Ir para o Topo
  Imprimir  
 
Ir para:  


Powered by MySQL Powered by PHP Powered by SMF 1.1.21 | SMF © 2006-2009, Simple Machines

XHTML 1.0 Válido! CSS Válido! Dilber MC Theme by HarzeM
Página criada em 0.07 segundos com 22 procedimentos.
SimplePortal 2.3.3 © 2008-2010, SimplePortal