Handmades</center>
 
*
Bem-vindo, Visitante. Por favor faça o Login ou Registro. 21 de Julho de 2019, as 07:57:01


Login com nome de usuário, senha e duração da sessão


Páginas:  1 [2] 3   Ir para o Fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: diário de (re)construção: iall 10.5 + trainwreck express  (Lida 1836 vezes)
marcao_cfh
Handmaker
****
Offline Offline

Mensagens: 1.401


« Responder #15 : 31 de Janeiro de 2019, as 10:56:54 »

O amplificador será montado num chassis de inox. Usei o papelão como montagem protótipo, para ver como seriam os ruídos em relação às posições dos transformadores e válvulas no "chassi", e já levando em consideração que ocorrerão ruídos devido à falta da gaiola. Assim que resolvidos os problemas de ruídos maiores, vou começar a montagem definitiva (provavelmente semana que vem).

Acredito que o problema do hum no pré vai ser facilmente resolvido reposicionando o transformador de saída para que os fios do secundário não cruzem o fio que leva o sinal do pré ao power. Hoje vou fazer o teste, passarei os fios do secundário do transformador de saída entre as duas válvulas.

O meu "problema" maior é justamente essa fuga de sinal. Não consigo compreender como o sinal está "escapando" do terra e aparecendo na saída, mesmo com todos os potenciômetros no mínimo. Aparece baixo, mas aparece. De onde vem, não sei Cheesy
Registrado
Ramsay
Colaborador
***
Offline Offline

Mensagens: 792



« Responder #16 : 31 de Janeiro de 2019, as 16:37:18 »

Citar
O meu "problema" maior é justamente essa fuga de sinal. Não consigo compreender como o sinal está "escapando" do terra e aparecendo na saída, mesmo com todos os potenciômetros no mínimo. Aparece baixo, mas aparece. De onde vem, não sei
Isso acontece devido aos potenciômetros de baixíssimo custo que você está usando, em muitos dos quais, quando se põe no mínimo o contato do cursor com o pino extremo não é perfeito e a resistência não fica em zero ohms.
Se essa resistência tiver poucos ohms, já é o suficiente pra deixar o sinal passar, principalmente se o circuito estiver com muito ganho.
Por isso, pelo menos para o volume, o ideal é utilizar um potenciômetro de melhor qualidade, tipo Alpha, etc.
« Última modificação: 31 de Janeiro de 2019, as 16:47:03 por Ramsay » Registrado
marcao_cfh
Handmaker
****
Offline Offline

Mensagens: 1.401


« Responder #17 : 31 de Janeiro de 2019, as 18:15:15 »

Medi aqui, e realmente com todos os potenciômetros no mínimo há uma resistência pequena, mas não nula. Achei estranho pois quando testei somente o pré o sinal não apareceu. E testei o pré ligado em outro pré, então houve a amplificação de um sinal já amplificado, deveria ter aparecido esse sinal. Mas obrigado pela explicação.

Como na minha cidade não vendem potenciômetros de qualidade (só vende esses, e são carinhos ainda por cima) e não preciso encomendar nada pela internet, por enquanto vai ficar assim Cheesy.
Registrado
Ramsay
Colaborador
***
Offline Offline

Mensagens: 792



« Responder #18 : 01 de Fevereiro de 2019, as 20:24:46 »

Citar
Como na minha cidade não vendem potenciômetros de qualidade (só vende esses, e são carinhos ainda por cima) e não preciso encomendar nada pela internet, por enquanto vai ficar assim
Pois é, eu também utilizei esses potenciômetros de baixa qualidade em diversos circuitos, não sei aí, mas, aqui no Rio, eles custam cerca de R$3,00 cada.
Registrado
marcao_cfh
Handmaker
****
Offline Offline

Mensagens: 1.401


« Responder #19 : 06 de Março de 2019, as 15:52:37 »

Aproveitando o feriado de carnaval, mais um pouquinho do progresso. Montei no chassi de inox, e os ruídos diminuíram consideravelmente. Ainda há um leve hum (mas a "gaiola" está aberta na parte de baixo, e o amplificador está ligado em uma tomada sem aterramento junto com o computador), e uma oscilação de alta frequência dependendo da posição dos potenciômetros. Mas acredito que essa oscilação seja fácil de resolver, só não tentei mexer na posição dos fios devido à falta de tempo.

Por fora:


Iall. Os fios ficaram bem bagunçados Cheesy. Tomei o máximo de cuidado possível para cruzá-los em 90 graus.


Pré. Montei com o Alembic mesmo, mudando a ideia inicial Cheesy. Um pré limpo vai ser mais útil e versátil. Esse é bastante limpo, com agudos lindos. Acredito ser muito similar ao pré Fender que muitos já usaram, já que o projeto é quase o mesmo.


Visão geral por dentro:

Esses fios bagunçados são, na parte de baixo (amarelo, vermelho, branco e preto), os fios do primário do transformador, esqueci de furar o chassis para colocar a chave seletora de tensão Batendo Cabeça. Já os fios amarelo, preto e cinza próximos à válvula "de baixo" são do secundário do transformador de saída, optei por soldar o jack nos fios e procurar a melhor posição para fazer a furação de acordo com possíveis ruídos. Estava em dúvida se seria melhor colocá-lo entre as duas ECL82 ou mais próximo ao conector de alimentação, mas em um teste rápido vi que a posição dos fios não fez diferença.

O projeto está atrasado, mas progredindo lentamente. Assim que der um tempinho, dou continuidade.
Registrado
bossman
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.658



« Responder #20 : 06 de Março de 2019, as 21:48:15 »

Santa macarronada Bátima!  Cheesy
Registrado

Ding-Ling things, low-cost, low protection. Verbis defectis musica incipit
marcao_cfh
Handmaker
****
Offline Offline

Mensagens: 1.401


« Responder #21 : 07 de Março de 2019, as 18:23:19 »

E o mais incrível é que a macarronada funciona, e melhor que minha primeira montagem do Iall 10.5 em placa de circuito impresso Cheesy
Registrado
marcao_cfh
Handmaker
****
Offline Offline

Mensagens: 1.401


« Responder #22 : 16 de Junho de 2019, as 13:36:48 »

Nossa, 3 meses sem progresso nesse amplificador! Batendo Cabeça As coisas foram tensas nos últimos meses, mas devagar tudo vai se ajeitando.

Enfim, brinquei um pouco mais com ele nesse fim de semana, e resolvi boa parte dos "problemas" que ele tinha. Os ruídos se foram, e descobri que a oscilação que estava aparecendo de vez em quando é captada pelos captadores da minha guitarra.

Ainda estou com algo para resolver. Usei esse esquema, sem a chave de brilho e sem potenciômetro de volume master. Testei desse jeito em outra etapa de potência e gostei bastante do som dele assim, então deixei de fora ambas as coisas. Não usei a tensão original (que acredito ser da ordem de 300V), mas sim a tensão usada nas construções da combinação Iall + pré estilo Fender Twin (se tratam de circuitos muito similares). O meu "problema" é que, como quem já fez esse pré sabe, a saída dele é gigantesca! Em boa parte do potenciômetro de volume/ganho, tenho um som bem bacana, mas acima de certa parte a saturação está bem feia. Acredito que o sinal está forte para a entrada do Iall. Vi no pré estilo Fender um resistor de 220K na saída do pré, vou tentar essa abordagem depois. Alguma outra sugestão?
Registrado
bossman
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.658



« Responder #23 : 16 de Junho de 2019, as 14:21:03 »

Sugiro postar uns sons pra ouvirmos !  Cheesy
Registrado

Ding-Ling things, low-cost, low protection. Verbis defectis musica incipit
marcao_cfh
Handmaker
****
Offline Offline

Mensagens: 1.401


« Responder #24 : 16 de Junho de 2019, as 20:34:42 »

Claro, mas com algumas condições:
- desconsidere o guitarrista ruim e a guitarra desafinada.
- pode-se ouvir um hum, uma oscilação de alta frequência e até uma rádio em alguns momentos. Como foi uma gravação "jogo rápido", estava quase encostado no amplificador (como comentei, a oscilação é captada pelos captadores da guitarra e a posição em relação ao amp, provavelmente está relacionada aos transformadores), sem a tampa de baixo do chassi (gaiola de Faraday aberta) e, para piorar tudo, o amp estava ligado na mesma tomada que o computador, colocado do lado do gabinete. Impossível não ter barulho desse jeito Cheesy. Mas tudo se resolve com a tampa e afastando a guitarra do amplificador.
- está um pouco tarde e moro em prédio. E ele fala muito alto! Então não pude realmente "descer o braço" na guitarra.
- a saturação "feia" que comentei está no final do áudio, onde toco a corda mi solta. Por conta do horário e amplitude do som, não deu para gravar bem essa saturação. Mas acho que dá pra ter uma ideia. Aquela queda de volume no final trata-se do microfone do celular não aguentando o alto volume do amp, mas o som "rachado" que está junto com assa saturação vem do amp. Pode ser que o resistor de 220K resolva o problema, testarei depois.

Dito isso, aqui vai. Não sangrem pelos ouvidos Cheesy
https://soundcloud.com/marcao_cfh/iall-alembic/s-6SNfS
Registrado
bossman
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.658



« Responder #25 : 16 de Junho de 2019, as 21:08:13 »

Com tantas ressalvas dá até medo de clicar no link ! Cheesy
Registrado

Ding-Ling things, low-cost, low protection. Verbis defectis musica incipit
Matec
Administrator
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Mensagens: 2.131



« Responder #26 : 16 de Junho de 2019, as 21:30:22 »

Talvez a oscilação seja aumentada nos captadores, mas tem oscilação aí que deve ser causada dentro do próprio amplificador. O ideal seria descobrir qual o ponto exato onde isso acontece. Outros amplificadores com maior ganho não oscilam assim.

 Smiley
Registrado
marcao_cfh
Handmaker
****
Offline Offline

Mensagens: 1.401


« Responder #27 : 16 de Junho de 2019, as 22:42:03 »

Com tantas ressalvas dá até medo de clicar no link ! Cheesy
Eu também ficaria Cheesy

Talvez a oscilação seja aumentada nos captadores, mas tem oscilação aí que deve ser causada dentro do próprio amplificador. O ideal seria descobrir qual o ponto exato onde isso acontece. Outros amplificadores com maior ganho não oscilam assim.

 Smiley

Já testei somente o pré, com fios bem maiores, porém blindados. Sem oscilação. Somente o Iall, com fios longos também e usando um boss sd-1 como "pré" para ter algo amplificando o sial da guitarra. Também sem oscilação. A coisa diminui drasticamente com a gaiola fechada e a guitarra um pouco afastada do amp. Depois vou testar novamente, e tentar medir a frequência da oscilação, pode dar uma luz.

Ao alterar o ajuste do tone stack, há pontos em que a oscilação some. Uma possível ideia é identificar a frequência, inserir no pré um filtro de passa baixa e ver o que acontece com o timbre. Potenciômetros de baixa qualidade poderiam causar esse problema?

Editado: hoje, vindo para o trabalho, me ocorreu o seguinte. Como a oscilação varia com o ajuste do tone stack, ela deve estar sendo gerada antes dele. Eu testei o pré separado e não havia oscilação. Entretanto, quando fiz esse teste, o Iall não estava "ligado", ou seja, sem válvulas de saída, assim o transformador de saída não estava "funcionando". Suspeito se tratar de oscilação induzida na válvula do pré pelo campo magnético do transformador de saída. Vou improvisar uma blindagem com papel alumínio e ver o que acontece. Ou trocar a 6N2P por outra válvula.
« Última modificação: 17 de Junho de 2019, as 07:52:54 por marcao_cfh » Registrado
bossman
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.658



« Responder #28 : 17 de Junho de 2019, as 08:57:06 »

Mas eu gostei bastante dos sons produzidos !
Registrado

Ding-Ling things, low-cost, low protection. Verbis defectis musica incipit
Antonio de Campos Junior
Freqüente
**
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 430



« Responder #29 : 17 de Junho de 2019, as 09:22:52 »

marcao_cfh,

Olhando as fotos, em especial a primeira, os transformadores de Força e de Saída estão no mesmo sentido?
Não seria ideal colocar os mesmos defasados em 90o para que não haja interferência entre os campos magnéticos?
É apenas uma observação!
Parabéns pelo novo Amplificador!

Antonio
Registrado

Os políticos e as fraldas devem ser trocados sempre, e sempre pelos mesmos motivos!
Páginas:  1 [2] 3   Ir para o Topo
  Imprimir  
 
Ir para:  


Powered by MySQL Powered by PHP Powered by SMF 1.1.21 | SMF © 2006-2009, Simple Machines

XHTML 1.0 Válido! CSS Válido! Dilber MC Theme by HarzeM
Página criada em 0.157 segundos com 22 procedimentos.
SimplePortal 2.3.3 © 2008-2010, SimplePortal