Handmades</center>
 
*
Bem-vindo, Visitante. Por favor faça o Login ou Registro. 22 de Julho de 2019, as 09:05:08


Login com nome de usuário, senha e duração da sessão


Páginas: [1]   Ir para o Fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Montagem cabeçote guitarra estéreo  (Lida 822 vezes)
johnnyh4ck
Iniciante
*
Offline Offline

Mensagens: 4


« : 07 de Janeiro de 2019, as 09:28:54 »

Problema
Pessoal já tive vários amplificadores de guitarra mais nunca consegui um timbre que eu realmente gosto usando pedaleiras, entre eles já tive um laney TF300, Gianinni Tremendão 3, Marshal VS 100, peavey bandit  e um meteoro space (fora os amplis de casa de shows), sempre que plugo a pedaleira mesmo no input ou send return, o amplificador mesmo isolando totalmente o pré, eu acabo perdendo algumas frequências e não consigo o som que quero.
A solução que tenho utilizado que soa perfeito pra mim é utilizando a mesa de som, com ela tenho tudo que preciso com um som simplesmente magnifico, hoje utilizo a pedaleira ligada na mesa de 6 canais e uma potencia ciclotron CPA400 que tenho há 15 anos, mais esse equipamento já está cansado e gostaria de montar algo parecido.

Proposta
Atualmente penso em montar um cabeçote mais caixa com 2 falantes de 12" em estéreo.
Tenho aqui em casa 2 powers com 7293. https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-1130461246-2-amplificador-potncia-de-audio-tda7293-100w-placa-montada-_JM

e como pré estou aguardando a chegada desta placa https://pt.aliexpress.com/item/Amplificador-Preamp-Preamplifier-NE5532-Kits-Placa-de-controle-do-tom-do-Volume-Agudos-12-v-18/32902355127.html?spm=a2g0s.9042311.0.0.2ddab90aTeaxL1

Como falantes eu pegaria 2 jbl de 12" pois são iguais da minha guitarra um para cada canal.

Antes de começar o projeto gostaria de sugestões, se vale a pena iniciar o projeto ou não, pensei também em utilizar minha potencia como power do cabeçote e só adicionar esse pré.

Registrado
Matec
Administrator
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Mensagens: 2.134



« Responder #1 : 07 de Janeiro de 2019, as 09:59:59 »

Benvindo ao Handmades.

Na minha opinião, siga em frente.

Se você já tem ideia do som que quer obter, e se já sabe como fazer isso, continue com o projeto.

A ideia do fórum é dividir conhecimento e experiências.

Boa sorte!

 Legal!
Registrado
johnnyh4ck
Iniciante
*
Offline Offline

Mensagens: 4


« Responder #2 : 07 de Janeiro de 2019, as 10:58:28 »

A idéia é essa assim, que chegar o pré já inicio o projeto e vou postando fotos e falo sobre o som, é que ouvi muito sobre os tda, nao ficarem legais para som de guitarra.
Mais como nunca usei só testando pra saber.
Registrado
Matec
Administrator
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Mensagens: 2.134



« Responder #3 : 07 de Janeiro de 2019, as 11:55:50 »

A idéia é essa assim, que chegar o pré já inicio o projeto e vou postando fotos e falo sobre o som, é que ouvi muito sobre os tda, nao ficarem legais para som de guitarra.
Mais como nunca usei só testando pra saber.

Isso é certo.
O circuito desse ciclotron é conhecido e é confiável. Pessoas que já utilizaram os TDAs, dizem que preferem os LM3886 para guitarra. Mas no seu caso em especial, só testando mesmo para saber.

Você usa a saída da pedaleira com alguma emulação de amplificador, ou emulação de caixa?

 Smiley
Registrado
Roberto Alves
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 2.696



« Responder #4 : 07 de Janeiro de 2019, as 17:48:58 »

Muito estranho isso tudo, me desculpe.
Nunca vi alguém dizer que já teve um TF300 e não tirou sons bacanas.
Eu tenho um desses há 20 anos e adoro até hoje.
Tiro sons que muita gente elogia.

Usar pedaleira ligada na mesa e daí pra uma caixa Ciclotron?
E dizer que gosta?

Falantes JBL são muito bons mas não são para guitarra. São para audio.
Para PA ou para teclados fica bom mas para guitarra, sei não.

Muito demais pra mim mas não impossível.
Cada um acha seu melhor som à sua maneira.

Que pedaleira você usa?
Pedais ou Multieffect?


Registrado

Eclético mas com parcimônia!!!
Antonio de Campos Junior
Freqüente
**
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 430



« Responder #5 : 07 de Janeiro de 2019, as 22:20:50 »

Pessoas que já utilizaram os TDAs, dizem que preferem os LM3886 para guitarra. M
Eu tenho um cabeçote com o projeto do C386 e outro com o TSW + Power com TDA7293.  Minha percepção é que o C386 é mais "clean", ou seja mais para HiFi; e que o TDA deixa o som mais "colorido".
Se vai tocar Jazz prefira o C386, ou se vai querer um som mais encorpado e se usa muitos drives, use o TDA.
Mas isso é minha percepção e opinião.
Agora, uma coisa não se discute, se quer fazer uma caixa para guitarra, use um falante próprio para guitarra.  Vai gastar mais, mas não vai se arrepender.
Abraços e boa sorte em seu projeto.
 Guitarrista 
Registrado

Os políticos e as fraldas devem ser trocados sempre, e sempre pelos mesmos motivos!
johnnyh4ck
Iniciante
*
Offline Offline

Mensagens: 4


« Responder #6 : 08 de Janeiro de 2019, as 06:50:54 »

A idéia é essa assim, que chegar o pré já inicio o projeto e vou postando fotos e falo sobre o som, é que ouvi muito sobre os tda, nao ficarem legais para som de guitarra.
Mais como nunca usei só testando pra saber.

Isso é certo.
O circuito desse ciclotron é conhecido e é confiável. Pessoas que já utilizaram os TDAs, dizem que preferem os LM3886 para guitarra. Mas no seu caso em especial, só testando mesmo para saber.

Você usa a saída da pedaleira com alguma emulação de amplificador, ou emulação de caixa?

 Smiley


Hoje tenho uma Zoom G5 e utilizo demais a emulação de amplificadores e de caixa, vou testar também com LM3886 muito obrigado pela dica


-----
Muito estranho isso tudo, me desculpe.
Nunca vi alguém dizer que já teve um TF300 e não tirou sons bacanas.
Eu tenho um desses há 20 anos e adoro até hoje.
Tiro sons que muita gente elogia.

Usar pedaleira ligada na mesa e daí pra uma caixa Ciclotron?
E dizer que gosta?

Falantes JBL são muito bons mas não são para guitarra. São para audio.
Para PA ou para teclados fica bom mas para guitarra, sei não.

Muito demais pra mim mas não impossível.
Cada um acha seu melhor som à sua maneira.

Que pedaleira você usa?
Pedais ou Multieffect?




Eu uso pedaleira atualmente tenho uma zoom G5 e por mais que eu tentei no TF 300, não consigo emular um amplificador ou caixas nele melhor do que na mesa, por exemplo se utilizo pedais analógicos na mesa fica uma bosta mais quando eu uso a pedaleira emulando um cabeçote + 1 stack( 4 x12 , 2 x12, até posicionamento de microfone eu consigo emular ) fica muito bom, nos amplificadores de guitarra mesmo utilizando só o power parece que ele mata algumas frequências pois o power falantes e pré foram feitos específicos para dar a característica daquele ampli, se você coloca pedais do TF300 fica perfeito, mais se eu emulo um Drive do mesa boogie com 4x12 não sai tão bom quanto na mesa, mesmo utilizando o send/return do ampli.
Sobre os falantes de guitarras meu medo é dar uma característica no som que eu não queira, por exemplo se vc comparar os celestion 70/80 do laney é muito mais flat do que os celestions vintage 30 que parece que distorce mais, dá aquele som de radio antigo, os JBL teoricamente seriam flat também, e a emulação daria a característica do som que preciso. (Não tenho certeza que ficará bom apenas teoricamente), se você tiver algum falante proprio para guitarra para sugerir que seja mais flat eu agradeceria muito.
Mais como eu disse preciso da opinião e experiencia de vocês para eu criar um amplificador mais Flat possível, que me atenda e acredito que vai atender a maioria do pessoal que utiliza pedaleira aqui do fórum

-----
Pessoas que já utilizaram os TDAs, dizem que preferem os LM3886 para guitarra. M
Eu tenho um cabeçote com o projeto do C386 e outro com o TSW + Power com TDA7293.  Minha percepção é que o C386 é mais "clean", ou seja mais para HiFi; e que o TDA deixa o som mais "colorido".
Se vai tocar Jazz prefira o C386, ou se vai querer um som mais encorpado e se usa muitos drives, use o TDA.
Mas isso é minha percepção e opinião.
Agora, uma coisa não se discute, se quer fazer uma caixa para guitarra, use um falante próprio para guitarra.  Vai gastar mais, mas não vai se arrepender.
Abraços e boa sorte em seu projeto.
 Guitarrista  

Cara muito obrigado pela dica vou tentar montar um power com c386 para testar também, eu estava babando para pegar o TSW mais pelo que vi ele é mono e vi também aqui no fórum o projeto clean que seria perfeito se fosse estéreo, e alguns efeitos que utilizo ficam melhores em estéreo, como chorus e delay, sem falar o looping da minha zoom G5.
« Última modificação: 08 de Janeiro de 2019, as 07:16:35 por johnnyh4ck » Registrado
hgamal
Hand MasterMind
*****
Online Online

Sexo: Masculino
Mensagens: 3.761



« Responder #7 : 08 de Janeiro de 2019, as 10:28:54 »

Se você usa as emulações de caixa e amplificador, qualquer pré de guitarra que você usar vai alterar o som. O pré do site clean é uma bela exceção a esta regra, pois ele é bem clean mesmo.

Usar caixas para guitarra é outro problema nesta configuração. As caixas de guitarra padrão sempre colorem e compõem o som da guitarra.

Acredito que para usar emulações em sua plenitude, o melhor é usar um pré e sistema de caixas HiFi mesmo. Ou seja, caixas flat, com várias vias (woffers, tweeters e mid-ranges), powers de PA e dois prés cleans. No caso dos prés os do site podem realmente te ajudar.

Quanto aos "powers" com TDAs e 3886s, acredito que se estiverem alimentados corretamente e dentro de suas áreas de atuação linear, não fará diferença de qual usar. Estes chips são projetados para equipamentos HiFi mesmo. Muitas das opiniões quanto ao uso destes chips, partem do uso "guitarristico", onde o respeito as regiões lineares é deixado de lado.

Não sou fã de emulações, acho elas boas para uso em fones de ouvido (mas flat impossível) e para fins de treinamento. Mas hoje em dia, as emulações são realidade, todo mundo usa!
Registrado

Deus salva... e o Rock alivia! Ainda está em tempo do Rock 'n' Roll te salvar
johnnyh4ck
Iniciante
*
Offline Offline

Mensagens: 4


« Responder #8 : 08 de Janeiro de 2019, as 11:52:42 »

Se você usa as emulações de caixa e amplificador, qualquer pré de guitarra que você usar vai alterar o som. O pré do site clean é uma bela exceção a esta regra, pois ele é bem clean mesmo.

Usar caixas para guitarra é outro problema nesta configuração. As caixas de guitarra padrão sempre colorem e compõem o som da guitarra.

Acredito que para usar emulações em sua plenitude, o melhor é usar um pré e sistema de caixas HiFi mesmo. Ou seja, caixas flat, com várias vias (woffers, tweeters e mid-ranges), powers de PA e dois prés cleans. No caso dos prés os do site podem realmente te ajudar.

Quanto aos "powers" com TDAs e 3886s, acredito que se estiverem alimentados corretamente e dentro de suas áreas de atuação linear, não fará diferença de qual usar. Estes chips são projetados para equipamentos HiFi mesmo. Muitas das opiniões quanto ao uso destes chips, partem do uso "guitarristico", onde o respeito as regiões lineares é deixado de lado.

Não sou fã de emulações, acho elas boas para uso em fones de ouvido (mas flat impossível) e para fins de treinamento. Mas hoje em dia, as emulações são realidade, todo mundo usa!

Muito obrigado cara, sua opinião conta muito na decisão final do meu projeto.
Registrado
Páginas: [1]   Ir para o Topo
  Imprimir  
 
Ir para:  


Powered by MySQL Powered by PHP Powered by SMF 1.1.21 | SMF © 2006-2009, Simple Machines

XHTML 1.0 Válido! CSS Válido! Dilber MC Theme by HarzeM
Página criada em 0.18 segundos com 21 procedimentos.
SimplePortal 2.3.3 © 2008-2010, SimplePortal