Handmades</center>
 
*
Bem-vindo, Visitante. Por favor faça o Login ou Registro. 21 de Agosto de 2019, as 19:40:05


Login com nome de usuário, senha e duração da sessão


Páginas: [1]   Ir para o Fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Dúvida quanto a pintura com spray Colorgin  (Lida 344 vezes)
omarmhamdan
Iniciante
*
Offline Offline

Mensagens: 13


« : 11 de Maio de 2019, as 12:52:34 »

Olá pessoal!

Li vários tópicos aqui no fórum sobre pintura com spray em pedais, dicas, soluções, tópico dos pedais prontos, etc, mas não consegui resolver o meu caso, motivo pelo qual abri o tópico para que, caso haja alguém que saiba o motivo do problema descrito abaixo, possa me auxiliar.

Estou com uma dúvida quanto a pintura das latas de pedais com spray. Na verdade, acabei pintando uma caixa com esses sprays da Colorgin, e no final, acabou ficando muito ruim.

Ao finalizar todo o trabalho, o verniz está bem seco e resistente, não gruda e nem fica marcado se apertar com a unha, porém, ao deixar a caixinha do pedal encostada em alguma superfície, o verniz fica deformado, pois pega a forma da superfície.

Eu pintei a caixinha da seguinte forma:

3 demãos bem suaves, como uma poeira de primer em spray da Colorgin;
5 demãos também bem leves de spray de tinta automotiva da Colorgin;
4 demãos leves de verniz em spray, também da Colorgin.

Esperei secar bem ao toque cada camada de primer e tinta. O verniz eu passei somente no dia seguinte, 24 horas depois, com a tinta já bem seca. Após passado o verniz e ele estar bem seco ( aproximadamente 1 semana secando) ficou muito bom o acabamento. Porém,  eu apoiei a caixa em uma superfície por algumas horas, e esse foi o resultado:



Acabei comprando todos os materiais da mesma marca pois li aqui no fórum mesmo, que dependendo da marca dos sprays e componentes usados, pode afetar a cura.

Alguém saberia o motivo disso ter acontecido? Para que eu não cometa esse mesmo erro nos próximos pedais.

Muito obrigado pessoal.   Legal!
« Última modificação: 11 de Maio de 2019, as 14:34:50 por omarmhamdan » Registrado
A.Sim
Colaborador
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 635



WWW
« Responder #1 : 11 de Maio de 2019, as 13:03:47 »

As cinco demãos de tinta e quatro demãos de verniz. Camada muito grossa; os produtos não curaram o suficiente.
« Última modificação: 11 de Maio de 2019, as 13:05:48 por A.Sim » Registrado

Transformadores Schatz - áudio e força
...The bitterness of poor quality [transformers] is remembered long after the sweetness of today's funny gadgets low price has faded from memory... (obsoletetellyemuseum)
bossman
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.668



« Responder #2 : 11 de Maio de 2019, as 13:16:16 »

As cinco demãos de tinta e quatro demãos de verniz. Camada muito grossa; os produtos não curaram o suficiente.

Exatamente isso ! A tinta só serve pra dar cor... não precisa carregar tanto, 2 demãos cruzadas são suficientes e sobre o verniz você até pode continuar com essas 4 demãos porém leva uma eternidade pra secar.

E mais uma dica, sempre ultrapasse o tempo de cura dado pelo fabricante
« Última modificação: 11 de Maio de 2019, as 13:53:03 por bossman » Registrado

Ding-Ling things, low-cost, low protection. Verbis defectis musica incipit
A.Sim
Colaborador
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 635



WWW
« Responder #3 : 11 de Maio de 2019, as 13:30:44 »

Uma demão de primer ( molhando a superfície; não pode ser "poeira" ), duas demãos de tinta e uma de verniz.

E já foi muito !
Registrado

Transformadores Schatz - áudio e força
...The bitterness of poor quality [transformers] is remembered long after the sweetness of today's funny gadgets low price has faded from memory... (obsoletetellyemuseum)
omarmhamdan
Iniciante
*
Offline Offline

Mensagens: 13


« Responder #4 : 11 de Maio de 2019, as 14:33:02 »

Muito obrigado pessoal!! Na pintura da próxima caixa irei seguir as dicas de vocês  Cheesy Legal!
Registrado
Thomas_h
Freqüente
**
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 343



« Responder #5 : 11 de Maio de 2019, as 16:19:44 »

Alguém já teve o problema de a tinta mesmo depois de muito tempo seca amolecer ao contato com a borracha dos cabos?
Só usei tinta preta, sem verniz.
Registrado
bossman
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.668



« Responder #6 : 11 de Maio de 2019, as 18:22:20 »

Alguém já teve o problema de a tinta mesmo depois de muito tempo seca amolecer ao contato com a borracha dos cabos?
Só usei tinta preta, sem verniz.

Sim ! Isso acontece inclusive com guitarras pintadas em nitro principalmente. Não sei qual tipo de tinta usou ai mas, o problema é real e acontece

https://12bar.de/community/viewtopic.php?t=36


Busque no Google por nitro+lacquer+guitar+rubber+stands
« Última modificação: 11 de Maio de 2019, as 18:41:25 por xformer » Registrado

Ding-Ling things, low-cost, low protection. Verbis defectis musica incipit
Finck
Handmaker
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 1.709



« Responder #7 : 11 de Maio de 2019, as 19:24:19 »

Tem que lembrar que Colorgin fábrica vários tipos de tintas e vernizes em spray, nem todas são compatíveis entre si.

As mais fáceis de usar são as "automotivas". As mais difíceis são as "esmalte" (demoram um tempão para secar ao toque, e todas demãos  tem que ser aplicadas antes de 24h ou depois de 7 ou mais dias). As menos resistentes são as da "linha decor."

Tem inclusive uma linha de sprays específicos para aplicar sobre alumínio, mas a gama de cores é limitadíssima.
Registrado

Se alguém ficou curioso, meu avatar é o brasão da família Finck. Dizem que os brasões das famílias alemãs estão relacionados com a profissão de seu patriarca. Se isso for verdade, o patriarca Finck deve ter sido bobo da corte...
AMPERX
Iniciante
*
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 199



WWW
« Responder #8 : 11 de Maio de 2019, as 21:05:24 »

Alguém já teve o problema de a tinta mesmo depois de muito tempo seca amolecer ao contato com a borracha dos cabos?
Só usei tinta preta, sem verniz.

Eu já tive esse problema com a linha Premium da Colorgin
Spoiler (clique para mostrar ou esconder)
, mas isso foi minimizado quando passei a utilizar verniz e tinta da linha Automotiva
Spoiler (clique para mostrar ou esconder)
. Mas o engraçado é que essa linha não aparece no catálogo de tintas da Colorgin.

Acredito que um dos motivos de a tinta derreter seja a quantidade de tinta aplicada. Quanto mais fina a camada de tinta, melhor a cura e resistência (penso).
Registrado

"Dando graças a Deus por tudo!!"

http://amphandcrafted.blogspot.com/
Emachado
Iniciante
*
Online Online

Sexo: Masculino
Mensagens: 119



« Responder #9 : 11 de Maio de 2019, as 21:37:53 »

Mas como relatado pelo Thomas, só há o "derretimento" quando há contato com borracha.

Essa é uma característica das tintas de base nitrocelulose (DUCO). Era a tinta dos anos 50 e meados dos 60, a qual foi utilizada em instrumentos "clássicos".
O nitro, assim como o esmalte sintético, não são catalizados. Curam por evaporação...
Sintético é o pior material que vi. Alguns não secam. Pintores de carros, muito antigamente, adicionavam catalizador de massa plástica nele para ajudar a secar por completo.

Tintas catalizadas, basicamente são:
Base Poliuretano ou PU, bicomponente, muito resistente, muito usada para cores sólidas, as camadas costumam gerar camadas grossas. Aplicação muito fácil, dificilmente escorrem...barata. Aguenta bem água, óleos e outros líquidos comuns, bem como risca pouco. Depois de um bom fundo, aplicou, poliu está super mega ultra brilhante se assim for desejado. Pode-se aplicar verniz sobre ela ou não.

Base Poliéster, bicomponente, cores sólidas, metálicas e efeitos tipo gliter na tinta... Obtem-se camadas mais finas. Mais cara. Sempre se aplica um verniz sobre ela.

Tem ainda a epoxi, mas com esta nunca pintei nada. É muito comum na indústria, principalmente nas aplicações por meio de eletroestática.

Bem, resumindo do que conheço:
sintético não uso pra nada;
nitro uso em instrumentos musicais, bom acabamento em madeiras;
sempre fazer testes de compatibilidade dos tipos de tintas em reformas, pois em construções já dá para planejar melhor.

Fundos costumo usar nitro para madeira nos instrumentos. Gera camadas bem finas, seca na hora, acabamento sutil com brilho mais discreto que outros materiais tanto na seladora nitro quanto nos vernizes. O mais próximo do tradicional acabamento Goma Laca (asa de barata). Para cores sólidas o nitro também é o ideal, pois com paciência dá para aplicar até na boneca.

Alumínio o melhor é o Primer catalizado wash primer (padrão usado na indústria aeronaútica inclusive). Em segundo lugar, o preto fosco vinílico.
Metais não ferrosos dizem que este wash primer dá conta muito bem.

Ferro ou aço uso o Preto fosco vinílico. Boa base para receber outra tinta sobre ele.
Galvanizado uso o Galvite. Meu pai diz que dá também o wash primer, mas nunca usei assim.

Inox é um material difícil de pintar e quase sempre nem se faz isso.

Usei uma Virago 250 por 7 anos e eu mesmo pintei o motor e alguns cromados com Preto Fosco Vinílico. Durou todo este tempo e suportou o calor.
Registrado
AMPERX
Iniciante
*
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 199



WWW
« Responder #10 : 11 de Maio de 2019, as 22:54:59 »

Show Emachado. Valeu pela aula.

Poderia indicar marcas e produtos em específico que sejam mais afins pra pintar as caixinhas de pedais, mas que sejam fáceis de manusear e econômicamente viável para pequenos projetos? de Preferência em spray. Pergunto isso, pois sempre tive vontade de usar tintas a base de PU, mas só achei para utilização em compressor, e como não tenho essa ferramenta, e muito menos espaço, fiquei só na vontade.
Registrado

"Dando graças a Deus por tudo!!"

http://amphandcrafted.blogspot.com/
Emachado
Iniciante
*
Online Online

Sexo: Masculino
Mensagens: 119



« Responder #11 : 12 de Maio de 2019, as 20:26:19 »

Tentei usar apenas uma vez um verniz em spray e não deu certo (um water slide num instrumento, não cobria o suficente e dava efeito "casca de laranja"). Eu não conheço sobre sprays.
Meu pai tem compressor e equipamentos de pintura.
Meus pedais com caixas em alumínio que faço na dobradeira eu não pinto. Faço o polimento e deixo assim. Somente escrevo com caneta permanente.

É possível montar um equipamento para pintura de pequenos volumes com um custo relativamente baixo. Pistolas HVLP (high volume, low pressure) e um compressor de pequeno porte já são suficientes.

Tem este sistema também:

https://www.lojadomecanico.com.br/produto/102151/24/244/pistola-de-pintura-eletrica-650w-110v---pp650-hammer-gypp650

https://www.youtube.com/watch?v=-vjDyNFgcGo
« Última modificação: 12 de Maio de 2019, as 20:35:06 por Emachado » Registrado
Doug
Colaborador
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 797



« Responder #12 : 12 de Maio de 2019, as 21:38:12 »

Particularmente, não recomendo essas pistolas  elétricas para trabalhos "finos".
usei uma certa vez para pintar umas prateleiras e a pulverização dela é bem grosseira, com gotas de tinta, alem de só ter pintado razoavelmente com tintas a base de agua, tentei esmalte sintético e ela engasga,  não dá conta de pulverizar de maneira uniforme, a mesma coisa com tinta PU.
para paredes e coisas grandes ela vai bem (mas tem um desperdício considerável por causa da pulverização) grades já é bem enjoada de trabalhar, caixinhas deve ser uma tristeza.

se for para um trabalho constante, em série, é mais negócio comprar um compressor de ar direto e uma pistola de boa qualidade (melhor ainda se puder um compressor com reservatório)
Registrado

Essa Estória de viver em paz, não me satisfaz
Páginas: [1]   Ir para o Topo
  Imprimir  
 
Ir para:  


Powered by MySQL Powered by PHP Powered by SMF 1.1.21 | SMF © 2006-2009, Simple Machines

XHTML 1.0 Válido! CSS Válido! Dilber MC Theme by HarzeM
Página criada em 0.148 segundos com 21 procedimentos.
SimplePortal 2.3.3 © 2008-2010, SimplePortal