Handmades</center>
 
*
Bem-vindo, Visitante. Por favor faça o Login ou Registro. 17 de Outubro de 2019, as 20:25:09


Login com nome de usuário, senha e duração da sessão


Páginas: [1]   Ir para o Fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Ajuda com problema em Amplificador valvulado  (Lida 554 vezes)
tufoeffect
Freqüente
**
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 347


...Like the sign of the southern cross....


« : 29 de Junho de 2019, as 14:42:37 »

Boa tarde a todos, estou com um problema em um amplificador que montei e demorei um certo tempo para começar a entender qual pode ser a causa deste problema. O amplificador em questão (o que montei) é um JCM 800 com um par de KT88 / 6550 na saída. Eu já tinha um amplificador deste mesmo tipo que funcionava muito bem e que usava um kit de transformadores feitos pelo Hélcio da Valvestate Rio, onde transformador de saída era um ultralinear, essa é a única diferença.

Desta vez montei o mesmo amplificador que o descrito acima, porém utilizei um kit de transformadores do Roberto da TRL, que por sinal são muito bem fabricador, porém o problema é o que segue:

- Quando o bias em -65 volts a válvula ainda assim funciona e chega a 20ma de corrente no resistor de 1ohm dos pinos 1 e 8 ao terra.
- O amplificador apresenta ruído (ronca)
- Quando o volume começa a ser aumentado no knob level o volume aumenta muito apenas com um pequeno toque.

Pensei que se tratava de algum erro na montagem, porém já revisei 3 vezes e ele está exatamente como o outro que funciona.
Hoje eu estava verificando as tensões na saída dos diodos de retificação e notei o seguinte:

- Alta tensão após os diodos sem os capacitores 366 volts.
- Quando adicionados os capacitores vai até quase 500 volts!!!

Conferi com os esquemas do marshall JCM800 e ví que no +B do transformador de saída deveria chegar entre 420 a 430 volts , então resolvi medir as tensões do transformador a vazio e medi 366Vac e 364Vac  em relação ao tap central e no enrolamento secundário todo 735Vac.

Utilizo a ligação do transformador com o tap central ligado ao terra do chassi e os dois lados do enrolamento ligados em dois diodos em série, unidos na saída, da mesma forma que nos layouts de JCM800 da Ceriatone.

Para mim acredito que o problema seja a tensão que está muito alta, pois realizei um teste apenas para me ajudar a confirmar esta hipótese. Coloquei um resistor de 1K para dar queda de tensão e melhorou o ruído e a questão do volume muito alto. Quando coloquei mais um resistor de 1K em série com o outro (2K total) melhorou ainda mais o problema, mas como o resistor limita a corrente do circuito o volume e o ganho começaram a ficar mais baixos também.

O que vocês acham, seria mesmo apenas a tensão que está muito alta? Se for isto vou ter de mexer no transformador de potência para diminuir a tensão no secundário e assim sendo vou ter de enviar para o Roberto na TRL para ele fazer isto sem o risco de danificar.

Aguardo algum parecer de vocês.

Obrigado.  

André Cardoso Teixeira
« Última modificação: 29 de Junho de 2019, as 14:52:00 por tufoeffect » Registrado

...money for nothing!!!
Matec
Administrator
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Mensagens: 2.211



« Responder #1 : 29 de Junho de 2019, as 16:42:13 »

Olá. Existe uma série de amplificadores JCM800 que foi feita para trabalhar com 6550, e que tem tensões um pouco maiores que os JCMs "normais", que trabalham com EL34. Veja os até agora "criticados" esquemas do Mark Huss.
Mesmo as EL34 com o Bias bem regulado, não teria problemas em trabalhar assim.
Por via das dúvidas meça todas as tensões  do transformador, para ver se está tudo certo.

Ao meu ver, o problema deve ser outro.

 Smiley
Registrado
xformer
Administrator
DIY Freak
*****
Online Online

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.278


e^(i x pi)+1=0


WWW
« Responder #2 : 29 de Junho de 2019, as 21:25:33 »

André, pelo esquema do JCM que eu vi, só há um ajuste de bias para as duas válvulas de saída, de forma que não tem como calibrar as correntes de cada válvula individualmente.  E presumo que quando você informa que há um resistor de 1 ohm, ele seja comum às duas válvulas pelo catodo das duas unidos ao resistor.  Veja se consegue colocar mais um resistor de 1 ohm, ficando apenas um resistor para cada válvula e assim poder medir quanto cada válvula está conduzindo.  Pode ser que uma válvula esteja com corrente (de catodo e de placa) maior do que a outra, o que poderia causar o ruído de ronco (120Hz = ripple da fonte).
Caso as válvulas estejam muito diferentes uma da outra, o negócio é implementar um ajuste de tensão de bias negativo nas grades, individual para cada válvula.


Sobre as tensões da fonte, se você medir sem os capacitores de filtro, a forma de onda vai ser um monte de semi-ciclos de senóide um atrás do outro, com vales chegando aos 0V e subindo aos 366Vx1,414 - 2V dos diodos .  A tensão DC medida vai ficar meio estranha, porque na verdade, o sinal é AC (embora com a onda sempre do lado positivo), e pode ser interpretado equivocadamente pelo multímetro.  Ao colocar os capacitores, eles preenchem os vales da onda e o sinal médio sobe bastante. Se não houver consumo de corrente, a tensão DC estabiliza no pico da tensão (366x1,414V - 2V dos diodos).

Se você acha que a tensão secundária no transformador de força está acima do que deve ser, veja se a tensão da rede não está acima da tensão nominal do primário (por exemplo 127V no primário de 110V ou 120V, ou 240V no primário de 220V). Em caso positivo, pode tentar usar algum estabilizador de tensão que possa fornecer a tensão correta para o primário ou um Variac.
« Última modificação: 29 de Junho de 2019, as 21:32:26 por xformer » Registrado

O que se escreve com "facilidade" costuma ser lido com dificuldade pelos outros. Se quiser ajuda em alguma coisa, escreva com cuidado e clareza. Releia sua mensagem postada e corrija os erros.
tufoeffect
Freqüente
**
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 347


...Like the sign of the southern cross....


« Responder #3 : 30 de Junho de 2019, as 11:15:14 »

Bom dia Matec e Xformer, muito grato por suas contribuições. Trago algumas informações mais detalhadas do que tenho aqui:

- O par de KT88 casado funciona no outro amplificador que tenho com o transformador de saída ultralinear sem dar qualquer problema, então descartei qualquer problema nas válvulas.
- O meu circuito de bias usa um enrolamento de 60 volt do transformador de força onde aterro um lado e o outro passo por um circuito simples com um diodo, resitor de 1K8, capacitor de 10uF, potenciômetro de 50Kohm para ajuste e no final, outro capacitor de 10uF e um resistor de 33K a terra. O range de ajuste de tensão de bias nesse circuito que citei vai de -62v até -28V nessa configuração.
- O resistor de 1ohm onde uso como shunt para medir a corrente em mA (mV na escala do multímetro convertido em mA porque relação 1 pra 1 do shunt de 1ohm) da válvula e fazer o ajuste do bias, há um resistor desse para cada válvula ligado nos pinos 1 e 8 e ao terra.

Essa configuração de bias e ajuste de bias incluindo o circuito e os resistores de 1 ohm em cada válvula é a mesma do outro amplificador que mencionei, os dois amplificadores tem o mesmo pré, o mesmo circuito de power (é o layout do JCM800 2204 da Ceriatone). As únicas diferença entre o amplificador que funciona e o que apresenta os problemas são:

- Transformador de saída no amplificador que funciona é um ultralinear no que não funciona é um comum.

- Marca dos transformadores de um amplificador para o outro são diferentes (mas não acredito que isso seja problema).

- Tensão da fonte (alta tensão) do amplificador que funciona é em média 60v mais baixa do que esse que esta dando o ruído e o problema do volume que fica muito alto logo que se aumenta um pouco do volume.

Realizei a medição das tensões do transformador de força a vazio sem retificação na escala AC obviamente, e nas tensões após os diodos sozinhos ou com os capacitores na escala de DC. O que me impressiona é que a tensão DC com os capacitores adicionados (quando acionada a chave stand by)cegue a 500 volts, mesmo porque meus capacitores JJ tesla 50 + 50uF tem a tensão de isolação de 500 volts, ou seja no limite.

Alguns detalhes de posição de transformadores é que nesse amplificador que apresenta o problema os transformadores de força e de saída estão instalados em orientação diferente da do outro amplificador. Geralmente sempre coloco o transformador de força alinhado com a frente e a traseira do amplificador e o de saída alinhado com o eixo longitudinal do chassi (aos lados) e nessa inverti essa posição. O transformador de saída está alinhado com com o eixo longitudinal e o de saída alinhado com a frente e a traseira. Será que isso pode influenciar?

Vou tentar colocar algumas fotos do circuito e alguns desenhos para vocês avaliarem.

Agradeço vossa atenção e ajuda.

André.


« Última modificação: 30 de Junho de 2019, as 11:26:07 por tufoeffect » Registrado

...money for nothing!!!
xformer
Administrator
DIY Freak
*****
Online Online

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.278


e^(i x pi)+1=0


WWW
« Responder #4 : 30 de Junho de 2019, as 12:06:28 »

Você não informou se as correntes nos resistores de 1 ohm estão iguais ou diferentes.

Sobre a orientação dos dois transformadores está ok.  Se estiverem afastados um do outro é melhor ainda.

Se os circuitos dos dois amplificadores são iguais e a diferença é no transformador de saída, pegue o que tem taps de ultralinear e ponha no que tem ruído pra ver o que acontece (deixe os fios de ultralinear desconectados e isolados).
Registrado

O que se escreve com "facilidade" costuma ser lido com dificuldade pelos outros. Se quiser ajuda em alguma coisa, escreva com cuidado e clareza. Releia sua mensagem postada e corrija os erros.
tufoeffect
Freqüente
**
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 347


...Like the sign of the southern cross....


« Responder #5 : 02 de Julho de 2019, as 22:06:33 »

Atualizando, estou verificando que o feedback negativo do circuito original do JCM800 com EL34 não estava fornecendo tensão o bastante para a etapa da in enversora, pois o presence não estava modificando o brilhi do som quando ajustado.  Coloquei um potenciometro de 100Kohm no lugar do resistor de 100Kohm e ajustei valores menores e notei uma melhora no funcionamento do amplificador. Parece que este era o problema.  O Roberto da TRL me deu essa dica e acho que ele acertou em cheio. Vou continuar acertando o amplificador e atualizo novamente outro dia. Obrigado.
Registrado

...money for nothing!!!
A.Sim
Colaborador
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 676



WWW
« Responder #6 : 03 de Julho de 2019, as 08:36:30 »

Olá.

Antes de alterar a malha de realimentação, verifique se o transformador de saída não veio com a polaridade do enrolamento invertida. Desligue o resistor de 100k que vai ao transformador de saída e ligue o amplificador com um sinal de baixa amplitude. Observe o que acontece com o volume do amplificador ao religar o resistor. Se o volume aumentar, ao invés de diminuir, troque entre si os fios que vão às placas das válvulas de saída.
Registrado

Transformadores Schatz - áudio e força
...The bitterness of poor quality [transformers] is remembered long after the sweetness of today's funny gadgets low price has faded from memory... (obsoletetellyemuseum)
tufoeffect
Freqüente
**
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 347


...Like the sign of the southern cross....


« Responder #7 : 06 de Julho de 2019, as 21:21:30 »

Boa noite, agradeço a todos que ajudaram e dispenderam um pouco de seu tempo e atenção para postar soluções. Hoje consegui de forma definitiva resolver o problema no amplificador. A solução veio através da alteração do valor do resistor de realimentação e de uma melhora no circuito do bias. Também modifiquei o circuito de chaveamento utilizando optoacopladores que não abrem ou fecham o caminho do sinal e sim aterram o sinal no canal que não deve funcionar permitindo ao outro canal funcionar. Também troquei alguns cabos com shield (malha) e instalei em alguns pontos onde havia fio comum.
O ruído foi diminuído em 95% e o ganho e volume excessivo ficaram normais, agora o volume e ganho são melhor ajustados ao longo do ajuste do potenciômetro e não em apenas uma parte do início do ajuste como antes.
Mais uma vez este site me ajudou a chegar ao sucesso!!! Agradeço a todos e desejo o mesmo sucesso porém em dobro a todos nós!!

Um brinde.
Registrado

...money for nothing!!!
raphaelCoelho
Iniciante
*
Online Online

Sexo: Masculino
Mensagens: 155



« Responder #8 : 07 de Julho de 2019, as 11:27:47 »

Boa noite, agradeço a todos que ajudaram e dispenderam um pouco de seu tempo e atenção para postar soluções. Hoje consegui de forma definitiva resolver o problema no amplificador. A solução veio através da alteração do valor do resistor de realimentação e de uma melhora no circuito do bias. Também modifiquei o circuito de chaveamento utilizando optoacopladores que não abrem ou fecham o caminho do sinal e sim aterram o sinal no canal que não deve funcionar permitindo ao outro canal funcionar. Também troquei alguns cabos com shield (malha) e instalei em alguns pontos onde havia fio comum.
O ruído foi diminuído em 95% e o ganho e volume excessivo ficaram normais, agora o volume e ganho são melhor ajustados ao longo do ajuste do potenciômetro e não em apenas uma parte do início do ajuste como antes.
Mais uma vez este site me ajudou a chegar ao sucesso!!! Agradeço a todos e desejo o mesmo sucesso porém em dobro a todos nós!!

Um brinde.

Amigo, você sentiu diferença com os ldr's "em série" com o sinal? Chegou a medir a resistência deles aberto e fechado?
Pergunto isso pois no marshall 18W TMB do kit do Daniel, eu fiz um foot com os canais em paralelo, aterrando com ldr's o canal que não está em funcionamento ou deixando os dois em paralelo. Funcionou uma maravilha. Porém estou alterando para que funcione ou o canal clean, ou o canal tmb, ou ambos em série (mod jcm800) e neste caso é necessário usar ldr's tanto ao terra como no caminho do sinal.
Registrado

Grande abraço, Raphael!
tufoeffect
Freqüente
**
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 347


...Like the sign of the southern cross....


« Responder #9 : 08 de Julho de 2019, as 16:33:01 »

Raphael, os optoacopladores acionados (fechado) tinham uma resistência ( a mais baixa que consegui sem queimar) de uns 80ohms....e quando não acionados (abertos) muito alta de mais de 10Mohm. Eu estava usando dois no jack de entrada do sinal um para cada canal e outros dois nas saídas dos prés (um para cada canal. Funcionou bem melhor quando passei a usar somente dois optos, coloquei um na saída do potenciometro de ganho do primeiro canal (acionado quando eu queria o canal silenciado) ligado ao terra, ou seja ele matava o sinal ali, e outro no mesmo ponto no outro pré do outro canal, então esses acoptoacopladores servem para ligar o sinal do canal que quero silenciar ao terra enquando o sinal passa no canal que desejo que funcione. Fiz dessa forma e ficou melhor.

O modelo do meu amp tem uma válvula a mais que um jcm normal, coloquei uma válvula para fazer um pré clean com o layout do fender twin, e o JVM800 está o canal com ganho maior direto, ou seja utiliza as outras duas válvulas de pré, a quarta é a inversora do power do JCM800.
Registrado

...money for nothing!!!
raphaelCoelho
Iniciante
*
Online Online

Sexo: Masculino
Mensagens: 155



« Responder #10 : 08 de Julho de 2019, as 16:42:15 »

Raphael, os optoacopladores acionados (fechado) tinham uma resistência ( a mais baixa que consegui sem queimar) de uns 80ohms....e quando não acionados (abertos) muito alta de mais de 10Mohm. Eu estava usando dois no jack de entrada do sinal um para cada canal e outros dois nas saídas dos prés (um para cada canal. Funcionou bem melhor quando passei a usar somente dois optos, coloquei um na saída do potenciometro de ganho do primeiro canal (acionado quando eu queria o canal silenciado) ligado ao terra, ou seja ele matava o sinal ali, e outro no mesmo ponto no outro pré do outro canal, então esses acoptoacopladores servem para ligar o sinal do canal que quero silenciar ao terra enquando o sinal passa no canal que desejo que funcione. Fiz dessa forma e ficou melhor.

O modelo do meu amp tem uma válvula a mais que um jcm normal, coloquei uma válvula para fazer um pré clean com o layout do fender twin, e o JVM800 está o canal com ganho maior direto, ou seja utiliza as outras duas válvulas de pré, a quarta é a inversora do power do JCM800.

Eu fiz exatamente como tu fez ai, aterrando a saida do pré que NÃO está em uso. Porém queria ter a possibilidade de ligar os prés em cascata, dai precisaria colocar os ldr's em série com o sinal. Meus valores deram parecidos, na faixa dos 60/70 ohms, vou fazer o teste pra ver se terá muita perda. Valeu!
Registrado

Grande abraço, Raphael!
Antonio de Campos Junior
Freqüente
**
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 432



« Responder #11 : 09 de Julho de 2019, as 22:08:12 »

Raphael e Tufoeefect,

Poderiam, por gentileza, colocar em um "esquemático" o que fizeram para selecionar, alternar e aterrar os canais sem uso.
Desta forma eu, e outros do Fórum, poderemos implementar e desfrutar também desta modificação (para melhor) em nossos Amplificadores.

Abraços e obrigado! 
Registrado

Os políticos e as fraldas devem ser trocados sempre, e sempre pelos mesmos motivos!
raphaelCoelho
Iniciante
*
Online Online

Sexo: Masculino
Mensagens: 155



« Responder #12 : 10 de Julho de 2019, as 03:39:26 »

Raphael e Tufoeefect,

Poderiam, por gentileza, colocar em um "esquemático" o que fizeram para selecionar, alternar e aterrar os canais sem uso.
Desta forma eu, e outros do Fórum, poderemos implementar e desfrutar também desta modificação (para melhor) em nossos Amplificadores.

Abraços e obrigado! 

Tirei quase tudo que usei deste artigo, dê uma lida.

http://sound.whsites.net/project145.htm
Registrado

Grande abraço, Raphael!
Páginas: [1]   Ir para o Topo
  Imprimir  
 
Ir para:  


Powered by MySQL Powered by PHP Powered by SMF 1.1.21 | SMF © 2006-2009, Simple Machines

XHTML 1.0 Válido! CSS Válido! Dilber MC Theme by HarzeM
Página criada em 0.151 segundos com 21 procedimentos.
SimplePortal 2.3.3 © 2008-2010, SimplePortal