Handmades</center>
 
*
Bem-vindo, Visitante. Por favor faça o Login ou Registro. 20 de Outubro de 2021, as 05:06:18


Login com nome de usuário, senha e duração da sessão


Páginas:  [1] 2   Ir para o Fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Sobre Os Amplificadores Phelpa  (Lida 3488 vezes)
Matec
Administrator
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Mensagens: 2.795

Obrigado
-Dado: 154
-Recebido: 749



« : 26 de Janeiro de 2020, as 05:47:04 »

O chato de se pesquisar sobre as fábricas nacionais de equipamentos eletrônicos é que não tem nenhuma documentação. Aí temos que criar essa documentação, correndo o perigo de espalhar mais informações errôneas, e piorando tudo.
De todo modo, continuo com essa “saga” de colocar pelo menos um ponto de referência nessa bagunça toda.

 O que sei sobre a Phelpa é quase nada. Apenas que ela existiu no final da década de 1950 e começo de da década de 1960. Nem sei se ainda funcionava no começo dos anos 70.
(Se alguém tiver alguma informação sobre isso, favor postar.)
A Phelpa fabricava uma linha de amplificadores própria e mais alguns modelos que eram vendidos como Gianninis. Também fabricava instrumentos, entre eles a guitarra Apache.
Quando a Giannini resolveu criar amplificadores com a ajuda do Sr. Sossego, a linha de produção ainda era na Phelpa. Só mais tarde é que criou sua própria produção. Essas informações existem principalmente graças ao próprio vídeo do Sr. Sossego.

Sobre os amplificadores da linha própria, eu consegui alguma informação esparça na internet, e em consertos de alguns poucos modelos.

O primeiro modelo é um amplificador de baixa potência, conhecido apenas por Phelpa 6W. Esse esquema eu consegui fazendo uma revisão num modelo desses. Ele tem saída com 2 ECL82 e lembra bastante o IALL 10.5 aqui do fórum. Tem uma 12ax7 fazendo o pré e trêmolo, retificação com uma 6x4 .

Phelpa 6W:






Spoiler (clique para mostrar ou esconder)

O esquema do Phelpa 6W é este aqui:



Link para imagem original:
https://postimg.cc/crRLFRDZ


Descobri, aqui no fórum também, que essa é uma cópia de um amplificador inglês, com pequenas diferenças, o Watkins Westminster 10W. Agradecimentos ao Blackcorvo pelos links

E o esquema do WEM está aqui, assim como a aparência:

Spoiler (clique para mostrar ou esconder)



Outro modelo que tenho pouquíssima informação é o Phelpa 10W, no entanto consegui ter o seu esquema por aproximação com outros modelos e por engenharia reversa de fotos da internet. Pelo que pude entender esse é um modelo já bem inspirado nos Fenders, sem no entanto ser uma cópia de um modelo em particular.

Tem na saída 2x 6V6; a inversora , preamplificadora e osciladora do trêmolo são 3x 12AX7. Retificação por diodos SS em fonte dobradora de tensão. Em geral a aparência dos Phelpas, nos primeiros modelos, era também “inspirado” nos Tweeds da Fender. Na minha opinião, um desenho de bom gosto.

As fotos desse modelo inteiro estão raras, se aparecer alguma imagem melhor, ela será adicionada.



O esquema do Phelpa 10W , não 100% conferido. Se houver algum detalhe que tenha que ser corrigido, é só avisar.



Link para imagem original:
https://postimg.cc/xkXPkTpK

« Última modificação: 10 de Junho de 2020, as 19:06:37 por Matec » Registrado
hgamal
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 3.953

Obrigado
-Dado: 21
-Recebido: 491



« Responder #1 : 26 de Janeiro de 2020, as 07:56:01 »

Na imagem:



O que são estas 3 estruturas a direita em cima, ao lado do transformador, onde o resistor de 470 ohms está ligado? São capacitores ou algum suporte?

Achei bem legal!
Registrado

Deus salva... e o Rock alivia! Ainda está em tempo do Rock 'n' Roll te salvar
Matec
Administrator
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Mensagens: 2.795

Obrigado
-Dado: 154
-Recebido: 749



« Responder #2 : 26 de Janeiro de 2020, as 08:40:24 »

Na imagem:

O que são estas 3 estruturas a direita em cima, ao lado do transformador, onde o resistor de 470 ohms está ligado? São capacitores ou algum suporte?

Achei bem legal!

São os capacitores da fonte. Como o espaço interno era pequeno e os capacitores enormes, eles optaram por essa montagem aérea.

Registrado
hgamal
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 3.953

Obrigado
-Dado: 21
-Recebido: 491



« Responder #3 : 26 de Janeiro de 2020, as 17:07:45 »

Estes capacitores tem esse envólucro com rosca, ou é uma base onde o capacitor é colocado?

Se ele tem esta invólucro com rosca, deve ser difícil repor. Não lembro de ver nada como isso vendendo hoje em dia.

Eles ainda estão bons com essa idade? Eletrolíticos não costumam durar tanto.
Registrado

Deus salva... e o Rock alivia! Ainda está em tempo do Rock 'n' Roll te salvar
bossman
Administrator
DIY Freak
******
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 6.077

Obrigado
-Dado: 1741
-Recebido: 392



« Responder #4 : 26 de Janeiro de 2020, as 17:33:44 »

Estes capacitores tem esse envólucro com rosca, ou é uma base onde o capacitor é colocado?

Se ele tem esta invólucro com rosca, deve ser difícil repor. Não lembro de ver nada como isso vendendo hoje em dia.

Eles ainda estão bons com essa idade? Eletrolíticos não costumam durar tanto.

Os capacitores tem essa rosca no corpo deles Haroldo. E vem com uma porca plástica também pra fazer a própria carcaça metálica do capacitor de pólo negativo. Ainda hoje vi um na minha sucata aqui.



-----
Matec

Você fazia parte da finada Audio List ? Lá existia bastante informação sobre fabricantes nacionais de equipamento de áudio, uma pena ter se perdido
« Última modificação: 26 de Janeiro de 2020, as 17:38:13 por bossman » Registrado

Ding-Ling things, low-cost, low protection. Verbis defectis musica incipit
Matec
Administrator
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Mensagens: 2.795

Obrigado
-Dado: 154
-Recebido: 749



« Responder #5 : 26 de Janeiro de 2020, as 18:01:19 »

Sim Gamal, o Capacitor tem rosca, como o bossman já disse. E como todo capacitor eletrolítico, precisa ser trocado de tempos em tempos. A troca é bem simples.


Matec

Você fazia parte da finada Audio List ? Lá existia bastante informação sobre fabricantes nacionais de equipamento de áudio, uma pena ter se perdido


Não fiz parte da Audiolist, mas fico fuçando pelo que restou dela. E às vezes garimpo uma frase que seja, que ajuda à entender algumas coisas sobre os equipamentos.
Registrado
viagem_mental
Handmaker
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 1.661

Obrigado
-Dado: 260
-Recebido: 277



« Responder #6 : 01 de Fevereiro de 2020, as 14:46:35 »

Se não me engano, o sr. Sossego fala um pouco sobre a história desse amplificadores nessa entrevista: https://www.youtube.com/watch?v=bfCaD2Yl62Q
Registrado

Guitar Craft
Matec
Administrator
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Mensagens: 2.795

Obrigado
-Dado: 154
-Recebido: 749



« Responder #7 : 02 de Fevereiro de 2020, as 16:32:19 »

Se não me engano, o sr. Sossego fala um pouco sobre a história desse amplificadores nessa entrevista: https://www.youtube.com/watch?v=bfCaD2Yl62Q


Valeu pela contribuição viagem_mental!

Legal!

Continuando com os modelos de amplificadores produzidos pela Phelpa, temos mais um amplificador para guitarra; o Phelpa 20W . O circuito é idêntico ao do Phelpa 10W, com aparência de dos Fenders Tweed, gabinete com 3 falantes de 8” 8ohms Novik (aparentemente ligados sempre em paralelo).












O circuito que ele poderia ser baseado, por exemplo, no Fender Vibrolux 6G11, com algumas modificações, como apresentar apenas o canal normal, e a fonte ser dobradora de tensão, com diodos de silício.




As válvulas de saída são 2x 6L6 e as de pré e inversora 3x 12AX7. O circuito de trêmolo é semelhante ao do Fender.





Link para imagem original:

https://postimg.cc/RWWXM4fv
« Última modificação: 02 de Fevereiro de 2020, as 16:39:04 por Matec » Registrado
Matec
Administrator
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Mensagens: 2.795

Obrigado
-Dado: 154
-Recebido: 749



« Responder #8 : 10 de Fevereiro de 2020, as 12:20:11 »

O Phelpa 30w é interessante. Ele é uma versão muito próxima dos Bassman 5F6A
Tem o circuito realmente muito parecido, apesar de ter apenas 1 canal, e a retificação por diodos. Uma curiosidade sobre a fonte é que existiram pelo menos 2 modelos . Um até 1966, que utilizava fonte retificadora de onda completa com 2 diodos, e outra, de 1966 em diante, que utiliza a já conhecida fonte dobradora dos Phelpas. No caso, vai o circuito das duas versões.

Versão mais antiga:



Link para imagem original:
https://postimg.cc/9z1pZrYW


 Versão mais recente:




Link para imagem original:
https://postimg.cc/gwynTKvC


Tem 3x 12AX7 e 2x 6L6; a caixa tem 3x falantes de 10” Novik . Esses falantes em geral não tem o som ideal, mas não são os piores. No entanto, são muito fracos e não respondem muito bem aos graves. Roll Eyes









 Quero agradecer ao forista Godom, aqui do Handmades, pelas imagens do Phelpa 30W que ilustram esta postagem. Obrigado!


Roqueiro



« Última modificação: 23 de Março de 2020, as 11:30:00 por Matec » Registrado
bossman
Administrator
DIY Freak
******
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 6.077

Obrigado
-Dado: 1741
-Recebido: 392



« Responder #9 : 10 de Fevereiro de 2020, as 14:41:22 »

Matec

Esses falantes são de Alnico ? Eles ao menos aguentam toda potência do circuito ? Me pareceram bem fracos mesmo !
Registrado

Ding-Ling things, low-cost, low protection. Verbis defectis musica incipit
Matec
Administrator
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Mensagens: 2.795

Obrigado
-Dado: 154
-Recebido: 749



« Responder #10 : 10 de Fevereiro de 2020, as 15:18:25 »

Matec

Esses falantes são de Alnico ? Eles ao menos aguentam toda potência do circuito ? Me pareceram bem fracos mesmo !

Não, esses da imagem são cerâmicos comuns. E são fracos mesmo, deviam queimar sempre.

 Cry
Registrado
Matec
Administrator
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Mensagens: 2.795

Obrigado
-Dado: 154
-Recebido: 749



« Responder #11 : 20 de Março de 2020, as 07:24:51 »

Continuando, veremos  agora o modelo Phelpa 40W.

Esse é o mais completo em recursos, e talvez o mais conhecido. Tem reverb de molas e trêmolo. É ainda um amplificador Fender Like, porém sem parecer especificamente com nenhum modelo em particular.
Esse amplificador possui o esquema “oficial” circulando pela internet, apesar de que esse esquema também tem alguns errinhos.
O pré tem vávulas 12ax7, o reverb tem uma ECL82 em que só se utiliza a seção do pêntodo, e a saída é feita com 2x 6L6GC. O gabinete tinha 4x falantes de 8 polegadas da Novik




Configuração original de falantes:








O esquema corrigido está aqui:






Link para imagem original: https://postimg.cc/y3RSNG54


 Legal! Legal!
« Última modificação: 20 de Março de 2020, as 11:59:29 por Matec » Registrado
Godom
Iniciante
*
Offline Offline

Mensagens: 176

Obrigado
-Dado: 11
-Recebido: 1



« Responder #12 : 23 de Março de 2020, as 09:24:15 »

Esse 30W bass da foto é o meu! Foi totalmente restaurado. Hoje ele está modificado com um circuito muito próximo ao JTM45, meu amp da ilha deserta!


Pronto Matec! Desculpe o deslize! Abraço!
« Última modificação: 23 de Março de 2020, as 12:35:21 por Godom » Registrado
Matec
Administrator
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Mensagens: 2.795

Obrigado
-Dado: 154
-Recebido: 749



« Responder #13 : 23 de Março de 2020, as 11:21:34 »



Sobre as fotos, vou colocar os devidos créditos pela utilização das imagens que ilustram a postagem. Seu amplificador ficou muito bacana mesmo!

 
« Última modificação: 23 de Março de 2020, as 15:23:03 por Matec » Registrado
LHMF
Iniciante
*
Offline Offline

Mensagens: 2

Obrigado
-Dado: 0
-Recebido: 2


« Responder #14 : 21 de Setembro de 2020, as 15:35:07 »

Caro MATEC, boa tarde!
Sempre que vejo uma menção ao seu nome em algum lugar na internet sempre me vem à cabeça a busca pela excelência na informação fornecida e neste caso não é diferente!
No passado (lá pelos meus 16 anos... já tenho quase 56) tive bastante contato com amps e guitarras PHELPA, principalmente a PHELPA Apache.
Isso foi bem no final dos anos 80 e tais equipamentos já eram considerados 'antigos'... entre os fabricantes nacionais já tínhamos bons amps e instrumentos da GIANNINI e também instrumentos da FINCH. Tive oportunidade de usar umas duas guitarras ALEX... não eram exatamente o que eu chamaria de 'bons instrumentos'... mas eram 'o que tínhamos para o momento'!
Ah, tenho uma guitarra da GOLDEN modelo Mockingbird há pelo menos 35 anos e um amp GIANNINI VALLIANT quase pelo mesmo período de tempo.
Bem... vim aqui apenas para agradecer pelo ótimo trabalho que tem feito inclusive pela memória da indústria nacional. PARABÉNS!
« Última modificação: 21 de Setembro de 2020, as 15:37:27 por LHMF » Registrado
Páginas:  [1] 2   Ir para o Topo
  Imprimir  
 
Ir para:  


Powered by MySQL Powered by PHP Powered by SMF 1.1.21 | SMF © 2006-2009, Simple Machines

XHTML 1.0 Válido! CSS Válido! Dilber MC Theme by HarzeM
Página criada em 0.14 segundos com 21 procedimentos.
SimplePortal 2.3.3 © 2008-2010, SimplePortal