Handmades</center>
 
*
Bem-vindo, Visitante. Por favor faça o Login ou Registro. 31 de Março de 2020, as 03:53:32


Login com nome de usuário, senha e duração da sessão


Páginas:  1 [2] 3   Ir para o Fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Super Reverber M100 - Mil Sons - Esquema  (Lida 541 vezes)
doug13
Iniciante
*
Offline Offline

Mensagens: 17



« Responder #15 : 19 de Março de 2020, as 13:02:15 »

Restaurei o soquete danificado, limpei tudo certinho, refiz as ligações e conferi possíveis curtos.
Testei com o Capacímetro os eletrolíticos e aparentemente, apresentaram as medições da descrição deles.
Com uma lâmpada em serie, liguei o amplificador, e ... funcionou, a principio normal (eu acho)
Os controles de volume, grave e agudo, atuaram normalmente.
O controle de reverber, conforme abre, produz ruidos no sinal.
Com a guitarra ligada, soou bem, limpo, pouco ruido.
As válvulas acenderam todas.

B1 e B2 +- 450

Sobre a transformação, um JCM 800, seria legal, hehe, o que você indica?
Registrado
Matec
Administrator
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Mensagens: 2.301



« Responder #16 : 19 de Março de 2020, as 13:20:57 »


Restaurei o soquete danificado, limpei tudo certinho, refiz as ligações e conferi possíveis curtos.
Testei com o Capacímetro os eletrolíticos e aparentemente, apresentaram as medições da descrição deles.
Com uma lâmpada em serie, liguei o amplificador, e ... funcionou, a principio normal (eu acho)
Os controles de volume, grave e agudo, atuaram normalmente.
O controle de reverber, conforme abre, produz ruidos no sinal.
Com a guitarra ligada, soou bem, limpo, pouco ruido.
As válvulas acenderam todas.

B1 e B2 +- 450

Sobre a transformação, um JCM 800, seria legal, hehe, o que você indica?



Bom!!!  Parece que você tem alguma experiência no assunto. Isso facilita muito!!  Legal!

Um JCM800 2203 pode ser uma boa. Vai sobrar uma válvula do pré.

De todo modo, você ainda tem que seguir as etapas, o chassis tem que dar um trato, ampli novo em chassis com aparência acabada não combina, Capacitores eletrolíticos, troque todos, sem dó; se vai ter outro projeto, vai ter outros valores, com certeza. Esses soquetes das 6L6 não fique só no reciclado, melhor trocar. E assim segue o barco.

 Smiley
Registrado
bossman
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.737



« Responder #17 : 19 de Março de 2020, as 13:47:34 »

Cuidado com capacitores eletrolíticos velhos demais, costumam vazar ou até mesmo explodir nos piores casos ! O teste com capacímetro é bom mas, não é conclusivo pra dizer que estão 100% bons
Registrado

Ding-Ling things, low-cost, low protection. Verbis defectis musica incipit
JB.Santos
Iniciante
*
Offline Offline

Mensagens: 44



« Responder #18 : 19 de Março de 2020, as 18:41:24 »

Olá Matec

Nesse esquema, a fonte com 2 x 47uF em paralelo e em série com + 2 x 47uF não deveria ter um resistor em paralelo para equalizar os capacitores ?
« Última modificação: 19 de Março de 2020, as 19:19:59 por JB.Santos » Registrado
Matec
Administrator
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Mensagens: 2.301



« Responder #19 : 19 de Março de 2020, as 19:14:46 »

Olá Matec

Nesse esquema, a fonte com 2 x 47uF em paralelo e em série com + 2 x 47uF não deveria ter um resistor em paralelo para equalizar os capacitores ?

Ok, mensagem corrigida!

Respondendo á sua pergunta: Sim devem ter resistores de valor igual, para formar um divisor de tensão, e fazer com que ambos os capacitores eletrolíticos fiquem com metade da tensão da fonte em seus terminais.

 Smiley
« Última modificação: 19 de Março de 2020, as 19:30:26 por Matec » Registrado
bossman
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.737



« Responder #20 : 19 de Março de 2020, as 19:16:39 »

Olá Matec

Nesse esquema, a fonte com 2 x 47uF em paralelo e em série com + 2 x 47uF não deveria ter um resistor em paralelo para equalizar os capacitores ?

Ele já havia escrito e explicado isso na página anterior
Registrado

Ding-Ling things, low-cost, low protection. Verbis defectis musica incipit
Matec
Administrator
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Mensagens: 2.301



« Responder #21 : 19 de Março de 2020, as 19:35:45 »

Olá Matec

Nesse esquema, a fonte com 2 x 47uF em paralelo e em série com + 2 x 47uF não deveria ter um resistor em paralelo para equalizar os capacitores ?

Ele já havia escrito e explicado isso na página anterior

E no caso eu estou apenas fazendo um esquema de um amplificador, as correções no circuito e os erros de projeto ficariam para uma outra ocasião.

(Reza a Lenda que o fabricante fazia seus amplificadores "de cabeça", sem esquema ou projeto definido, apenas baseado nos esquemas Fender).... Roll Eyes Roll Eyes Roll Eyes

 Smiley
Registrado
xformer
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.383


e^(i x pi)+1=0


WWW
« Responder #22 : 19 de Março de 2020, as 20:29:57 »

Alguns capacitores com valores ou unidades estranhas:

Citar
Capacitores do Pré:
c1,c5,c9 = 50uf x 6v
c2 = 200H
c3 = 0,047uf
c4,c11,c14,c15,c16 = 0,12k
c6 = 470K
c7 = 0,022uf
c8 = 10F
c10 = 47uf x 12v
c12 = 1n 400
c13 = 3n3 400

Na verdade, C2 é de 20pF  (20 x 10^0 pF) com tolerância de 2,5% (o "H" indica a tolerância).
C6 por sua vez é de 47pF (47 x 10^0 pF) com tolerância de 10% (o "K" indica a tolerância).
Por fim, o C8 é de 10pF com tolerância de 1% (a letra "F").

Observe que os grandes capacitores eletrolíticos da fonte tem uma marcação de data. Tem um com a data de 08 77 e outro com 09 77.  Isso indica que eles foram fabricados em agosto e setembro de 1977.  Portanto estão perto dos 43 anos.  Aposente-os.

Eu fiz uma observação sobre o capacitor ligando a chave de "fase" ao chassi.  Retire essa chave e o capacitor, é uma ligação perigosa.  Coloque um cabo com fase, neutro e terra (e este fio é que deve ser conectado ao chassi).

« Última modificação: 19 de Março de 2020, as 20:31:55 por xformer » Registrado

O que se escreve com "facilidade" costuma ser lido com dificuldade pelos outros. Se quiser ajuda em alguma coisa, escreva com cuidado e clareza. Releia sua mensagem postada e corrija os erros.
doug13
Iniciante
*
Offline Offline

Mensagens: 17



« Responder #23 : 20 de Março de 2020, as 11:20:47 »






Segue mais fotos dos transformadores com suas inscrições.
Dos capacitores da foto, posso reaproveitar algum?



Fiz umas medições no transformador de força, acima os valores.
Já limpei a carcaça, vou lixa-la e pinta-la, assim como os transformadores.

Obs. Posso ir postando aqui a transformação, ou crio um novo tópico em outra seção?

Obrigado a todos pela ajuda!
Registrado
Matec
Administrator
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Mensagens: 2.301



« Responder #24 : 20 de Março de 2020, as 11:55:37 »

Olá doug13.



Talvez seja bom você criar um novo tópico na seção Lata Velha, que trata de reformas em amplificadores.
Obrigado pelos specs dos transformadores.

 Smiley
Registrado
doug13
Iniciante
*
Offline Offline

Mensagens: 17



« Responder #25 : 20 de Março de 2020, as 13:00:52 »

Com aquele trafinho de saída pro reverb, dá pra fazer um "mini-amplificador" ?
Registrado
Matec
Administrator
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Mensagens: 2.301



« Responder #26 : 20 de Março de 2020, as 13:15:20 »

Com aquele trafinho de saída pro reverb, dá pra fazer um "mini-amplificador" ?

Um mini SE de 0,5W.
Mas que dá, dá.
Registrado
bossman
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.737



« Responder #27 : 20 de Março de 2020, as 14:13:04 »

Melhor não aproveitar capacitores tão velhos. Estranho esse transformador de força prover somente 163 VAC  Roll Eyes
Registrado

Ding-Ling things, low-cost, low protection. Verbis defectis musica incipit
Matec
Administrator
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Mensagens: 2.301



« Responder #28 : 20 de Março de 2020, as 14:29:07 »

Melhor não aproveitar capacitores tão velhos. Estranho esse transformador de força prover somente 163 VAC  Roll Eyes

Retificação com ponte de diodos Vac de 326v; Vdcmax =459v.

 Wink
Registrado
xformer
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.383


e^(i x pi)+1=0


WWW
« Responder #29 : 20 de Março de 2020, as 15:39:08 »

Além dos capacitores da safra 1977, há mais um de 1975.

Não há muito consenso sobre substituir capacitores eletrolíticos antigos por novos.  A questão é que muitas vezes os capacitores antigos são de muito melhor qualidade do que os novos.

Um capacitor eletrolítico se compõe de duas folhas de alumínio separadas por uma folha de papel. Uma das folhas de alumínio (que vai ser o anodo, ou pólo positivo) é oxidada de forma a formar uma camada de isolante (o dielétrico). O papel entre as folhas de alumínio fica embebido numa solução condutora (o eletrólito) que vai ser o catodo (o negativo), a outra folha de alumínio serve apenas de condutora em contato com o eletrólito. Tudo isso é enrolado como um rocambole e enfiado e selado dentro de uma lata metálica.

Bom, com o tempo, o eletrólito vai ressecando e causa o defeito no capacitor. Antigamente se usavam outros eletrólitos (na verdade cada fabricante tem sua fórmula secreta) a base de etileno glicol e ácido bórico ou um composto orgânico e mais um pouco de água em ambos casos.  Hoje em dia os eletrólitos são mais baseados em água e com formulação diferente, de forma que os fabricante conseguiram diminuir o volume do capacitor mantendo o valor da capacitância e diminuindo o valor da ESR.  Mas os eletrólitos de hoje fazem com que os capacitores tenham uma vida útil bem menor. Por isso eles não duram mais do que 5 a 10 anos, dependendo da temperatura de operação e da tensão aplicada.  Por isso temos esse costume de falar para trocar os capacitores velhos.

Só que para averiguar se o capacitor antigo está bom ou não, não basta apenas medir o seu valor em farads com um capacímetro ou multímetro simples.  Precisaria medir a sua fuga de corrente, o que necessita às vezes de aplicar uma alta tensão.  Com o tempo, também há degradação da camada de óxido de alumínio do dielétrico, o que aumenta essa fuga.  Os capacitores podem regenerar essa camada de óxido, e pode ser feita aplicando a tensão nominal do capacitor com um resistor de 1k ohms em série, por um período de tempo (1h).  Essa fuga de corrente pode inclusive fazer com que a medição da capacitância seja errática (alguns medidores simples medem o tempo que o capacitor leva para se carregar, se houver a corrente de fuga, leva mais tempo e ele entende que a capacitância é maior do que a real).

Um quadro da Illinois, mostra os defeitos e as causas que os capacitores eletrolíticos podem ter:



Por esse quadro, pelo menos dá pra perceber que o capacitor não vai explodir por causa da idade.
« Última modificação: 20 de Março de 2020, as 15:43:57 por xformer » Registrado

O que se escreve com "facilidade" costuma ser lido com dificuldade pelos outros. Se quiser ajuda em alguma coisa, escreva com cuidado e clareza. Releia sua mensagem postada e corrija os erros.
Páginas:  1 [2] 3   Ir para o Topo
  Imprimir  
 
Ir para:  


Powered by MySQL Powered by PHP Powered by SMF 1.1.21 | SMF © 2006-2009, Simple Machines

XHTML 1.0 Válido! CSS Válido! Dilber MC Theme by HarzeM
Página criada em 0.159 segundos com 21 procedimentos.
SimplePortal 2.3.3 © 2008-2010, SimplePortal