Handmades</center>
 
*
Bem-vindo, Visitante. Por favor faça o Login ou Registro. 04 de Julho de 2022, as 22:27:48


Login com nome de usuário, senha e duração da sessão


Páginas:  1 ... 5 6 [7] 8   Ir para o Fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Recuperando Percloreto de Ferro  (Lida 98143 vezes)
Eduardo
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 3.660

Obrigado
-Dado: 111
-Recebido: 515


Paricipe da World Community Grid!


WWW
« Responder #90 : 08 de Janeiro de 2013, as 08:05:38 »

Oi Darkislanio

Dá para evitar esse gasto com bombril usando bombril já usado em limpeza, faço isso aqui em casa.

Sem dúvida que dá. Você pode usar qualquer coisa que tenha ferro. Até pregos velhos funcionam. O problema com pregos é que a reação fica mais lenta. Como a reação ocorre na superfície, o bombril é a melhor opção, por ter muita área reativa.

Citar
Estou cojitando também usar aquele pó de aço produzido por esmeris em oficinas e forjas. Tenho um amigo que trabalha em ofocina e não será dificuldade conseguir.

O pó que sai de esmeril é oxido de ferro. Aquelas faiscas são o ferro queimando. Você já ateou fogo em bombril? Ferro queima! Por isso acho que o pó de esmeril não vai servir. Mas se você conseguir aparas de torno, isso sim vai dar certo.

Abraços

Eduardo
Registrado

Obsoleto é filho do Custo, não da Melhoria.
jorgito
Visitante
« Responder #91 : 10 de Maio de 2013, as 15:53:59 »

Mais uma da série pergunte ao Eduardo:

Eduardo, eu mantenho meu percloreto naqueles potes de plásticos de sorvete de 1kg. É relativamente prático para corrosão e para guardar basta utilizar a tampa que já vem com ele. A vantagem é que evito a bagunça de ficar transferindo da bandeja para o frasco e vice-versa, evitando bagunça na vasa.

Minha dúvida é:
Você escreveu que o processo de corrosão da palha de aço emite calor. Esse calor chegaria ao ponto de deformar o pote, mesmo dosando a quantidade de palha de aço? Ou seria melhor eu providenciar um recipiente de vidro para realizar a experiência?
Registrado
daniellp
Freqüente
**
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 433

Obrigado
-Dado: 30
-Recebido: 221

Curitiba - PR


« Responder #92 : 13 de Outubro de 2014, as 09:15:55 »

Caros.

Sei que mereço um troféu "post digger" por esta resposta, mas gostaria de uma ajuda.

Eu li e reli este tópico tentando entender o que eu posso ter feito errado, pois a única coisa que eu consegui com este processo foi sujeira... e muita...

Bem, o que eu fiz:

Coloquei o percloreto velho, que eu guardo em uma garrafa velha de água mineral (1500ml) na cuba de vidro que eu uso para corrosão. A garrafa ficava quase cheia (uns 1400ml aproximadamente). Este percloreto tem um anos e meio de uso moderado (corrosão de uma placa de 20 x 30 por mês, na média).

Adicionei palhas de aço (Assolan pois era mais barata que Bom Bril) e mexi com um bastão de madeira. Fui colocando duas a duas as palhas e mexendo até que dissolvessem completamente. No total coloquei 10 que se dissolveram totalmente e mais duas que deixaram resíduos pois a solução saturou.

Esperei esfriar e coloquei em uma bacia plástica para "aerar" e deixei na churrasqueira (coberta) por 1 semana, mexendo ocasionalmente. Depois disso peguei um funil velho e filtrei o "mosto" usando folhas de papel toalha (aqui fez uma lambança incrível). O líquido que resultou foi bastante límpido, puxando para o azulado. No funil restou um lodo marrom, bem como ficou um pouco no funco da bacia. Precisei trocar o "filtro"  de papel toalha 3 vezes pois tinha muito lodo. Pois bem, dos 1400ml estimados no início do processo aqui resultou a garrafa de água cheia (1500ml) mais uns 800ml que precisei colocar em outra garrafa. Este aumento de volume pode ser justificado pelas 11 palhas de aço dissolvidas na reação.

Como a mesma permaneceu límpida (e deveria estar marrom-amarelada) forcei a oxigenação com uma bomba de ar destas usadas em aquário, com uma pedra de aerar na ponta. Depois de algum tempo (umas 3 horas) a solução já estava marrom-amarelada. Deixei a noite toda para reforçar. Aqui a lambança 2, pois respingou pela boca da garrafa e melecou tudo em volta...

Depois de mais de 12 horas "socando" ar resolvi experimentar a solução. Preparei as placas como de costume, coloquei a solução na cuba e mergulhei as placas. Antes de todo  o processo as placas ficavam prontas em quase 1 hora (no percloreto novo levava uns 15 minutos). Imaginei que tudo estaria resolvido em alguns minutos, meia hora no máximo. Pois eis que as placas ficaram mais de 4 horas imersas e nem sinal de corroer. Depois da primeira hora coloquei o aerador dentro da cuba e a parte que ficou em contato com as bolhas corroeu. É possível ver com clareza onde estava o aerador. Acabei tirando as placas da solução e lavando para continuar os processo outro dia, pois isso já era quase 22:00 e eu estava bem cansado.

Minha dúvida: O fato de eu ter colocado as palhas de aço antes de filtrar pode ter sido o problema? Imagino que não pois o sal de ferro está diluído na água e, certamente, passaria pelas fibras do papel toalha.

Um detalhe, depois de aerada a solução, quando deixada em repouso a parte marrom-amarelada decanta, voltando o líquido a ter sua aparência límpida levemente azulada.

Será que ainda tem salvação ou vou ter que descartar e comprar outro percloreto?

Agradeço a quem puder ajudar.

Daniel.
Registrado

"Quando se anda em círculos, nunca se é bastante rápido."
http://dapiaproj.blogspot.com
xformer
Administrator
DIY Freak
******
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 6.071

Obrigado
-Dado: 65
-Recebido: 1915


e^(i x pi)+1=0


WWW
« Responder #93 : 13 de Outubro de 2014, as 13:12:16 »

Eu também não consegui recuperar o líquido. Eu usei limalha de ferro e pregos de ferro e um bom tempo de borbulhamento (bomba de aquário) e como filtro usei chumaço de algodão, mas o filtro entope logo no funil e demora pra filtrar. Acho que é melhor comprar novo pó de percloreto do que ficar gastando em palhas de aço, sai mais barato. Talvez precise colocar um pouco de ácido clorídrico na solução.
Registrado

O que se escreve com "facilidade" costuma ser lido com dificuldade pelos outros. Se quiser ajuda em alguma coisa, escreva com cuidado e clareza. Releia sua mensagem postada e corrija os erros.
Adiel
DIY Freak
******
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.154

Obrigado
-Dado: 1048
-Recebido: 833


Resistance is futile, if <1R


WWW
« Responder #94 : 13 de Outubro de 2014, as 13:15:05 »

Prefiro ficar com o vinagre, mesmo.  Demora, mas é fácil de achar e barato.  Vou testar o ácido muriático uma hora dessas, também é bem barato e figura fácil.  Desisti do percloreto, muito complicado para se comprar no interior do RJ.
Registrado

otton
Freqüente
**
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 360

Obrigado
-Dado: 256
-Recebido: 45


rock in roll


« Responder #95 : 16 de Outubro de 2014, as 17:18:53 »

Salve salve pessoal  Legal! Legal!

Eu tinha um percloreto velho aqui em casa e resolvi recupera-lo, vamos la:

Eu coloquei o percloreto velho em um pote de vidro como recomendado, ele estava tao velho que estava na cor verde bem escura,
e quando coloquei ele no pote de vidro ficou uma camada no fundo do pote antigo que acredito ser o cobre das placas corroíveis.

Fui adicionando palha de aço, eu colocava a palha de aço quando e ela ficava bem oxidada eu tirava e colocava outra nova, porque percebi
que ela não corroía ate o final. fiz esse processo ate adicionar palha de aço e ela não oxidar mais.

depois disso eu filtrei o percloreto com um pano e coloquei para descansar e oxidar.

Eu fiz o processo corretamente ?
Seque algumas fotos

Spoiler (clique para mostrar ou esconder)

Spoiler (clique para mostrar ou esconder)

Spoiler (clique para mostrar ou esconder)

Forte Abraço
Registrado
xformer
Administrator
DIY Freak
******
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 6.071

Obrigado
-Dado: 65
-Recebido: 1915


e^(i x pi)+1=0


WWW
« Responder #96 : 16 de Outubro de 2014, as 18:38:14 »

O percloreto de ferro novo, quando dissolvido em água, tem cor de café meio aguado (marrom) mas transparente, não com cor barrenta ou opaca.

Quando muito usado, o líquido fica verde azulado porque o cobre das placas passa a fazer parte da solução. Acho que o precipitado contém o ferro ou ferrugem.
Registrado

O que se escreve com "facilidade" costuma ser lido com dificuldade pelos outros. Se quiser ajuda em alguma coisa, escreva com cuidado e clareza. Releia sua mensagem postada e corrija os erros.
otton
Freqüente
**
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 360

Obrigado
-Dado: 256
-Recebido: 45


rock in roll


« Responder #97 : 16 de Outubro de 2014, as 19:45:51 »

Eu também achei estranho essa coloração.
Eu deixei decantando ao ar livre e amanha vou ver como estar.

Forte Abraço
Registrado
daniellp
Freqüente
**
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 433

Obrigado
-Dado: 30
-Recebido: 221

Curitiba - PR


« Responder #98 : 16 de Outubro de 2014, as 20:10:25 »

O meu tá com a bombinha de aquário há uma semana. Não vi grandes diferenças. Eu vi um vídeo no youtube onde um cara ensina a fazer o percloreto a partir de ácido clorídrico 12M (37%), palha de aço e peróxido de hidrogênio 3% (água oxigenada 10 volumes). Lá ele fala que até dá pra deixar com o aerador, mas pode levar vários dias... Eu continuo procurando água oxigenada com mais de 10 volumes sem os cremes e outras porcarias que tem naquelas que se usa pra descolorir cabelo...

https://www.youtube.com/watch?v=43Xsh9J7S-g

E vamo que vamo...

Daniel.
Registrado

"Quando se anda em círculos, nunca se é bastante rápido."
http://dapiaproj.blogspot.com
Moska
Colaborador
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 514

Obrigado
-Dado: 34
-Recebido: 117



« Responder #99 : 16 de Outubro de 2014, as 21:13:26 »

Olá daniellp

O peróxido de hidrogênio você pode comprar com estes vendedores que vendem produtos de limpeza para casa, eu compro sempre com um vendedor que passa na rua de casa vendendo produtos de limpeza no "caminhãzinho" dou uma ligada pra ele e deixo reservado.

 
Registrado

Não Existes Trabalho ruim,ruim é ter que Trabalhar
Ledod
Handmaker
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 1.132

Obrigado
-Dado: 17
-Recebido: 139



« Responder #100 : 16 de Outubro de 2014, as 21:35:04 »

O meu tá com a bombinha de aquário há uma semana. Não vi grandes diferenças. Eu vi um vídeo no youtube onde um cara ensina a fazer o percloreto a partir de ácido clorídrico 12M (37%), palha de aço e peróxido de hidrogênio 3% (água oxigenada 10 volumes). Lá ele fala que até dá pra deixar com o aerador, mas pode levar vários dias... Eu continuo procurando água oxigenada com mais de 10 volumes sem os cremes e outras porcarias que tem naquelas que se usa pra descolorir cabelo...

https://www.youtube.com/watch?v=43Xsh9J7S-g

E vamo que vamo...

Daniel.

 Por esse vídeo, o meio precisa estar ácido! Ou seja, é necessário adicionar ácido clorídrico à solução para ocasionar a reação:

 4 FeCl2 + O2 + 4 HCl = 2 H2O + 4 FeCl3

 Sem a presença de um átomo de Cloro (que vem do HCl em meio aquoso H+ / Cl- ), não existe maneira de ele oxidar o FeCl2 para formar FeCl3.

 Acredito que esteja ai o problema.

 Um abraço!

 Eduardo

Registrado
daniellp
Freqüente
**
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 433

Obrigado
-Dado: 30
-Recebido: 221

Curitiba - PR


« Responder #101 : 16 de Outubro de 2014, as 23:30:16 »

É bem possível então, pois eu coloquei palha de aço até o talo, isso fez com que o ferro consumisse todo o cloro disponível inviabilizando o final da reação. Vou providenciar um pouco de ácido muriático pra ver o que acontece. Depois coloco um aquecedor de aquário pra fazer a água evaporar...
Registrado

"Quando se anda em círculos, nunca se é bastante rápido."
http://dapiaproj.blogspot.com
Eduardo
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 3.660

Obrigado
-Dado: 111
-Recebido: 515


Paricipe da World Community Grid!


WWW
« Responder #102 : 17 de Outubro de 2014, as 10:41:55 »

Oi Pessoal

Parece que estão fazendo alguma confusão com essa recuperação. Primeiro, não é para a solução aumentar de volume. Se aumentou é porque alguém jogou água. O bom é deixar o caldo no sol para concentrar.

O processo é simples. Primeiro adiciona-se ferro metálico à solução gasta. Vai formar no fundo um lodo de cor marrom escuro e a solução vai ficar quase transparente, com um tom esverdeado bem claro. Essa solução clara deve ser deixada em uma bacia ou outro recipiente para oxidar. Isso demora mesmo. No final haverá uma solução de cor marrom escura e um lodo laranja claro no fundo.

Depois de mais de 12 horas "socando" ar resolvi experimentar a solução. Preparei as placas como de costume, coloquei a solução na cuba e mergulhei as placas. Antes de todo  o processo as placas ficavam prontas em quase 1 hora (no percloreto novo levava uns 15 minutos). Imaginei que tudo estaria resolvido em alguns minutos, meia hora no máximo. Pois eis que as placas ficaram mais de 4 horas imersas e nem sinal de corroer. Depois da primeira hora coloquei o aerador dentro da cuba e a parte que ficou em contato com as bolhas corroeu. É possível ver com clareza onde estava o aerador. Acabei tirando as placas da solução e lavando para continuar os processo outro dia, pois isso já era quase 22:00 e eu estava bem cansado.

Sempre fiz com pouco percloreto. Nunca tentei 1500ml de uma vez. O processo todo deve levar um mês para completar no natural. Não é algo que se faça em um final de semana. Um aerador de aquário ajuda, mas ainda assim vai levar bastante tempo. Com 100ml leva 24 horas. com 1500ml eu esperaria 15 dias.

Alguém jogou água na sua solução. O aumento de volume não se justifica pelo acréscimo da palha de aço, mesmo porque ele sai na filtragem. Lembrem que quanto mais diluída estiver a solução, pior é. Deixem oxidar em um lugar que seja possível evaporar grandes volumes de água. O sintoma dela estar corroendo onde há bolhas de ar é sintoma claro de que o processo de oxidação ainda não terminou.

Você vai ter que deixar oxidar com o borbulhador por bastante tempo, tipo uns dias, e depois decantar o lodo laranja que vai formar.

Acrescentar água oxigenada mais atrapalha que ajuda. A água 10 volumes tem só 3% de H2O2. Mesmo a de 40 volumes vai ter só 12% de H2O2. Colocar H2O2 de farmácia vai diluir tanto a solução que vocês terão um caldo inútil no final do processo.

Abraços

Eduardo
« Última modificação: 17 de Outubro de 2014, as 11:00:02 por Eduardo » Registrado

Obsoleto é filho do Custo, não da Melhoria.
Ramsay
Colaborador
***
Offline Offline

Mensagens: 917

Obrigado
-Dado: 1
-Recebido: 118



« Responder #103 : 17 de Outubro de 2014, as 21:49:21 »

Eu sempre usei percloreto férrico líquido, recipiente com 1 litro comprado na B. Herzog do Rio.
Antigamente, após a corrosão, eu bebia a solução, porque afinal, ferro faz bem pro organismo.
A última vez que comprei, há uns 18 meses atrás, eu paguei apenas R$12,00 pelo litro que dura até hoje, porque uso recipientes de vidro ou isopor com o tamanho o mais próximo possível da placa a ser corroída.

Agora, convenhamos, recuperar percloreto férrico usado, é um pouco demais pra mim!!



Registrado
xformer
Administrator
DIY Freak
******
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 6.071

Obrigado
-Dado: 65
-Recebido: 1915


e^(i x pi)+1=0


WWW
« Responder #104 : 17 de Outubro de 2014, as 22:08:39 »

....
Antigamente, após a corrosão, eu bebia a solução, porque afinal, ferro faz bem pro organismo.

ATENÇÃO, não façam essa idiotice.
Sr. Ramsay o fórum tem o intuito de ser informativo e educativo, não sendo permitido que ideias por mais esdrúxulas que pareçam e que  possam prejudicar a integridade física dos demais participantes, sejam aqui propagadas e talvez levadas a cabo por algum desavisado ou mais fraco de QI (nem todos podem entender a piada). Guarde essas sugestões para si.

Citar
Efeitos adversos à saúde humana: inalação dos vapores irrita os olhos, nariz e garganta. Irritante para a pele. Prolongado contato com os olhos pode causar descoloração na conjuntiva. Ingestão causa irritação da boca e estômago e possíveis dores abdominais, vômito, diarréia, pulsação rápida e fraca e baixa pressão sanguínea (sintomas aparecem dentro de 10 a 60 minutos após a ingestão). O tipo e grau dos sintomas dependem da percentagem de cloreto férrico ingeridos.
....
Principais Sintomas: o produto é irritante para a pele, olhos e mucosas. A ingestão pode causar irritação e queimaduras na mucosa oral, esôfago e estômago.

fonte:
http://www.fca.unicamp.br/portal/images/Documentos/FISPQs/FISPQ-%20CLORETO%20FRRICO.pdf

Cada uma que aparece ... Batendo Cabeça
« Última modificação: 17 de Outubro de 2014, as 22:13:39 por xformer » Registrado

O que se escreve com "facilidade" costuma ser lido com dificuldade pelos outros. Se quiser ajuda em alguma coisa, escreva com cuidado e clareza. Releia sua mensagem postada e corrija os erros.
Páginas:  1 ... 5 6 [7] 8   Ir para o Topo
  Imprimir  
 
Ir para:  


Powered by MySQL Powered by PHP Powered by SMF 1.1.21 | SMF © 2006-2009, Simple Machines

XHTML 1.0 Válido! CSS Válido! Dilber MC Theme by HarzeM
Página criada em 0.088 segundos com 22 procedimentos.
SimplePortal 2.3.3 © 2008-2010, SimplePortal