Handmades</center>
 
*
Bem-vindo, Visitante. Por favor faça o Login ou Registro. 04 de Julho de 2022, as 22:29:10


Login com nome de usuário, senha e duração da sessão


Páginas:  1 [2]   Ir para o Fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Placas da China: Cuidado ao comprar!  (Lida 1121 vezes)
kem
DIY Freak
******
Offline Offline

Mensagens: 5.127

Obrigado
-Dado: 93
-Recebido: 787



« Responder #15 : 14 de Junho de 2022, as 11:42:58 »

Eu conheço isso ai...  Cheesy
Registrado

I don't want to die young...
I want to diode!
PauloC81
Iniciante
*
Offline Offline

Mensagens: 8

Obrigado
-Dado: 3
-Recebido: 0


« Responder #16 : 14 de Junho de 2022, as 16:18:16 »

Quanto à placa e na esteira do que escreveu e diagramou o Matec e o dito pelo A.Sim -

pelo jeito a solução seria uma rede de filtragem fora da placa, CRCRC ou CLCRC para conexão do transformador de saída no segundo capacitor, pós primeiro R ou pós indutância, emprestando o esquema da fonte do iAll 3.5, ignorando o terminal B+ na placa para esse fim.

O segundo R dessa rede de filtragem precisaria ser calculado para reduzir a tensão de grade secundária (que permanecerá sem stopper) ao patamar indicado pelo A.Sim, e a saída disso, sim, conectada ao terminal do B+ ("250V").

... o que reduzirá a tensão de B+ da seção tríodo para abaixo dos citados 50 a 75VDC. Se isso bastar para, polarizado como está (100K no ânodo e 2.2k no cátodo, sem desacoplamento), excitar o pêntodo a contento, tudo bem... mas alguns minutos na calculadora do Giuseppe Amato que citei em outro tópico não me permitem chegar a uma resposta efetiva.

Alternativamente... sacar aquele 2k/2W do lado do único capacitor de fonte incluído na placa (um 22u/400V), que ao que tudo indica reduz a tensão apenas para as seções tríodo; derivar outra linha paralela saindo do capacitor central do CRCRC citado na qual um resistor reduza a tensão deste capacitor mas não aos 50 a 75VDC, e conectar a saída deste ao terminal inferior onde se encontrava o 2k/2W.

Feito tudo isto teríamos três tensões: uma alta (máximo 250V pelo datasheet) na placa dos pêntodos via transformador de saída, fora da placa; uma mais baixa, derivada e reduzida dos 250V, para os tríodos, entrando na placa direto pela conexão do resistor de fonte removido, e a terceira, paralela a esta última, derivada e BEM reduzida da alta acima para os 50 a 75VDC das grades secundárias, presente na placa nas trilhas de B+/"250V".

... haja trabalho pra pôr um circuito à primeira vista simples em condições de ser usado efetivamente...
Registrado
Matec
Administrator
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Mensagens: 2.833

Obrigado
-Dado: 165
-Recebido: 771



« Responder #17 : 14 de Junho de 2022, as 17:01:27 »

Quanto à placa e na esteira do que escreveu e diagramou o Matec e o dito pelo A.Sim -

pelo jeito a solução seria uma rede de filtragem fora da placa, CRCRC ou CLCRC para conexão do transformador de saída no segundo capacitor, pós primeiro R ou pós indutância, emprestando o esquema da fonte do iAll 3.5, ignorando o terminal B+ na placa para esse fim.

O segundo R dessa rede de filtragem precisaria ser calculado para reduzir a tensão de grade secundária (que permanecerá sem stopper) ao patamar indicado pelo A.Sim, e a saída disso, sim, conectada ao terminal do B+ ("250V").

... o que reduzirá a tensão de B+ da seção tríodo para abaixo dos citados 50 a 75VDC. Se isso bastar para, polarizado como está (100K no ânodo e 2.2k no cátodo, sem desacoplamento), excitar o pêntodo a contento, tudo bem... mas alguns minutos na calculadora do Giuseppe Amato que citei em outro tópico não me permitem chegar a uma resposta efetiva.

Alternativamente... sacar aquele 2k/2W do lado do único capacitor de fonte incluído na placa (um 22u/400V), que ao que tudo indica reduz a tensão apenas para as seções tríodo; derivar outra linha paralela saindo do capacitor central do CRCRC citado na qual um resistor reduza a tensão deste capacitor mas não aos 50 a 75VDC, e conectar a saída deste ao terminal inferior onde se encontrava o 2k/2W.

Feito tudo isto teríamos três tensões: uma alta (máximo 250V pelo datasheet) na placa dos pêntodos via transformador de saída, fora da placa; uma mais baixa, derivada e reduzida dos 250V, para os tríodos, entrando na placa direto pela conexão do resistor de fonte removido, e a terceira, paralela a esta última, derivada e BEM reduzida da alta acima para os 50 a 75VDC das grades secundárias, presente na placa nas trilhas de B+/"250V".

... haja trabalho pra pôr um circuito à primeira vista simples em condições de ser usado efetivamente...

Se tiver que fazer tudo isso, que realmente deve ser uma boa forma de tentar contornar problemas, melhor ir atrás de outra placa e de outro projeto.

Coisas que são feitas erradas, pra serem corrigidas, saem mais caras do que investir num projeto consistente, já testado e garantido.
Claro que quem quiser pagar pra ver, que fique à vontade, e depois conta pra gente qual foi o resultado.

Grin
Registrado
bossman
Administrator
DIY Freak
******
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 6.169

Obrigado
-Dado: 1824
-Recebido: 422



« Responder #18 : 15 de Junho de 2022, as 20:53:40 »

Se tiver que fazer tudo isso, que realmente deve ser uma boa forma de tentar contornar problemas, melhor ir atrás de outra placa e de outro projeto.

No popular: "O molho sai mais caro que o peixe"  Cheesy
Registrado

Ding-Ling things, low-cost = low protection! Nothing is foolproof
Páginas:  1 [2]   Ir para o Topo
  Imprimir  
 
Ir para:  


Powered by MySQL Powered by PHP Powered by SMF 1.1.21 | SMF © 2006-2009, Simple Machines

XHTML 1.0 Válido! CSS Válido! Dilber MC Theme by HarzeM
Página criada em 0.07 segundos com 21 procedimentos.
SimplePortal 2.3.3 © 2008-2010, SimplePortal