Handmades</center>
 
*
Bem-vindo, Visitante. Por favor faça o Login ou Registro. 20 de Janeiro de 2019, as 17:26:02


Login com nome de usuário, senha e duração da sessão


Páginas:  1 [2] 3 4 ... 72   Ir para o Fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: O Baby Wonder  (Lida 223997 vezes)
Adiel
DIY Freak
******
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.149


Resistance is futile, if <1R


WWW
« Responder #15 : 09 de Junho de 2011, as 08:43:09 »

Você tem fotos dele, Eduardo?
Registrado

Eduardo
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 3.687


Paricipe da World Community Grid!


WWW
« Responder #16 : 09 de Junho de 2011, as 10:12:33 »

Ainda tenho uma, mas está bem ruim e falta o logotipo da frente. Em todo caso dá para ter uma idéia do que era o aparelho.

Abraços

Eduardo
Registrado

Obsoleto é filho do Custo, não da Melhoria.
leehfreire
Iniciante
*
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 188



« Responder #17 : 09 de Junho de 2011, as 14:42:28 »

Realmente, a parte visual dele não se compara ao som dele, mas que ve cara não vê coração né
Registrado
Adiel
DIY Freak
******
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.149


Resistance is futile, if <1R


WWW
« Responder #18 : 09 de Junho de 2011, as 14:56:37 »

Talvez com um tecido ortofônico tipo Vox na frente ficasse bem interessante.
Registrado

Eduardo
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 3.687


Paricipe da World Community Grid!


WWW
« Responder #19 : 10 de Junho de 2011, as 09:10:13 »

Realmente, a parte visual dele não se compara ao som dele, mas que ve cara não vê coração né

Ficava mais harmonioso com o logotipo no frontão, mas não tenho mais a foto do produto final acabado. Esta foto é do primeiro modelo para testes, com curvim liso e meio mal aplicado. A idéia do desenho era ser minimalista mesmo. Sem muitos adereços.

Eu também pensava que o importante seria a qualidade do som. Hoje eu sei que os produtos chineses vendem porque são vistosos, não por terem um som melhor ou pior. O grosso do mercado é composto por pessoas que entendem muito pouco ou quase nada do que estão fazendo. Assim, preferem a estética ao som.

Hoje por causa da loja vejo as coisas de forma diferente. A esmagadora maioria dos músicos que compram comigo preferem as válvulas chinesas. O preço delas é muito baixo. Difícil aparecer gente que consegue perceber a diferença do som de uma 12AX7 JJ para uma RST e uma EI. Quem não domina o instrumento, não consegue tirar vantagem da qualidade da válvula.

Vinho fino é para poucos. A maior parte do povo prefere cachaça da brava!

Abraços

Eduardo
Registrado

Obsoleto é filho do Custo, não da Melhoria.
Alex Frias
DIY Freak
******
Offline Offline

Mensagens: 7.646


Flanelinhas, cuidado!!!


« Responder #20 : 10 de Junho de 2011, as 13:17:24 »

Existem muitas variáveis no jogo do comércio e a sedução é um dos fatores que podem levar ao sucesso. Mas seduzir apenas pela beleza normalmente funciona em mercado de massa, com preço baixo justificando a falta de qualidade.

No caso de amplificadores de guitarra, noto que outro ponto muito valorizado é a potência de saída, mesmo que a pessoa nem saiba o que isso realmente signifique. Eu tenho me esbaldado com amps de baixa potência, mas certamente nào sou o consumidor padrão do grande mercado de massa.

Quanto ao Baby, nào achei feio, mas em termos de estética sou mais chegado ao tradicional, como os antigos Tweed, mais pela disposiçào do painel, que fica na parte superior como do seu "bebê", mas na seção anterior. Possivelmente pelo costume de vê-los sempre dessa forma.

Há muito fetiche envolvido nisso, claro. Mas de uma coisa tenho certeza, já que o primeiro contato com o amplificador é visual, nada mal refletir na imagem do produto o esmero que houve no projeto e na confecção do mesmo...
Registrado

"TicoTicoCá, TicoTicoLá..."
Pagão e feliz!!
leehfreire
Iniciante
*
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 188



« Responder #21 : 10 de Junho de 2011, as 14:17:39 »

Outra coisa... Quem não entende mesmo da coisa procura algo cheio de potenciometros, mesmo que no subconsciente
Registrado
anaksun
Visitante
« Responder #22 : 10 de Junho de 2011, as 16:00:27 »

Sim, creio que grande parte do "fracasso " esta no visual . Grandes marcas atualizam seus produtos apenas remodelando o exterior , modificando apenas detalhes na construção interna. Acho que faltou foi design , e a disposição do painel ser top faz com que visualmente pense que e apenas uma caixa com um falante , e por isso que a maioria das marcas apresentam painel  sobre o falante , o que ja diferencia o produto de outros similares em uma loja. E tube , tem que colocar a ideia visivel. Se  o painel fosse angulado ja diferenciava porque produtos de qualidade maior apresenta este layout. Ainda compramos com os olhos. né Gibson.
« Última modificação: 10 de Junho de 2011, as 16:03:51 por anaksun » Registrado
Alex Frias
DIY Freak
******
Offline Offline

Mensagens: 7.646


Flanelinhas, cuidado!!!


« Responder #23 : 10 de Junho de 2011, as 16:11:53 »

O sujeito que procura um tube amp de baixa potência single ended class A, por exemplo, nunca vai procurar por amps com o painel na frente, que é uma disposição bem mais ergonômica e prática, mas primeiro olhará para os que lembram os valvulados de antigamente.

Quem nào conhece sai correndo de qualquer coisa com menos de 60 watts de saída. Aqui mesmo no site vejo muitos atrás de projetos de 100 e 200 watts. As coisas sào mais por aí...

Knobs e LED's em profusão ajudam também a vender porcarias.
Registrado

"TicoTicoCá, TicoTicoLá..."
Pagão e feliz!!
flaviobei
Visitante
« Responder #24 : 10 de Junho de 2011, as 16:24:28 »

ontem fizemos um show com o trio de rockabilly num bar na vl mariana, que nem é tão pequeno, e o guitarra usou o fender 15g, minúsculo, e nem precisou por muito volume.. esse lance de potência x volume x qualidade ainda confunde a cabeça das pessoas...

no fim do show, vieram perguntar que maravilha de mini amp era aquele...hahaha
Registrado
Fernando Bello
Handmaker
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 1.657



« Responder #25 : 10 de Junho de 2011, as 17:30:16 »

Padrão visual é importante sim pra quem quer vender alguma coisa.

(modo formado em marketing) - ON

Se você vai escolher uma esposa e te apresentam uma moça prendada, totalmente habilidosa nas artes culinárias, servil e dócil como uma gueixa, fiel e doutrinada nas peripécias da alcova, que vai te servir a cerveja gelada enquanto assitires o futebol, que vai te liberar pra tomar uma com os amigos quando você assim quiser, que vai calar-se quando contrariada e responder com um sorriso sereno, etc, etc mas se for feia pra caramba, você NÃO VAI querer. Fato. Você vai preferir a gostosinha que xinga, enche o saco, gasta seu dinheiro, etc, etc, etc.

Essa coisa de que visual não importa vale quando fazemos pra gente. Pra vender importa tanto quanto a qualidade. Isso é ruim, claro que é, é injusto, claro que é, mas é o mercado. A vida nunca foi e nunca será justa. Só calça de lycra é.

No ramo guitarrístico então, é mais gritante ainda. Você tem que manter um padrão conhecido e consagrado pra vender. Eu cansei de ver luthier com guitarras maravilhosas, confortáveis, braços perfeitos, madeira impecável, afinação (eu acho a parte mais importante) perfeita, acabamento de primeira, usando hardware de primeira, mas tendo que vender por preço de banana ou não vender porque não se parecia com Fender, Gibson, Ibanez, etc.

Infelismente meu caro, por mais que me doa, você não vai vender esse amp com esse visual a não ser pra quem conheça seu vasto talento em eletrônica.

Registrado

Salto - SP
anaksun
Visitante
« Responder #26 : 10 de Junho de 2011, as 17:43:04 »

Sim , hoje em dia tem gente que vai atrás de 100 rms sem saber o que significa isso. Olhe ,  onde  geralmente toco , eu uso um amp de 30 rms , e não uso metade da potencia do mesmo, e o som chega a uns 50 metros sem reverberação.
Quanto ao falado sobre  disposição, qualidade  e vintage . Bem o cara cresce vendo uma parede de Marshall , um Fender Twin Reverb , ele vai querer algo que se aproxime deste visual , mesmo que o tamanho seja menor . Se ele se aprofunda o conhecimento em amplificadores , sabe as diferenças e qualidades de um All Tube para um SS e o contrario que tambem e verdade, ele tem conhecimento sobre a historia das marcas e da produção desses amps , ele ja tem base para pegar um amp sem importar com o visual , mas isso e coisa de nicho , poucas " realmente ( eu me excluo ainda )"  ja chegaram neste ponto. O que em larga escala que dizer , bem você tem este produto , e de baixo custo,  mas o design  e chamativo? sim!  , você vendeu !!! . Isso não muda como fator comportamental, e como o marketing  e programado para fazer .

Para vender um produto ninguem precisa re-inventar a roda , basta usar o classico como referencia , so que um classico atual e não um modelo ja datado , sem nenhum aspecto atual,  porque a maioria dos consumidores serão abaixo dos 30, mas eles irão crescer.
« Última modificação: 10 de Junho de 2011, as 17:53:57 por anaksun » Registrado
Alex Frias
DIY Freak
******
Offline Offline

Mensagens: 7.646


Flanelinhas, cuidado!!!


« Responder #27 : 10 de Junho de 2011, as 18:13:01 »

Agora, se uma figura célebre aparecer em propagandas usando seu amp, pode ser que a coisa ande...

Pode ser de Steve Vai a NX Zero! De Ozielzinho (adoro esse nome!) a Lady Gaga, Fanha ou Muda. Contanto que represente o sucesso para uma faixa de consumidores.

Ou se for realmente a reinvençào da roda, bastante melhorada, oferecendo algo que jameis foi colocado à disposiçào antes, algo inovador e vantajoso, pode ser, também se cair nas màos de pessoas célebres, formadoras de opinião, que a coisa ande também.

Caso contrário, é o que nosso colega Bello disse...
Registrado

"TicoTicoCá, TicoTicoLá..."
Pagão e feliz!!
Jupterra
Colaborador
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 634


Feito em casa.


WWW
« Responder #28 : 11 de Junho de 2011, as 11:57:33 »

Percebi, que todos concordamos com uma coisa:
Os consumidores, em geral, só almejam algo chamativo e que além disso 'seja barato'.
Mas, continuando de olho no "Baby Wonder", pergunto ao Eduardo:

Vai rolar o esquema ou o Layout?

Abração á todos.
Registrado

Trovão ampli.
Tiarlei Crist
Handmaker
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 1.735

Acidente ñ acontece p acaso obra d destino ou azar


« Responder #29 : 11 de Junho de 2011, as 13:19:04 »

Além disso, poste link de sua loja também, Eduardo.
Registrado
Páginas:  1 [2] 3 4 ... 72   Ir para o Topo
  Imprimir  
 
Ir para:  


Powered by MySQL Powered by PHP Powered by SMF 1.1.21 | SMF © 2006-2009, Simple Machines

XHTML 1.0 Válido! CSS Válido! Dilber MC Theme by HarzeM
Página criada em 0.31 segundos com 21 procedimentos.
SimplePortal 2.3.3 © 2008-2010, SimplePortal