Handmades</center>
 
*
Bem-vindo, Visitante. Por favor faça o Login ou Registro. 18 de Agosto de 2019, as 16:28:02


Login com nome de usuário, senha e duração da sessão


collapse

* Usuário
 
 
Bem-vindo, Visitante. Por favor faça o Login ou Registro.

* Tá ligado?
  • Dot Visitantes: 27
  • Dot Escondidos: 0
  • Dot Membros: 3
  • Dot Usuários Online:

Modificando o Cry Baby Jim Dunlop
Autor: Rowashburn

     Por bastante tempo procurei e pesquisei bastante sobre os pedais de Wahwah, e descobri algumas coisinhas à respeito:

  • Isso é um fato, e praticamente todo mundo sabe, que os pedais de wahwah são os campeões em roubar sinal da guitarra, pois originalmente ele não é True Bypass. Quando comprei meu Crybaby GCB95 fiquei doido com isso. Quando o pedal era desligado a guitarra perdia volume, ganho da distorção, e graves, médios e agudos
  • Curti bastante o timbre do Crybaby mas, de fato, achei que o timbre era um tanto magrinho. Não tinha muito graves e médios. Quando pisado até o final o timbre ficava muito agudo, chegando a irritar. Até pensei em colocar algum calço que, para quando pisado, não fosse até o fim... mas isso comprometeria o acionamento do pedal.

     Outra coisa é que o pedal muitas vezes soava mais WÉH do que WAH.

     Bom, os Wahwahs da Jim Dunlop tem a característica de ter o som WAH e os wahwahs da Vox puxam mais pro WOH (nem venham me perguntar sobre os da Onner, ou da Morley...).

     Primeiro falarrei de como acabar com a perda de sinal no Crybaby GCB95, tornando-o True-Bypass.

     Isso é razoavelmente simples e tem muita gente que sabe como fazer.

     Transformando o pedal em True-bypass

     É só substituir a chave original do pedal, que é uma SPDT, por uma DPDT.

     Abaixo vemos o Crybaby aberto, com o detalhe para a Chave SPDT original.


     Abaixo estão dois esquemas de como pode ser feita a ligação com uma chave DPDT. O que explicarei é o segundo que tenta ao máximo evitar o POP, que acontece quando o pedal é ligado ou desligado. Como disse, tenta evitar, mas não o faz totalmente, ocorrendo um POP, mas só é percebido quando não se está tocando nada na guitarra, caso contrrário ao ligar ou desligar o pedal o POP não aparece.


     São duas as maneiras que encontrei de modificar o Wahwah pra true-bypass: Retirando os componentes do buffer de entrada (primeira foto abaixo) e alterar o valor do resistor de 68K, ou uma maneira que achei meio drástica, que é manter o buffer de entrada sem alterar o valor do resistor de 68K, e cortar uma trilha da placa de circuito impresso (segunda foto abaixo).

     Preferi tirar o buffer, já que não requer destruição de nada, e é possível guardar os componentes para, depois, se for o caso, colocar o buffer de novo e a chave SPDT também.



     De acordo com o esquema que eu utilizei, e pelas cores dos fios, a chave DPDT vai ficar como abaixo:


     Atenção para o fio azul, como dá pra ver da foto do Crybaby aberto: são dois fios azuis. Um vindo da placa pra chave SPDT e outro vindo do potenciômetro do Wahwah pra chave SPDT também. Note que os dois fios são soldados no mesmo terminal da chave. Então, quando for colocar a DPDT, eles vão ser soldados da mesma maneira. Os dois fios, num terminal só.

     Retire os componentes do Buffer de entrada do pedal. A imagem de onde são soldados (lado cobreado da placa) está abaixo.


     Bom, será necessário dois fios novos para soldar a chave DPDT para a placa de circuito impresso. Do terminal que diz terra para um ponto de terra na placa e do terminal que diz input, para um dos inputs do pedal.

     Para facilitar abaixo está marcado um Input e um Terra do pedal, um perto do outro. Por estarem pertos, usei fios duplos, mas poderá ser usado dois fios normais, e depois enrolá-los um no outro pra ficar organizado.



     Agora é só mudar o valor do resistor de 68K por um resistor de menor valor, tipo 47K. Quando se retira o buffer de entrada o efeito perde um pouco de volume e ganho, e, mudando esse resistor, o volume e o ganho voltam ao normal.

     Tudo pronto, vemos abnaixo como ficou a chave DPDT...


     ... e na foto abaixo o detalhe do fio de input e no terra do pedal, com o buffer já retirado da placa e o resistor trocado.


     Feito isso, o pedal já está modificado para True-Bypass!

     Mudanças no timbre do pedal

     1) Uma maneira que encontrei de contornar o fato do pedal ser muito agudo no final do cliclo é mudando o alcance dele.

     Essa modificação é bem fácil de se fazer, e é ótima pra quem não entende nada de eletrônica, nem de solda, pois é bem simples.

     Dentro do pedal existe uma haste dentada (cremalheira), que se encaixa em uma roda dentada no potenciômetro, e o gira quando o pedal é pisado. A haste fica encaixada na roda por meio de uma pecinha branca de plástico que é parafusada dentro do pedal. É só soltar o parafuso, colocar a pecinha para o lado e puxar a haste.

     Basta soltar essa haste da roda dentada e girá-la de forma a pular 1 ou 2 dentes em relação a haste. Assim, quando o pedal é pisado até o fim, o clico do potenciômetro não irá até o fim, cortando aqueles agudos do final.

     Abaixo é possível visualizar o que foi dito. A pecinha branca, o parafuso que a sustenta, a haste dentada e a roda dentada. O círculo vermelho mostra em que sentido deverá ser girada para fazer a modificação.



     2) Sobre as modificações em componentes do circuito, o que tenta melhorar o timbre do efeito, são 4 que deveremos trocar:

  • 3 resistores
  • 1 capacitor

     Originalmente a placa vem com esses componentes assim:


     Em primeiro lugar queria que o pedal tivesse um pouco mais de graves, médios, e que não tivesse aquele agudo estridente quando o pedal fosse acionado até o fim. Então substituí o capacitor de Poliéster de 0.01uF para um capacitor de Poliéster de 0.022uF.

     Pra ganhar um pouco mais de médios substituí o resistor de 1K5 por um de 2.2K, o que ajudou, inclusive, a atenuar a mudança de graves para agudos durante o ciclo do pedal.

     Como o pedal estava soando mais WEH do que WAH troquei o resistor de 33K por um de 47K. Se este resistor for trocado por um de 68K o pedal vai soar mais WOH, como os pedais de fabricados pela Vox.

     Achei, inclusive, uma modificação em que se pode colocar um potenciômetro, com um valor entre 30k a 40K, em série com o resistor de 33K. E instalar este potenciômetro na lateral do pedal. Desta forma, quando zerado, ele vai dar os 33K originais, e será possível variar entre o valor original de 33K e o valor do potenciômetro somado ao resistor, com aproximadamente 70K. Mas cuidado, pois ao colocar só o potenciômetro, sem o resistor, o valor resultante, abaixo de 25K, não produzirá som nenhum de wahwah; será só o som da guitarra, e o pedal parecerá quebrado. Ao contrário, com valor acima de 80K, o volume vai diminuindo até sumir, lá pelos 100K. Por experiência própria aconselho a não fazerem isto. Tentei colocar um potenciômetro de 100K em série com o resistor de 33K, e ficou um lixo.

     Preferi colocar um potenciômetro de 47K para não ficar nem WEH nem WOH e sim ficar WAH mesmo...

     Por último substituí o resistor de 390 ohms por um de 270 ohms, o que acrescentou um pouco mais de graves e, inclusive, um pouco mais de ganho e volume no pedal.

     Abaixo vemos os componentes do buffer que foram retirados, os fios do input e do terra, o resistor modificado para aumentar o ganho em virtude da retirada do buffer e os componentes modificados para mudança de timbre.


     E abaixo está uma visualização geral do pedal pronto.



     É claro que isso não faz o pedal o melhor do mundo. De fato, quem dita o timbre do Wahwah, é o Indutor. As modificações visam melhorar o timbre do GCB95. Mas a maioria dos wahwahs da linha Crybaby (fora os ópticos e o 535Q) possuem a mesma placa de circuito impresso. E o GCB95 vem com os furinhos extras pra quem queira trocar de indutor.

Powered by MySQL Powered by PHP Powered by SMF 1.1.21 | SMF © 2006-2009, Simple Machines

XHTML 1.0 Válido! CSS Válido! Dilber MC Theme by HarzeM
Página criada em 0.093 segundos com 29 procedimentos.
SimplePortal 2.3.3 © 2008-2010, SimplePortal