Handmades</center>
 
*
Bem-vindo, Visitante. Por favor faça o Login ou Registro. 24 de Julho de 2019, as 05:49:08


Login com nome de usuário, senha e duração da sessão


Páginas:  1 [2]   Ir para o Fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Preamplificador de Alto Ganho Apitando  (Lida 1500 vezes)
Ramsay
Colaborador
***
Offline Offline

Mensagens: 792



« Responder #15 : 05 de Abril de 2019, as 22:11:46 »

RafaS foi você mesmo que fez essa bela montagem ponto a ponto com ponte de terminais, ou comprou pronta?
No caso das válvulas, a JJ ECC83S tem um ganho em torno de 98.82 e a Sovtek 12AX7 WA tem o ganho em torno de 77.89. Por isso, eu penso que as suas válvulas estão nos lugares certos.

Normalmente, na maior parte dos valvulados, o canal clean sempre soa mais baixo que o canal distorcido.
A troca do resistor de placa por um valor maior, nem sempre resolve, porque isso altera a curva de resposta de amplificação da válvula.

Mas, olhando o esquema que você postou, eu sugiro que troque o resistor R20 de 2.2K para 1K em V1b e o capacitor C11 por um de 22uF.
Se ainda assim o volume do canal clean não aumentar o suficiente, eu sugiro que troque R35 de 470K para 100K.
Registrado
bossman
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.659



« Responder #16 : 06 de Abril de 2019, as 08:12:58 »

Normalmente, na maior parte dos valvulados, o canal clean sempre soa mais baixo que o canal distorcido.

Esse é um inegável fato ! Até por conta da dinâmica da coisa...
Registrado

Ding-Ling things, low-cost, low protection. Verbis defectis musica incipit
RafaS
Iniciante
*
Offline Offline

Mensagens: 161



« Responder #17 : 06 de Abril de 2019, as 18:35:26 »

RafaS foi você mesmo que fez essa bela montagem ponto a ponto com ponte de terminais, ou comprou pronta?
No caso das válvulas, a JJ ECC83S tem um ganho em torno de 98.82 e a Sovtek 12AX7 WA tem o ganho em torno de 77.89. Por isso, eu penso que as suas válvulas estão nos lugares certos.

Normalmente, na maior parte dos valvulados, o canal clean sempre soa mais baixo que o canal distorcido.
A troca do resistor de placa por um valor maior, nem sempre resolve, porque isso altera a curva de resposta de amplificação da válvula.

Mas, olhando o esquema que você postou, eu sugiro que troque o resistor R20 de 2.2K para 1K em V1b e o capacitor C11 por um de 22uF.
Se ainda assim o volume do canal clean não aumentar o suficiente, eu sugiro que troque R35 de 470K para 100K.


Olá Ramsay,

Sim, eu fiz a montagem.

Eu terminei por fazer a alteração que aludi antes (preciso atualizar o esquemático) usando a WA em V1 e um seguidor do cátodo em seguida (sem mudar demais o que vinha atrás e fazendo um ajuste no resistor do Tone Stack, pra 33K).

Eu até gostei da WA no V1... (cheguei a testar com uma ECC83S ali) deixou o som mais aveludado, muito bonito. Apenas removi o R13 para V1 empurrar mais. Boa essa válvula! Daria para usar tranquilamente três delas num projeto (já que eu não tenho dedos de aumentar a quantidade de tubos).

Agora o volume está nas alturas!

Ainda estou indeciso quanto ao som que obtive. Tive a sensação de que o comportamento do Tone Stack está diferente, mais interativo ainda do que antes. Estou tendo que me readaptar ao comportamento do amp. Como lado positivo, o amplificador ganho um "zing" interessante, bem vintage que antes não tinha.

Aconteceu o que eu imaginei que ia acontecer, está soando como um Bassman. Enfim é a primeira vez que uso o seguidor e ele soa diferente mesmo.

Talvez eu desfaça a modificação e aí neste caso vou ver testar as modificações que você sugeriu (elas parecem boas mesmo).



-----
Normalmente, na maior parte dos valvulados, o canal clean sempre soa mais baixo que o canal distorcido.

Esse é um inegável fato ! Até por conta da dinâmica da coisa...

Eu até esperava por isso, bossman, até em virtude de ter uma contagem bem diferente de estágios de ganho. O único problema mesmo foi que o volume não ficou somente díspare, ele ficou insuficiente. O canal drive botava o mundo abaixo, o clean eu acho que mal seguraria com um baterista junto.

« Última modificação: 06 de Abril de 2019, as 18:37:04 por RafaS » Registrado

"Dê um peixe e você alimenta ele por um dia. Dê uma guitarra e você diverte ele pro resto da vida."
bossman
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.659



« Responder #18 : 07 de Abril de 2019, as 11:37:17 »

Estou tendo que me readaptar ao comportamento do amp. Como lado positivo, o amplificador ganho um "zing" interessante, bem vintage que antes não tinha.

Teria como definir esse termo "zing" melhor ? Ou melhor ainda.. postar um som do pré ?!?

Eu até esperava por isso, bossman, até em virtude de ter uma contagem bem diferente de estágios de ganho. O único problema mesmo foi que o volume não ficou somente díspare, ele ficou insuficiente. O canal drive botava o mundo abaixo, o clean eu acho que mal seguraria com um baterista junto.

E como está no momento essa questão do volume do clean ? Ainda insuficiente ?
Registrado

Ding-Ling things, low-cost, low protection. Verbis defectis musica incipit
RafaS
Iniciante
*
Offline Offline

Mensagens: 161



« Responder #19 : 08 de Abril de 2019, as 13:33:47 »


Teria como definir esse termo "zing" melhor ? Ou melhor ainda.. postar um som do pré ?!?



https://vocaroo.com/i/s0wpmRsA5Wqw

Esse seria o zing, uma distorcida mais situada nos agudos.

Para fazer esse áudio eu dei uma exagerada, pus o ganho no 7 e pesei a mão um pouco pra tocar (pra me certificar de que sairia bem audível).

O volume ficou bom agora, tem volume de sobra no clean (sobra sendo: satura a placa de amplificação se abrir os potenciometros valendo).

Aqui uma imagem atualizada do esquemático, só com o clean (o drive ainda será remodelado depois).
http://www.imagebam.com/image/2aef1e1188308984


Errata: R18 está em 220k agora. R13 foi removido.
« Última modificação: 08 de Abril de 2019, as 13:37:00 por RafaS » Registrado

"Dê um peixe e você alimenta ele por um dia. Dê uma guitarra e você diverte ele pro resto da vida."
bossman
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.659



« Responder #20 : 08 de Abril de 2019, as 14:20:24 »



https://vocaroo.com/i/s0wpmRsA5Wqw

Esse seria o zing, uma distorcida mais situada nos agudos.

Para fazer esse áudio eu dei uma exagerada, pus o ganho no 7 e pesei a mão um pouco pra tocar (pra me certificar de que sairia bem audível).

Perfeitamente entendido ! um audio vale mais que mil palavras hahaha

O volume ficou bom agora, tem volume de sobra no clean (sobra sendo: satura a placa de amplificação se abrir os potenciometros valendo).

Aqui uma imagem atualizada do esquemático, só com o clean (o drive ainda será remodelado depois).

Seria demais pedir pra vocÊ postar um som com as possibilidades de ganho do canal de drive ?
Registrado

Ding-Ling things, low-cost, low protection. Verbis defectis musica incipit
RafaS
Iniciante
*
Offline Offline

Mensagens: 161



« Responder #21 : 08 de Abril de 2019, as 15:51:43 »


Seria demais pedir pra vocÊ postar um som com as possibilidades de ganho do canal de drive ?

Não, pelo contrário, fico feliz pelo interesse de ouvir!

Cheguei a fazer dois vídeos, ambos o ganho está pelo 7. Seguem:
https://www.youtube.com/watch?v=LpMYsxdTR6U
https://www.youtube.com/watch?v=4Mk_YepdE7M

O som ficava bom em todas as regulagens. O bicho pegava a partir do 4. Mas eu não gostei de uma coisa, usar o ganho abaixo do 3 não retornava aquele crunch meio "transparente". Em qualquer regulagem o canal se comportava como um pedal de distorção: clipando e comprimindo um monte.
Cheguei a cogitar criar um "modo crunch" e eliminar um estágio de ganho. Ainda não desisti da idéia.

Esse ruído todo é em parte por duas razões: notebook perto, cria um ruído horroroso em qualquer amplificador aqui. E estava usando um cabo de má qualidade, muito longo, ligado em pedais com os jacks ruins. Notei que com o note desligado da parede, e com apenas 1 cabo bom até o ampli, ele ficava incrivelmente silencioso pra um high gain.

Usei elevação dos filamentos.

Depois disso o esquema passou por uma série de pequenas revisões. Um filtro aqui, um grid stopper diferente ali. Eu notei que era difícil chegar num circuito que em baixo volume não perdesse corpo e ganhasse muito "fizz", mas que em algo volume também soasse bem. 

Depois que eu peguei V2a e transformei ele em seguidor do cátodo para o canal clean, eu terei que refazer parte da sessão de drive. Porque não há mais V3B servindo de triodo limpo ali no final de tudo. Então preciso ver se mantenho assim, ou se reestilizo ele por completo. Vai longe ainda essa brincadeira, experimentar é muito bom e tomar uma "decisão artística" é muito difícil.

Registrado

"Dê um peixe e você alimenta ele por um dia. Dê uma guitarra e você diverte ele pro resto da vida."
bossman
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.659



« Responder #22 : 09 de Abril de 2019, as 08:14:24 »

Gostei muito dos timbres obtidos e aposto que mais gente que ainda não se pronunciou...  Bravo

Esses samples foram somente com o pré o tem pedal de booster/drive no meio ? Acha que um layout em placa de circuito pro circuito final seria complicado demais ?
Registrado

Ding-Ling things, low-cost, low protection. Verbis defectis musica incipit
RafaS
Iniciante
*
Offline Offline

Mensagens: 161



« Responder #23 : 09 de Abril de 2019, as 09:35:51 »

Gostei muito dos timbres obtidos e aposto que mais gente que ainda não se pronunciou...  Bravo

Esses samples foram somente com o pré o tem pedal de booster/drive no meio ? Acha que um layout em placa de circuito pro circuito final seria complicado demais ?

Somente o pré. Cheguei a testar com ajuste de ganho menor e usando um tipo de TS na frente, dá um resultado diferente e muito usável (pense no timbre do Rhoads ou no do The Darkness... MarshallMarshallMarshallMarshall).

Acho que um layout não seria complicado, embora eu nunca tenha feito de valvulado, e os que fiz foram só pra me ajudar a organizar a montagem na fenolite perfurada. Não sei fazer PCI (e quando vejo um tutorial acho tão trabalhoso).

Eu vou procurar manter o esquemático atualizado e usar o tópico como diário de construção. Posso tentar criar um layout mais adiante, aí disponibilizo o arquivo do EAGLE se algum colega entender que precisa de melhorias, basta editar.






Registrado

"Dê um peixe e você alimenta ele por um dia. Dê uma guitarra e você diverte ele pro resto da vida."
bossman
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.659



« Responder #24 : 09 de Abril de 2019, as 14:26:17 »

Somente o pré. Cheguei a testar com ajuste de ganho menor e usando um tipo de TS na frente, dá um resultado diferente e muito usável (pense no timbre do Rhoads ou no do The Darkness... MarshallMarshallMarshallMarshall).

Se eu já escrevi que curti o timbre no ultimo post meu agora digo que virei fã  Grin. Gosto muito do som de guitarra do Justin e Dan Hawkins

Acho que um layout não seria complicado, embora eu nunca tenha feito de valvulado, e os que fiz foram só pra me ajudar a organizar a montagem na fenolite perfurada. Não sei fazer PCI (e quando vejo um tutorial acho tão trabalhoso).

Eu vou procurar manter o esquemático atualizado e usar o tópico como diário de construção. Posso tentar criar um layout mais adiante, aí disponibilizo o arquivo do EAGLE se algum colega entender que precisa de melhorias, basta editar.

Layouts de valvulados já são complexos por natureza, hi gain então.. nem se fala ! Não é uma tarefa fácil produzir um que seja utilizável. Os caras da MESA, SOLDANO, etc devem utilizar de bruxaria em suas criações  Cheesy Mas ao mesmo tempo também vejo que não é impossível
« Última modificação: 11 de Abril de 2019, as 14:03:46 por bossman » Registrado

Ding-Ling things, low-cost, low protection. Verbis defectis musica incipit
RafaS
Iniciante
*
Offline Offline

Mensagens: 161



« Responder #25 : 11 de Abril de 2019, as 12:26:19 »

Tivemos dias difíceis por aqui.
Nada do que tentava dava certo, e ainda por cima deixei cair uma 12AX7 no chão. Era emprestada. Não era das citadas anteriormente, era uma Bugera que um amigo canibalizou de um amplificador.

Mas finalmente foi possível tirar um som minimamente decente a partir de uma topologia diferente da primeira.

Demo: https://www.youtube.com/watch?v=Hn_MnAOp7LM
Esquemático: http://www.imagebam.com/image/2d06591191820334

(Possivelmente há algum errinho de notação mas de modo geral este esquemático está um "As Built").

Comentários:

Dessa vez a proposta foi manejar a distorção pelo seguidor do cátodo (V3B), e por um estágio de clipping (V2B).
Tentei todos os valores imagináveis de R11 sem capacitor, de 10K a 39K. Não gostei de nenhum resultado. Não é a primeira vez que eu gosto de 6.8K nessa função, e pensando em retrospecto eu não gosto muito do som do JCM800. Um cliping menos abrupto me agrada mais. A adição de C11 deixou o som mais "parrudo", e com esse valor ajustamos a frequência de "half boost" em 70Hz (logo abaixo dos 82Hz da corda E, e sem ficar amplificando nonsense).
R7 e R15 foram dimensionados de modo a se valer do Efeito Miller e assim talhar o caráter de timbre do amplificador. Para fazer isso sem sacrificar muito ganho, R11 e R16 foram elevados.

O valor de R20, o resistor do seguidor do cátodo, foi definido assim visando a compressão do estágio.

O objetivo do circuito era obter uma compressão boa inclusive com single coils (eu sou das stratos).

Avenidas para futura experimentação:
C4 e C8 podem ser reduzidos para melhorar a resposta de graves, provavelmente em 6.8nF, não inferior a 4.7nF para esse circuito.
C6 pode ser alterado, no range de valores 47pF a 330pF, sendo esse responsável por elimitar estridências e "fizz" do som distorcido.
R15 pode ser elevado mas mantendo a proporção com R16, com o propósito de alterar a resposta de frequências sem alterar demais o perfil de ganho.
R20 tem função determinante na compressão do sinal, e opera em um range aceitável entre 33K e 220K, sendo a compressão alterada na razão inversa do volume do canal. Com 33K o volume ainda é satisfatório, não foram experimentados valores inferiores.
R22 também poderá passar por experimentação, uma vez que esse valor assim foi definido anteriormente porque o Tone Stack estava sendo "empurrado" a partir do ânodo de V3B, no entanto como agora é precedido do seguidor do cátodo, a impedância de saída do estágio anterior permite valores menores.
 
Registrado

"Dê um peixe e você alimenta ele por um dia. Dê uma guitarra e você diverte ele pro resto da vida."
bossman
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.659



« Responder #26 : 11 de Abril de 2019, as 14:07:36 »

A coisa soa bem promissora ! Em que amplificador você está ligando esse pré ?
Registrado

Ding-Ling things, low-cost, low protection. Verbis defectis musica incipit
RafaS
Iniciante
*
Offline Offline

Mensagens: 161



« Responder #27 : 11 de Abril de 2019, as 14:44:29 »

A coisa soa bem promissora ! Em que amplificador você está ligando esse pré ?

Uma dessas plaquinhas de 100W com TDA 7294, que vende no ML.
Alfakits, é o fabricante dessa.

Registrado

"Dê um peixe e você alimenta ele por um dia. Dê uma guitarra e você diverte ele pro resto da vida."
Páginas:  1 [2]   Ir para o Topo
  Imprimir  
 
Ir para:  


Powered by MySQL Powered by PHP Powered by SMF 1.1.21 | SMF © 2006-2009, Simple Machines

XHTML 1.0 Válido! CSS Válido! Dilber MC Theme by HarzeM
Página criada em 0.149 segundos com 22 procedimentos.
SimplePortal 2.3.3 © 2008-2010, SimplePortal