Handmades</center>
 
*
Bem-vindo, Visitante. Por favor faça o Login ou Registro. 15 de Setembro de 2019, as 23:26:49


Login com nome de usuário, senha e duração da sessão


Páginas:  1 [2] 3   Ir para o Fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Interface de Áudio - Home Studio  (Lida 7701 vezes)
andrefreitas
Colaborador
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 708



« Responder #15 : 14 de Agosto de 2013, as 23:43:58 »

Marcel. como o Alex disse, fuja de M-Audio/Behringer e similares, se tratando de qualidade top:

Apogee
RME
Avid (dona da famosa Digidesign, dona também da M-Audio)
Focusrite
MOTU

Monitoramento:

Yamaha NS10, HS50 ou HS80 (Essa já começa maquear o audio um pouco).

Microfone "padrão" para começar:

Shure SM57 (pode comprar 2)

Assiste também esse vídeo, tem boas referências:

https://www.youtube.com/watch?v=fDfPdO_lC88

Se precisar de pre-amp bom, a preço acessível, tem a Canil Pro Audio, e eu também estou desenvolvendo uns equipamentos pro meu studio, podemos trocar uma idéia depois.

Mas antes de tudo, trate sua sala, se não de nada adiantará e prepara o bolso! haha
« Última modificação: 14 de Agosto de 2013, as 23:54:55 por andrefreitas » Registrado
Marcel.
Handmaker
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 1.309


Fucking doin' by myself!


« Responder #16 : 15 de Agosto de 2013, as 00:54:45 »

Alex, saí dessa de começar com TOP. hahaha. Sem condições. E eu pretendo, sim, construir algumas coisas pra ele. Mas isso eu só vou decidir no final. Os amps de guitarra e baixo com certeza vou fazer.

Tou fazendo o orçamento de tudo ainda.
Meu planejamento pretende pegar três SM57, mais um ou dois condensadores (ainda estou estudando), pra voz e violão. Esses condensadores são caros pra caramba, dá medo! hahaha

RicardoVasconcelos, esse condensador MXL 990 como é? Vi no video do andrefreitas que usam ele pra pegar o OVER da bateria...

Na verdade, o que mais me preocupa é justamente a adequação de uma sala pro estúdio, tanto o isolamento quanto o tratamento acústicos. Ainda não sei onde vai ser, espero definir isso logo, pra começar os orçamentos em empresas especializadas na área. Já percebi que essa parte vai sair muito cara.

Pretendo também deixar um PC desktop exclusivo. Já faço um home studio pessoal no meu notebook, mas a internet pode trazer muita coisa ruim pra um computador profissional.

Monitor eu tinha pensado no KRK Rokit 5: http://www.krksys.com/krk-studio-monitor-speakers/rokit/rokit-5.html. Vi reports bons sobre ele. E o preço é bem chamativo. Como, muito provavelmente, a sala de controle vai ser pequena, acho que monitor com woofer de 5" já tá bom, né? Vocês conhecem esse monitor? Entre o Yamaha HS50M, por R$1.935,00 (5 polegadas de woofer, par, já com frete), e o KRK Rokit 8, por R$1.580,00 (par, 8 polegadas de woofer, sem frete, no ML), vocês pegariam qual?

Eu sei que esses tópicos de "Qual XXXX comprar?" e "Qual você compraria?" geralmente são um saco (só me lembram o Cifra Club, com todo o respeito a ele, pois já ajudou muita gente), mas preciso colher várias opiniões pra, ao final, sintetizar tudo e escutar com meus próprios ouvidos aqueles equipamentos "peneirados".

andrefreitas, meu velho, que video arretado (como dizem na minha terra)!!! Massa mesmo! Valeu! haha

Abraços e obrigado a todos pela atenção e carinho.

« Última modificação: 15 de Agosto de 2013, as 01:04:37 por Marcel. » Registrado
RicardoVasconcelos
Freqüente
**
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 367



« Responder #17 : 15 de Agosto de 2013, as 06:55:05 »

Esse condensador tem um custo benefício muito bom e como você pode ver no vídeo, até o Liciel indicou comprar um.
Ele não é dos melhores, mas bate os Behriger e não fica devendo muito aos mais tops. Pra começar ele está de bom tamanho.

Os condensadores tem basicamente as mesmas características quanto a sensibilidade e estilo de captação, o que muda em geral é o tamanho da cápsula e a quantidade delas. Pesquisa um pouco sobre eles que tu vai começar a entender melhor quando o pessoal usa os de cápsulas grandes e quando usa os de pequena.

Se inscreve no canal do Liciel que vale muito a pena.
Também entra no canal do Rodrigo Itaboray e do Roberto Torao (foca nos vídeos de home studio) que são outros caras que dão muitas dicas legais.
Registrado
Marcel.
Handmaker
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 1.309


Fucking doin' by myself!


« Responder #18 : 15 de Agosto de 2013, as 12:15:53 »

Massa, Ricardo. Valeu!
Eu já acompanhava o Torao.

Pesquisar... pesquisar.... pesquisar...

Abraços!
Registrado
Nitro Valve
Iniciante
*
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 145


« Responder #19 : 15 de Agosto de 2013, as 13:21:27 »

Marcel.

Cara já que vc ta começando com home studio, penso que vc ta procurando de tudo desde gravação até mixagem e masterização.
Tem bons livros em inglês sobre o assunto, mas tem muito material gratuito de boa qualidade e que nos faz aprender muito sem investimentos altos.
Uma sugestão é acompanhar o canal desse cara, Paulo Anhaia, ele já produziu muita banda brasileira da atualidade e algumas de suas dicas são cruciais, coisas que talvez não levamos em consideração por não ter vivenciado uma época anterior aos computadores, mas onde a gravação já era feita. Ele fala muito sobre como conseguir aquele "som de disco" que todo mundo procura, fazer sua mix parecer profissional. E não é que ele consegue até com poucos recursos.

http://pauloanhaia.com.br/?p=519

Tem esse video abaixo e uma apostila sobre como foi feita a gravação dele. Tudo usando equipamentos de baixo custo.

https://www.youtube.com/watch?v=-XgiaKmhyZ4

https://docs.google.com/file/d/0ByFDNFoixXLzMUdhODZXS0FvSFU/view?pli=1&sle=true

Agora a grande sacada é, suas mixagens vão depender mais da sua experiencia com gravação e mixagem (entenda ouvido treinado) do que o equipamento que vc possui. Muita gente é controversa a essa ideia e o que eu disse gera muita polêmica. Mas uma coisa é obvia se vc já tem o ouvido treinado e ainda um equipamento TOP claro que suas músicas serão as melhores (pelo menos na qualidade sonora, criatividade é outra história).

O importante mesmo é testar e tentar aprender como "os grandes" conseguiram chegar no resultado que conseguem hoje.
Os vídeos do felipe lisciel são bons t b (moderador, peço que me suspenda do fórum), mas não leve tudo o que ele diz a sério ele é um verdadeiro fanfarrão.

Abs mano e boa sorte na sua busca por equipamentos. Estou acompanhando.
Registrado
Marcel.
Handmaker
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 1.309


Fucking doin' by myself!


« Responder #20 : 15 de Agosto de 2013, as 15:13:43 »

Nitro Valve, muito obrigado MESMO pelas dicas! Vou conferir cada coisa postada aqui (já comecei).
Realmente estou pesquisando sobre absolutamente TUDO. Tongue

Eu até que confio nos meus ouvidos. E, pra minha sorte, quando eu era mais novo, já passei um certo tempo mexendo com home studio (pra gravar minhas coisas), então já não sou mais tão "cabaço" assim com essas coisas. Já tenho uma noção legal sobre mixagem, masterização etc. O que traz mais dúvidas hoje é em relação aos equipamentos mesmo, pra não fazer escolhas erradas. E como passei muito tempo também afastado dessas coisas, o tempo foi passando e eu fui ficando cada vez mais desatualizado, perdendo a chegada de muita coisa nova.

De quebra, vou deixar os links pra algumas músicas que eu gravei no meu home studio safadinho, que eu tinha antigamente... hehehe
http://m.soundcloud.com/manguewiser (músicas mais novas)
http://www.guitarbattle.com.br/usuario/259015/ (tinha esse perfil no Guitar Battle quando eu era adolescente... _)

Abraços.
Registrado
Guilherme
Colaborador
***
Offline Offline

Mensagens: 828


Rock On


« Responder #21 : 15 de Agosto de 2013, as 18:41:40 »

Citar
Guilherme, fala mais sobre esse Studer A-80 e A-824...?

Marcel, tudo que você, eu e todos aqui ouvimos e gostamos, e que foi registrado/masterizado analogicamente, provavelmente o foi em um tape da Studer.

Hoje a Studer, originalmente suíça, faz parte do grupo Harman: http://www.studer.ch

Todos os studios top ao redor do planeta tem pelo menos um Studer de 2 canais, o A-80, ou multipistas até 24 canais, a serie A-800.

Aqui em nosso país existem alguns rodando bem e outros mais ou menos.

O problema é que a BASF, única fabricante de fitas de 2", para os Studer de 24 canais, encerrou a produção dessas fitas faz alguns anos.

Muitas bandas tem A-800 nos seus studios particulares. O Pearl Jam tem uma tinindo de nova.

Citar
Se precisar de pre-amp bom, a preço acessível, tem a Canil Pro Audio

Bons mesmo, eles usam transformadores de saída de linha da Lynx Audio no preamp R-72, um sensacional clone do Neve 1272.

http://www.canilproaudio.com.br

abraços

Guilherme


Registrado

Blues, Jazz, Rock....cortados do mesmo pano.
henrybasshred
Iniciante
*
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 51



« Responder #22 : 16 de Agosto de 2013, as 11:24:29 »

Cara já possui várias interfaces, as que me lembro: M-Audio 2496, M-Audio Fast Track Ultra,  M-Audio Fast Track Ultra 8R, M-Audio 1814, M-Audio 410, Presonus Audio Box, Motu 8pre, Tascam FW 1082, Line 6, Alesis io4 e hoje tenho uma TC Eletronic Impact Twin.

 De todas a TC é a que estou mais tempo, os conversores dela são muito bons, os prés dela foi o melhor dessas que citei( usava eles junto com um Isa One da Focusrite), além do DSP que ela tem também. As outras que eu gostava bastante era a Tascam e a Ultra 8R, mais todas elas me atendiam muito bem. Tenho um amigo que tem uma Focusrite Saffire Pro 40, e achei maravilhosa a interface.

Hoje em dia se fosse para eu trocar de interface iria de Focusrite Saffire Pro 40 ou a Saffire Liquid 56, os prés das focusrite são excelentes, assim como a conversão AD/DA, além de ter 8 prés de otima, e futuramente poder expandir mais canais com a conexão Adat. Acho que canais a mais nunca é desnecessários, mais se tem certeza que é muito, compre uma com 2 canais.

Algumas das interfaces top de linha hoje são Apogee Symphony, Universal Audio Apollo, Solid State Logic, Avid HD e Aurora Evil. Mais a grana para investir em uma dessas interfaces é altíssima, e para quem está começando não recomendaria essas, equipamento top ajuda, mais ajuda muito mais o conhecimento de quem está operando eles!

Para começar não gastaria em pré amp separados, pois os prés da focusrite por exemplo são excelentes, e no lugar de investir em pré separados sou mais comprar um interface de mais canais com mais pré amp ou em microfones que fazem muito mais diferença do que pré amp, invista em bons microfones. Compre um Shure SM57 ou 58 para começar, bons microfones condensadores e não tão caros Audio Technica e Rode.

Monitoração tenho a Yamaha HS80m e estou muito acustumados com elas, não venderia elas para comprar outros, poderia comprar outros mais sem vende-los, o importante é você se acustumar com seus monitores, monitor bom é o que você conhece o som deles, as Yamanhas NS10 acho o som delas horríveis  Batendo Cabeça, mais quantos albuns renomados não foram mixados com elas! Também não se esqueça de investir em tratamento acústico, monitor bom não vai fazer milagres em sala ruim.

Para finalizar Cheesy, quem faz o som é a pessoa e não o equipamento : http://www.youtube.com/watch?v=-XgiaKmhyZ4

Abraços
Marcio Henrique
Registrado
Alex Frias
DIY Freak
******
Offline Offline

Mensagens: 7.641


Flanelinhas, cuidado!!!


« Responder #23 : 16 de Agosto de 2013, as 12:26:23 »

Monitor bom não é para ter som "lindão" e sim fazer com que você possa ouvir tudo, detalhes e julgar como eles interagem com o ambiente da sala sem máscaras e maquiagens. Isso só experimentando muito, gravando num pendrive ou CD e ouvindo até no 3em1 do século passado da sua tia pode ser uma forma de você aprender o que funciona e o que não funciona em relação a sua monitoração.

Depois de bem resolvido o programa de áudio (resultado sonoro, não software) nos seus monitores, aí você coloca nas caixas "de cliente" para a vizinhança toda escutar...rs! Grin
Registrado

"TicoTicoCá, TicoTicoLá..."
Pagão e feliz!!
Adiel
DIY Freak
******
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.152


Resistance is futile, if <1R


WWW
« Responder #24 : 16 de Agosto de 2013, as 13:39:10 »

[...] como o Alex disse, fuja de M-Audio/Behringer e similares [...]

Eu comprei uma M-Audio há algum tempo, pensando que era das melhores...   Ui
Registrado

Alex Frias
DIY Freak
******
Offline Offline

Mensagens: 7.641


Flanelinhas, cuidado!!!


« Responder #25 : 16 de Agosto de 2013, as 15:09:41 »

Senhor Adiel, não chore! Grin

Quando falamos sobre evitar essas marcas mais baratas, tínhamos em mente uma qualidade profissional.

É possível gravar com essas e muitas outras e certamente o seu resultado, se bem feito todo o trabalho de captação do som, muito bom. Muito melhor que o que foi gravado digitalmente antes de meados da década de 90 do século 20.

Não adianta ter um super conversor A/D de 24bits/96 kHz num ultra avançado "DeltaBolingTrompson" da UltraFrakingAudio se você grava com um microfone muito ruim, numa posição errada para o que você pretende e com um sinal fraquinho que não vai usar 5 bits dos seus 24!

Como não tenho mais estúdio profissional, gravo para o computador com uma ProdifGold de 8 entradas digitais usando as entradas analógicas de um Alesis ADATxtII. Hoje em dia isso seria ridículo de apontar como opção de interface de áudio, porém ainda soa melhor que a TASCAM US-800 que uso no iPad, que por sua vez soa bem melhor que a BEHRINGER fuleirinha que veio com o tecladinho MIDI deles.

Triste mesmo é você gravar usando o que há de melhor da tecnologia e da arte pra no final virar MP3, isso sim é de chorar... Cry
« Última modificação: 16 de Agosto de 2013, as 15:12:34 por Alex Frias » Registrado

"TicoTicoCá, TicoTicoLá..."
Pagão e feliz!!
visioncb
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Mensagens: 2.359



« Responder #26 : 16 de Agosto de 2013, as 17:37:38 »

Senhor Adiel, não chore! Grin

Quando falamos sobre evitar essas marcas mais baratas, tínhamos em mente uma qualidade profissional.

É possível gravar com essas e muitas outras e certamente o seu resultado, se bem feito todo o trabalho de captação do som, muito bom. Muito melhor que o que foi gravado digitalmente antes de meados da década de 90 do século 20.

Não adianta ter um super conversor A/D de 24bits/96 kHz num ultra avançado "DeltaBolingTrompson" da UltraFrakingAudio se você grava com um microfone muito ruim, numa posição errada para o que você pretende e com um sinal fraquinho que não vai usar 5 bits dos seus 24!

Como não tenho mais estúdio profissional, gravo para o computador com uma ProdifGold de 8 entradas digitais usando as entradas analógicas de um Alesis ADATxtII. Hoje em dia isso seria ridículo de apontar como opção de interface de áudio, porém ainda soa melhor que a TASCAM US-800 que uso no iPad, que por sua vez soa bem melhor que a BEHRINGER fuleirinha que veio com o tecladinho MIDI deles.

Triste mesmo é você gravar usando o que há de melhor da tecnologia e da arte pra no final virar MP3, isso sim é de chorar... Cry

Tem que ser flac!  Metaleiro
Registrado
Adiel
DIY Freak
******
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.152


Resistance is futile, if <1R


WWW
« Responder #27 : 16 de Agosto de 2013, as 17:39:37 »

 Smiley
Registrado

Guilherme
Colaborador
***
Offline Offline

Mensagens: 828


Rock On


« Responder #28 : 16 de Agosto de 2013, as 18:53:11 »

O problema do home-studio, quando a verba é curta, começa nos microfones. Por mais home que seja, um home studio não vai fugir da necessidade de um par de condensadores de diafragma largo. Começando por baixo,
Citar
quando custa um Audio Technica ?

Citar
Triste mesmo é você gravar usando o que há de melhor da tecnologia e da arte pra no final virar MP3, isso sim é de chorar...

Pior que isso só martelada no mindinho  Sad

Citar
É possível gravar com essas e muitas outras e certamente o seu resultado, se bem feito todo o trabalho de captação do som, muito bom. Muito melhor que o que foi gravado digitalmente antes de meados da década de 90 do século 20

Alex, talvez não tenha entendido o que deveria, mas lá por volta de 1985 a Sony já tinha um sistema de gravação AD da pesada, o Colossus System DMR-4000.

A edição digital ainda era primitiva. Sou amigo do AAD, tudo analógico até a fita máster, daí digitaliza. Mas hoje já são comuns excelentes gravações DDD.

abraços

Guilherme
Registrado

Blues, Jazz, Rock....cortados do mesmo pano.
bossman
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.686



« Responder #29 : 16 de Agosto de 2013, as 19:02:05 »

Triste mesmo é você gravar usando o que há de melhor da tecnologia e da arte pra no final virar MP3, isso sim é de chorar... Cry

É oque acontece !
Registrado

Ding-Ling things, low-cost, low protection. Verbis defectis musica incipit
Páginas:  1 [2] 3   Ir para o Topo
  Imprimir  
 
Ir para:  


Powered by MySQL Powered by PHP Powered by SMF 1.1.21 | SMF © 2006-2009, Simple Machines

XHTML 1.0 Válido! CSS Válido! Dilber MC Theme by HarzeM
Página criada em 0.413 segundos com 21 procedimentos.
SimplePortal 2.3.3 © 2008-2010, SimplePortal