Handmades</center>
 
*
Bem-vindo, Visitante. Por favor faça o Login ou Registro. 07 de Março de 2021, as 11:02:26


Login com nome de usuário, senha e duração da sessão


Páginas:  1 ... 19 20 [21]   Ir para o Fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Tube Screamer TS-808 Clone  (Lida 85479 vezes)
emanuelneto
Colaborador
***
Offline Offline

Mensagens: 500

Obrigado
-Dado: 238
-Recebido: 62



« Responder #300 : 01 de Março de 2021, as 09:20:18 »

No linear você não consegue aproveitar todas as possibilidades de timbres que o agudo neste pedal te proporciona , algo que com a curva W você consegue. pra mim a cereja do bolo neste pedal é sim o potenciômetro.

Potenciômetro é um divisor resistivo variável, igual a dois resistores ligados em série aonde nas extremidades você tem a RT (resistência total pinos 1 e 3) e no centro o divisor resistivo. Uma resistência de 20k é igual a uma resistência de 20k, logo não tem sentido o que você falou sobre "todas as possibilidades" visto que no B20k e W20k você conseguirar os mesmos valores de resistência, só vão está em posições diferentes visto que a curva não é a mesma.

Resumindo: não altera o timbre
« Última modificação: 01 de Março de 2021, as 09:23:35 por emanuelneto » Registrado
darkislanio
Colaborador
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 558

Obrigado
-Dado: 83
-Recebido: 89


I ain't going down this big road by myself


« Responder #301 : 01 de Março de 2021, as 10:56:41 »

já usei linear e já usei também curva w e garanto que a atuação do treeble no pedal muda muito sim.

O que você pode ter percebido de diferente é apenas a alta tolerância nos valores de potenciômetros. Até mesmo dois potenciômetros w soarão diferentes caso um deles tenha 18k e o outro 22k, que está perfeitamente dentro da faixa de tolerância desses componentes. As curvas diferentes de potenciômetros somente existem para facilitar a relação que fazemos entre o giro e a alteração na grandeza que o potenciômetro controla no circuito.
Registrado

This friend of no one, time, creases on your face.
bossman
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.914

Obrigado
-Dado: 1646
-Recebido: 338



« Responder #302 : 01 de Março de 2021, as 18:28:10 »

No linear você não consegue aproveitar todas as possibilidades de timbres que o agudo neste pedal te proporciona , algo que com a curva W você consegue. pra mim a cereja do bolo neste pedal é sim o potenciômetro.

Potenciômetro é um divisor resistivo variável, igual a dois resistores ligados em série aonde nas extremidades você tem a RT (resistência total pinos 1 e 3) e no centro o divisor resistivo. Uma resistência de 20k é igual a uma resistência de 20k, logo não tem sentido o que você falou sobre "todas as possibilidades" visto que no B20k e W20k você conseguirar os mesmos valores de resistência, só vão está em posições diferentes visto que a curva não é a mesma.

Resumindo: não altera o timbre

Não altera mesmo Emanuel mas, eu entendi o que o Fisoterapeuta quis explicar e é real. Com o potenciômetro com a curva correta fica mais fácil de usar e portanto de encontrar os "sweet spots"
Registrado

Ding-Ling things, low-cost, low protection. Verbis defectis musica incipit
Fisioterapeuta
Handmaker
****
Offline Offline

Mensagens: 1.045

Obrigado
-Dado: 6
-Recebido: 15



« Responder #303 : 03 de Março de 2021, as 08:19:26 »

No linear você não consegue aproveitar todas as possibilidades de timbres que o agudo neste pedal te proporciona , algo que com a curva W você consegue. pra mim a cereja do bolo neste pedal é sim o potenciômetro.

Potenciômetro é um divisor resistivo variável, igual a dois resistores ligados em série aonde nas extremidades você tem a RT (resistência total pinos 1 e 3) e no centro o divisor resistivo. Uma resistência de 20k é igual a uma resistência de 20k, logo não tem sentido o que você falou sobre "todas as possibilidades" visto que no B20k e W20k você conseguirar os mesmos valores de resistência, só vão está em posições diferentes visto que a curva não é a mesma.

Resumindo: não altera o timbre

Não altera mesmo Emanuel mas, eu entendi o que o Fisoterapeuta quis explicar e é real. Com o potenciômetro com a curva correta fica mais fácil de usar e portanto de encontrar os "sweet spots"


exatamente...com o linear você não tem um agudo progressivo um ajuste preciso, ou e totalmente fechado ou e totalmente aberto , se você colocar o linear a 12 horas 13 horas e o curva w nesta mesma posição perceberá diferenças na abertura dos agudos
Registrado
xformer
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.745

Obrigado
-Dado: 53
-Recebido: 1770


e^(i x pi)+1=0


WWW
« Responder #304 : 03 de Março de 2021, as 09:08:54 »

Não, na posição do meio (12h), tanto o linear como o potenciômetro W, tem o mesmo valor no cursor, portanto não haverá diferença.



Se fizer citação desta mensagem, retire a imagem de dentro da citação.
Registrado

O que se escreve com "facilidade" costuma ser lido com dificuldade pelos outros. Se quiser ajuda em alguma coisa, escreva com cuidado e clareza. Releia sua mensagem postada e corrija os erros.
Fisioterapeuta
Handmaker
****
Offline Offline

Mensagens: 1.045

Obrigado
-Dado: 6
-Recebido: 15



« Responder #305 : 03 de Março de 2021, as 12:23:19 »

Contra fatos não há argumentos pequeno gafanhoto você esta certo. não entendo do porquê quando eu montei com potenciômetro de 20k linear eu obtive um resultado onde o agudo abria muito após as 15h e praticamente não alterava muito nos valores anteriores, por exemplo as 9 h ele pendia muito mais para o grave.
quando eu montei usando o curva w eu conseguia controlar com  muito mais facilidade o controle do agudo.
« Última modificação: 03 de Março de 2021, as 12:27:20 por Fisioterapeuta » Registrado
xformer
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.745

Obrigado
-Dado: 53
-Recebido: 1770


e^(i x pi)+1=0


WWW
« Responder #306 : 03 de Março de 2021, as 13:30:50 »

Tem a explicação no site do Electrosmash:

https://www.electrosmash.com/tube-screamer-analysis



O potenciômetro G (ou W) permite que você tenha uma variação menor da resistência entre 20% e 80% do curso (trecho de reta menos inclinado em vermelho) do que um potenciômetro linear (trecho de reta mais inclinado em verde), e uma rápida variação nos extremos.  Mas veja que no meio (ponto central), eles se equivalem.

Nos extremos o circuito se torna assim:

« Última modificação: 03 de Março de 2021, as 16:57:02 por xformer » Registrado

O que se escreve com "facilidade" costuma ser lido com dificuldade pelos outros. Se quiser ajuda em alguma coisa, escreva com cuidado e clareza. Releia sua mensagem postada e corrija os erros.
Páginas:  1 ... 19 20 [21]   Ir para o Topo
  Imprimir  
 
Ir para:  


Powered by MySQL Powered by PHP Powered by SMF 1.1.21 | SMF © 2006-2009, Simple Machines

XHTML 1.0 Válido! CSS Válido! Dilber MC Theme by HarzeM
Página criada em 0.054 segundos com 22 procedimentos.
SimplePortal 2.3.3 © 2008-2010, SimplePortal