Handmades</center>
 
*
Bem-vindo, Visitante. Por favor faça o Login ou Registro. 16 de Abril de 2021, as 04:48:45


Login com nome de usuário, senha e duração da sessão


Páginas: [1]   Ir para o Fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Mini amp - 12ax7 e 6L6GC  (Lida 574 vezes)
Pedro Augusto
Iniciante
*
Offline Offline

Mensagens: 134

Obrigado
-Dado: 31
-Recebido: 8



« : 12 de Fevereiro de 2021, as 21:25:55 »

Pessoas, como sabem, estou estudando sobre amplificadores com o intuito de restaurar um Tremendão SL.
Achei esse excelente tópico com a descrição detalhada de como um amplificador simples funciona, o que facilita o entendimento de projetos maiores.
Montar essa cópia do Fender 5F1 é bem mais simples que restaurar o Tremendão, então acho que vou começar por um projeto baseado no esquema do 5F1, caso achem que é viável fazer os dois "ao mesmo tempo".
Bem, vamos às modificações que gostaria de fazer no 5F1:
Quero usar apenas duas válvulas, uma para o pré e a outra para o power. O esquema do 5F1 utiliza uma terceira válvula para retificação da fonte, mas pretendo fazê-la com uma ponte de diodos.
Outra modificação que quero fazer é a troca da 6V6 por uma 6L6.
Assim como no 5F1, não pretendo ter um controle de tonalidades, mas quero acrescentar uma chave de brilho (imitando o Tremendão), que aprendi como funciona graças ao xformer (obrigado mais uma vez).
Por fim, quero colocar mais um controle de volume, ficando um no pré e outro na entrada do power.
Segue o esquema que eu desenhei no EAGLE CAD



O que me dizem, é viável?
Registrado
Matec
Administrator
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Mensagens: 2.712

Obrigado
-Dado: 152
-Recebido: 687



« Responder #1 : 12 de Fevereiro de 2021, as 22:01:26 »

Acho, que em vez de "projetar", você deveria apenas construir. E deixar pra mais tarde as modificações, depois que entender melhor, aí poderia fazer tudo o que quisesse.
Digo isso, por ter alguns errinhos no seu esquema, e que por falta de experiência, você não percebeu.

 Smiley
Registrado
Pedro Augusto
Iniciante
*
Offline Offline

Mensagens: 134

Obrigado
-Dado: 31
-Recebido: 8



« Responder #2 : 12 de Fevereiro de 2021, as 23:15:08 »

Acho, que em vez de "projetar", você deveria apenas construir. E deixar pra mais tarde as modificações, depois que entender melhor, aí poderia fazer tudo o que quisesse.
Digo isso, por ter alguns errinhos no seu esquema, e que por falta de experiência, você não percebeu.

 Smiley
Entendi, já quero colocar o carro na frente dos bois.
Vou seguir o esquema do 5F1.
Obrigado, Márcio!
Registrado
xformer
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.803

Obrigado
-Dado: 53
-Recebido: 1793


e^(i x pi)+1=0


WWW
« Responder #3 : 13 de Fevereiro de 2021, as 07:58:16 »

Primeiro precisa aprender como funcionam os circuitos básicos na eletrônica e como calculá-los.
Por exemplo, você usou dois capacitores de 220 pF para acoplamento dos estágios, junto com os potenciômetros de 1 Mohms. Eles formam filtros passa-altas. Mas com esses valores, a frequência de corte é de 723 Hz. Ou seja, você mata boa parte dos sinais de áudio pra baixo dessa frequência. Normalmente os capacitores nessas posições são na faixa de valores de nano farads (1000 vezes maior do que pico farads).
No primeiro estágio, falta um resistor ligando a grade da V1a para o terra. Sem esse resistor, a grade fica sem referência ao terra e flutuante. Para a válvula triodo ficar polarizada num estágio desse, a grade precisa ter uma tensão menor do que a tensão existente no catodo (ou seja negativa em relação ao catodo). No catodo vai haver uma pequena tensão positiva, e se a grade estiver aterrada pelo resistor, a condição de polarização ocorre (autopolarização por resistor de catodo). Esse é um conceito básico que deve ser compreendido.
Outro detalhe no esquema é a realimentação que vem do secundário do transformador de saída. Em amplificadores se costuma usar realimentação negativa, que estabiliza o amplificador contra oscilações. Ao contrário, se usar realimentação positiva, o amplificador fica instável e começa a oscilar (apitar). Há uma diferença muito grande entre uma e outra e os pontos onde a realimentação é implementada deve ser estudada. Dependendo do fio do secundário que se liga a realimentação e para onde a realimentação é ligada, ela pode se tornar tanto positiva ou negativa. Assim como o valor do resistor de realimentação, que vai determinar o ganho.  Caso os capacitores em paralelo com os resistores de catodo sejam de valores maiores (normalmente de micro farads, 1000000 de vezes maior do que pico farads), o ponto de entrada da realimentação estaria aterrado para sinais de áudio, cancelando a realimentação.
Por fim, os pontos de polarização dependem muito das tensões da fonte de alimentação, colocar apenas um "+" no esquema, não quer dizer que com os valores de componentes usados no desenho, os estágios estarão devidamente polarizados como desejado, por exemplo, com 100 V é uma coisa, com 300 V é outra coisa. As coisas precisam ser calculadas e testadas na prática para se determinar os valores corretos. Isso serve para os resistores, capacitores, transformador de saída (determinar a impedância do primário é crucial para o estágio de saída). Os componentes tem uma razão de estar ali, não é um monte de coisa jogada.   
 
Registrado

O que se escreve com "facilidade" costuma ser lido com dificuldade pelos outros. Se quiser ajuda em alguma coisa, escreva com cuidado e clareza. Releia sua mensagem postada e corrija os erros.
Pedro Augusto
Iniciante
*
Offline Offline

Mensagens: 134

Obrigado
-Dado: 31
-Recebido: 8



« Responder #4 : 13 de Fevereiro de 2021, as 09:37:23 »

Pois é, xformer. Sobre os resistores, eu cheguei a pensar que os valores dependem da tensão e da corrente de entrada no circuito e de qual valor seria necessário para “entrar” na válvula, mas me confiei nos dois esquemas que usam a 12ax7 no pré e que usam valores iguais em vários pontos.
Mas fazer isso sem entender o motivo e cálculo de cada valor é pedir pra dar errado.
Desculpem por minha empolgação e atrapalho, fiz igual a meus alunos de primeiro período que acham que já sabem do assunto antes de estudar de verdade.
Eu vou estudar calmamente o tópico “Como um amplificador de guitarra funciona”.
Se me permitirem, vou fazer esse estudo colocando por partes aqui o que eu entendi nele.
Registrado
xformer
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.803

Obrigado
-Dado: 53
-Recebido: 1793


e^(i x pi)+1=0


WWW
« Responder #5 : 13 de Fevereiro de 2021, as 10:32:37 »

Eu entendo sua empolgação, o artigo do Rob é muito legal mesmo. Entretanto, o artigo é o que o título dele diz: ele explica apenas como funciona, mas não explica como projetar um amplificador. São coisas diferentes.  Eu posso saber como funciona um elevador, mas não significa que eu seja capacitado para projetar um elevador, ou um carro, ou um avião, uma ponte, etc.  Pra isso existe a engenharia. Projetar coisas não são simples atos de copiar e colar.

Para te ajudar, o site do Valve Wizard é um passo adiante para seus estudos:

http://www.valvewizard.co.uk/

Leia e faça o download dos diversos artigos, cada um cobrindo uma parte de um amplificador e especialmente esta planilha em Excel:
http://www.valvewizard.co.uk/LoadLinePlotter.xls

Ela ajuda a projetar um estágio amplificador com um triodo e você pode alterar os valores de cada componente no estágio e ver o resultado.
« Última modificação: 13 de Fevereiro de 2021, as 10:34:44 por xformer » Registrado

O que se escreve com "facilidade" costuma ser lido com dificuldade pelos outros. Se quiser ajuda em alguma coisa, escreva com cuidado e clareza. Releia sua mensagem postada e corrija os erros.
bossman
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.978

Obrigado
-Dado: 1674
-Recebido: 362



« Responder #6 : 13 de Fevereiro de 2021, as 11:13:14 »

Meu conselho é o mesmo do Eduardo que há tempos não vejo por estas bandas... Siga a receita do bolo ! Não invente se você não sabe muito bem o que está fazendo. Faça como está projetado e que você sabe que funciona e depois tente alterações
« Última modificação: 13 de Fevereiro de 2021, as 11:16:15 por bossman » Registrado

Ding-Ling things, low-cost, low protection. Verbis defectis musica incipit
kem
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Mensagens: 5.002

Obrigado
-Dado: 88
-Recebido: 729



« Responder #7 : 13 de Fevereiro de 2021, as 15:59:43 »

O AX84 tem um projeto chamado P1 eXtreme... É uma versão do tradicional P1 com uma EL34 na saída.
https://ax84.com/archive/ax84.com/p1x.html

Achei um esquema (de acordo com o site, testado) na página russa do AX84 com uma 6L6 na saída, e uma pegada "mais Fender".
http://ax84.rru.com/media/ax84_m116.gif

Pode servir de referência.
« Última modificação: 13 de Fevereiro de 2021, as 17:29:54 por kem » Registrado

I don't want to die young...
I want to diode!
bossman
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.978

Obrigado
-Dado: 1674
-Recebido: 362



« Responder #8 : 13 de Fevereiro de 2021, as 17:22:49 »

Achei um esquema (de acordo com o site, testado) na página russa do AX84 com uma 6L6 na saída, e uma pegada "mais Fender".
https://lh3.googleusercontent.com/proxy/Htj3zvdF0Oo49Hob-49ZSJiD4Psz5F-CzwkQ7utVH1eFMHHNXBgx1UVUsbLCDpwiToKmVQYugQNAUf6A1roB

Pode servir de referência.

Tem esse esquema com uma melhor resolução ?
Registrado

Ding-Ling things, low-cost, low protection. Verbis defectis musica incipit
kem
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Mensagens: 5.002

Obrigado
-Dado: 88
-Recebido: 729



« Responder #9 : 13 de Fevereiro de 2021, as 17:30:14 »

Tem esse esquema com uma melhor resolução ?
Achei. Já editei a postagem anterior.
Apesar de constar como testado e montado, numa olhada rápida da pra ver que o resistor de catodo da 6L6 ta subdimensionado... Precisava ser uns 3W pelo menos (nessa situação ta consumindo 1.4W).
« Última modificação: 13 de Fevereiro de 2021, as 17:34:48 por kem » Registrado

I don't want to die young...
I want to diode!
Páginas: [1]   Ir para o Topo
  Imprimir  
 
Ir para:  


Powered by MySQL Powered by PHP Powered by SMF 1.1.21 | SMF © 2006-2009, Simple Machines

XHTML 1.0 Válido! CSS Válido! Dilber MC Theme by HarzeM
Página criada em 0.049 segundos com 22 procedimentos.
SimplePortal 2.3.3 © 2008-2010, SimplePortal