Handmades</center>
 
*
Bem-vindo, Visitante. Por favor faça o Login ou Registro. 15 de Setembro de 2019, as 23:27:22


Login com nome de usuário, senha e duração da sessão


Páginas:  [1] 2 3   Ir para o Fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Pre amp valvulado RIAA  (Lida 15476 vezes)
bossman
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.686



« : 26 de Novembro de 2013, as 15:07:34 »

Alguém tem ou sabe onde encontrar projetos de preamps RIAA valvulados? Só encontrei um link e assim mesmo não dá muitos detalhes... link do Alvaro Neiva
Registrado

Ding-Ling things, low-cost, low protection. Verbis defectis musica incipit
cobalto777
Freqüente
**
Offline Offline

Mensagens: 297



« Responder #1 : 26 de Novembro de 2013, as 15:24:45 »

http://www.diyaudioprojects.com/Tubes/tubes.htm
http://www.shine7.com/audio/6922_pre.htm


-----
esse com as 6922 é o que uso hoje em dia,é muito bom,mas tem fazer uma fonte muito bem filtrada mesmo,se não o hum perturba,só consegui deixar ele totalmente silencioso,fazendo uso do que eles chamam de snubber...ai sim,posso colocar no máximo e encostar os ouvidos nos caixas,que não tem rúido de nenhum tipo...
« Última modificação: 26 de Novembro de 2013, as 15:53:31 por cobalto777 » Registrado
Eduardo
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 3.686


Paricipe da World Community Grid!


WWW
« Responder #2 : 26 de Novembro de 2013, as 17:25:47 »

Oi Pessoal

Esses dois prés que o Cobalto777 passou são excelentes, mas nenhum deles é RIAA. O RIAA é um pré descompressor. Este é um bom esquema para quem quiser se aventurar no mundo dos ganhos absurdos com necessidade de silêncio:

http://diyaudioprojects.com/mirror/members.aol.com/sbench101/Preamps/RIAA5.gif

Filamentos em corrente contínua são indispensáveis. Aqui não tem choro.

Abraços

Eduardo
Registrado

Obsoleto é filho do Custo, não da Melhoria.
cobalto777
Freqüente
**
Offline Offline

Mensagens: 297



« Responder #3 : 26 de Novembro de 2013, as 17:41:07 »

http://diyaudioprojects.com/Tubes/RIAA-Phono-Preamp/

nem esse aqui é riaa???

abraços.
Registrado
Alex Frias
DIY Freak
******
Offline Offline

Mensagens: 7.641


Flanelinhas, cuidado!!!


« Responder #4 : 26 de Novembro de 2013, as 18:12:54 »

Esse pré teria que ser configurado com um expansor pra tentar desfazer as compressão doente aplicada na master pra fabricar vinil?
Registrado

"TicoTicoCá, TicoTicoLá..."
Pagão e feliz!!
Guilherme
Colaborador
***
Offline Offline

Mensagens: 828


Rock On


« Responder #5 : 26 de Novembro de 2013, as 18:31:21 »

Mr. Bossman

Eu poderia lhe arrumar uns 10, entre comerciais manjados e DIY.

Mas como eu sou um cara de bom coração, vou demove-lo dessa ideia, a não ser que você já tenha construído algum transistorizado, seja discreto ou integrado, e se acostumado aos problemas que acompanham a construção desses prés.

Se você quiser posso postar aqui um RIAA que uso há mais de 25 anos, projeto de um cara chamado Peter Baxandall e publicado na seção Letters to the Editor de uma edição do JAES em 1981.

É montar e correr prá galera. Com os bifet de hoje em dia dá para fazer um RIAA que, se fosse comercial, custaria uma pequena fortuna.

No meu funciona um singelo TL072 e um OPA2604 como buffer de saída, mas sendo compatível em pinos, é possível usar um zilhão de outros bifets.

Tem ganho selecionável de 20, 30 ou 40dB.

abraços

Guilherme
Registrado

Blues, Jazz, Rock....cortados do mesmo pano.
gubterra
Colaborador
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 741


"A dúvida é o princípio da sabedoria."


« Responder #6 : 26 de Novembro de 2013, as 18:42:33 »

Por favor guilherme, poste sim!
Inclusive, se puder indicar um projeto a valvula também, sou ávido apreciador dos bolachões, e gostaria muito de dar de presente pro meu pai um pré riaa + power estereo pra ele ouvir os bolachões dele! Não precisa ser nada potente, inclusive melhor seria riaa + amplificador para fone de ouvido tudo valvulado, tem jeito? existe? vale a pena? ou to viajando na maionese  Grin  ......  Acontece direto!

Ele esta mudando pra um apartamento então preciso fazer algo de qualidade pra ele ouvir os bolachões dele em um fone...

Bossman desculpa se prostitui um pouco o tópico, mas o assunto muito me interessa e por causas nobres... valeu, um abraço!
« Última modificação: 26 de Novembro de 2013, as 18:50:01 por gubterra » Registrado
cobalto777
Freqüente
**
Offline Offline

Mensagens: 297



« Responder #7 : 26 de Novembro de 2013, as 20:51:35 »

http://www.diyaudioprojects.com/Tubes/6DJ8-Tube-Headphone-Amp/
Registrado
bossman
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.686



« Responder #8 : 26 de Novembro de 2013, as 21:13:12 »

Esse pré teria que ser configurado com um expansor pra tentar desfazer as compressão doente aplicada na master pra fabricar vinil?

Esse é o ponto! Estou procurando uma pra essa aplicação mesmo! Ouvir vinil.

-----
Mr. Bossman

Eu poderia lhe arrumar uns 10, entre comerciais manjados e DIY.

Mas como eu sou um cara de bom coração, vou demove-lo dessa ideia, a não ser que você já tenha construído algum transistorizado, seja discreto ou integrado, e se acostumado aos problemas que acompanham a construção desses prés.

Se você quiser posso postar aqui um RIAA que uso há mais de 25 anos, projeto de um cara chamado Peter Baxandall e publicado na seção Letters to the Editor de uma edição do JAES em 1981.

É montar e correr prá galera. Com os bifet de hoje em dia dá para fazer um RIAA que, se fosse comercial, custaria uma pequena fortuna.

No meu funciona um singelo TL072 e um OPA2604 como buffer de saída, mas sendo compatível em pinos, é possível usar um zilhão de outros bifets.

Tem ganho selecionável de 20, 30 ou 40dB.

abraços

Guilherme

 Cheesy Ok Guilherme só gostaria de saber os seus motivos pra não fazer um com válvulas. E sobre o projeto do Baxandall você poderia disponibiliza-lo pra gente por favor?
« Última modificação: 26 de Novembro de 2013, as 21:16:33 por bossman » Registrado

Ding-Ling things, low-cost, low protection. Verbis defectis musica incipit
Eduardo
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 3.686


Paricipe da World Community Grid!


WWW
« Responder #9 : 27 de Novembro de 2013, as 06:22:50 »


Sim, este é RIAA!
Registrado

Obsoleto é filho do Custo, não da Melhoria.
hgamal
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 3.776



« Responder #10 : 27 de Novembro de 2013, as 07:08:20 »

Esse pré teria que ser configurado com um expansor pra tentar desfazer as compressão doente aplicada na master pra fabricar vinil?

A RIAA não diz respeito a faixa dinâmica (compressão - expansão), mas sim sobre o perfil da banda passante do material (distribuição de frequências).

O RIAA desfaz a EQUALIZAÇÂO doente que é feita sobre o material quando masterizado para LPs. A Equalização RIAA é feita para evitar sulcos muito largos no disco que poderiam causar "passagens" entre as trilhas. Ao gravar enfatiza-se os agudos e atenua-se os graves. Na hora de tocar a equalização é inversa:

Registrado

Deus salva... e o Rock alivia! Ainda está em tempo do Rock 'n' Roll te salvar
Eduardo
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 3.686


Paricipe da World Community Grid!


WWW
« Responder #11 : 27 de Novembro de 2013, as 09:36:11 »

Oi Haroldo

Sempre achei que a compressão fosse uma equalização. Pode lançar uma luz sobre o conceito?

Abraços

Eduardo
Registrado

Obsoleto é filho do Custo, não da Melhoria.
Alex Frias
DIY Freak
******
Offline Offline

Mensagens: 7.641


Flanelinhas, cuidado!!!


« Responder #12 : 27 de Novembro de 2013, as 09:56:19 »

Ao meu ver, essa compressão é para adequar a dinâmica do sinal ao headroom da media usada. A equalização se refere normalmente à aplicação de filtros... Mas pode haver uma certa distância entre o que se fala na prática de áudio e seus engenheiros e cientistas. Se alguém puder e quiser esclarecer esse ponto...

Se não há expansão na execução, essa compressão permanece e cria essa sensação bizarra de "som potente" que muitos apreciadores de vinil (de boa qualidade, claro) tanto falam e que as bandas exigem hoje em dia na hora de masterizar um álbum já mixado.
« Última modificação: 27 de Novembro de 2013, as 09:58:02 por Alex Frias » Registrado

"TicoTicoCá, TicoTicoLá..."
Pagão e feliz!!
hgamal
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 3.776



« Responder #13 : 27 de Novembro de 2013, as 10:46:24 »

Sempre achei que a compressão fosse uma equalização. Pode lançar uma luz sobre o conceito?

Simplificando ao máximo "compressão": atenuar sinais fortes e enfatizar os sinais fracos.

A "expansão" é o caminho inverso.

Estas técnicas nasceram para melhorar a relação sinal/ruído do material gravado: comprimir para gravar e expandir para reproduzir.

No caso dos redutores de ruído, a curva que governa as alterações de amplitude tem que ser muito bem definida. Se não o processo não "reverte".

Na compressão/expansão, usadas para efeitos ou masterização, a curva de ganho não necessita ser tão definidas.

Embora equalizar remeta a "deixar igual", em gravação profissional o termo "equalizar" diz mais respeito a alterar o conteúdo harmônico do que "deixar iguais os níveis".
Registrado

Deus salva... e o Rock alivia! Ainda está em tempo do Rock 'n' Roll te salvar
Eduardo
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 3.686


Paricipe da World Community Grid!


WWW
« Responder #14 : 27 de Novembro de 2013, as 11:35:44 »

Então o RIAA se enquadra mesmo em compressão/expansão, pois os sinais graves são atenuados e os agudos ampliados no processo de gravação, para melhorar a relação sinal/ruído, e o processo inverso é feito na reprodução. Embora isso seja obtido com filtros passa alta e passa baixa, não creio que se possa qualificar como equalização.
Registrado

Obsoleto é filho do Custo, não da Melhoria.
Páginas:  [1] 2 3   Ir para o Topo
  Imprimir  
 
Ir para:  


Powered by MySQL Powered by PHP Powered by SMF 1.1.21 | SMF © 2006-2009, Simple Machines

XHTML 1.0 Válido! CSS Válido! Dilber MC Theme by HarzeM
Página criada em 0.226 segundos com 21 procedimentos.
SimplePortal 2.3.3 © 2008-2010, SimplePortal