Handmades</center>
 
*
Bem-vindo, Visitante. Por favor faça o Login ou Registro. 22 de Novembro de 2019, as 03:10:02


Login com nome de usuário, senha e duração da sessão


Páginas:  [1] 2 3 4   Ir para o Fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Direct Box Passivo  (Lida 10550 vezes)
rafafelix
Colaborador
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 600



« : 18 de Outubro de 2016, as 11:26:17 »

Olá pessoal,

Alguém saberia me indicar onde encontro um transformador de linha para um Direct Box Passivo? Pretendo montar um para ligar instrumentos na mesa de som.

Me disseram que o transformador tem que ter impedância de 600 ohms na entrada para 8 ohms na saída, mas não sei se essa informação está correta.

Se alguém puder ajudar, agradeço muito.
Registrado

Timbre é tudo igual. Os ouvidos é que são diferentes!
Alfredo Padrao
Handmaker
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 1.425


"Fui eu que fiz"


WWW
« Responder #1 : 18 de Outubro de 2016, as 15:14:51 »

rafafelix, os transformadores tem que ser 600 ohms na entrada para 8 ohms na saída? ou 600 ohms na entrada para 600 ohms na saída, apenas com a função de isolar os sinais?
Registrado

rafafelix
Colaborador
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 600



« Responder #2 : 18 de Outubro de 2016, as 15:35:03 »

Alfredo, não sei como funciona essa relação nos direct boxes. Para falar a verdade, nunca montei nada com transformadores. Me falaram isso no facebook, mas não sei se é correto.

Andei olhando alguns esquemas elétricos no google, e vi que tem com vários valores de saída: 600 ohms, 150 ohms e tinham me falado 8 ohms. Provavelmente, haja um valor máximo tolerável, mas não um exato como regra.

E agora não tenho nem certeza mais da impedância de entrada se são 600 ohms, já vi que vi esquemas com até 50k de entrada.

Estou meio perdido, por isso abri o tópico aqui.  Cheesy
Registrado

Timbre é tudo igual. Os ouvidos é que são diferentes!
Alfredo Padrao
Handmaker
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 1.425


"Fui eu que fiz"


WWW
« Responder #3 : 18 de Outubro de 2016, as 15:44:42 »

Também vi várias proporções diferentes de transformadores, e até entrada ou saída balanceadas ou não, ou mistura das duas.  Acho que vai variar do uso específico que se queira dar.
Registrado

rafafelix
Colaborador
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 600



« Responder #4 : 18 de Outubro de 2016, as 15:59:08 »

O que DI que eu pretendo montar é para minha namorada usar no teclado. Ela faz apresentações em locais variados e nem sempre há um desses disponível.

Você tem alguma idéia dos valores para uso no teclado?
Registrado

Timbre é tudo igual. Os ouvidos é que são diferentes!
Guilherme
Colaborador
***
Offline Offline

Mensagens: 828


Rock On


« Responder #5 : 18 de Outubro de 2016, as 19:17:00 »

Transformadores para direct-box devem ter relações de transformação tão altas quanto possivel.

Se levarmos em consideração que um valor "nominal" de impedancia de entrada de mic-preamps é de 1.000 ohms (numeros redondos), uma relação de transformação 12:1 implicaria em uma impedancia refletida 140.000 ohms no primário, onde é ligado, entre outros, captadores singles e humbuckers.

Experimente "carregar" um captador com 600 ohms e divulgue os resultados...

Existem transformadores para DI passivas com relação de transformação até 20:1 (mais ou menos 500.000 ohms no primário) em mic-preamps com 1.000 ohms de entrada.
Registrado

Blues, Jazz, Rock....cortados do mesmo pano.
rafafelix
Colaborador
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 600



« Responder #6 : 18 de Outubro de 2016, as 19:42:54 »

Guilherme, acho que estou começando a entender. Não faz sentido realmente usar um transformador com 600 ohms no primário para a guitarra porque, a saída dos meus captadores P90 tem 7,2k e 8,9k.
Isso sem contar que meu DI pode receber instrumentos com saída ainda maior.

Meu raciocínio está correto ou continuo perdido?
Registrado

Timbre é tudo igual. Os ouvidos é que são diferentes!
Antonio de Campos Junior
Freqüente
**
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 432



« Responder #7 : 19 de Outubro de 2016, as 20:44:14 »

Rafafelix,

Dê uma olhada neste artigo:
               http://sound.whsites.net/project35.htm
Tem circuitos de DI Box tanto Ativos quanto Passivos.
Espero que ajude (ou confunda mais  Cheesy - no bom sentido, claro)

Abraços
Registrado

Os políticos e as fraldas devem ser trocados sempre, e sempre pelos mesmos motivos!
rafafelix
Colaborador
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 600



« Responder #8 : 19 de Outubro de 2016, as 21:47:03 »

Rafafelix,

Dê uma olhada neste artigo:
               http://sound.whsites.net/project35.htm
Tem circuitos de DI Box tanto Ativos quanto Passivos.
Espero que ajude (ou confunda mais  Cheesy - no bom sentido, claro)

Abraços

Lendo esse artigo, pude entender que, a relação do transformador utilizado é de 1:1, sendo de 600 ohms ou mais alto.

O Alfredo não estava errado, se analisarmos esta aplicação em específico. Nesse esquema as impedâncias do primário e secundário são iguais, sendo o papel do transformador apenas isolar os dois sinais.

Tentarei me basear nele para montar. Irei procurar um transformador nessas especificações.

Obrigado pelo link, Antônio.
« Última modificação: 20 de Outubro de 2016, as 07:26:00 por rafafelix » Registrado

Timbre é tudo igual. Os ouvidos é que são diferentes!
Guilherme
Colaborador
***
Offline Offline

Mensagens: 828


Rock On


« Responder #9 : 20 de Outubro de 2016, as 14:04:55 »

Rafafelix, isoladores 1:1 (150:150 ou 600:600) não servem para direct-box (direct injection). Só servem como isoladores para sinais com nível de linha (sinais de alta amplitude) sobre baixa impedância (<1000 ohms).

O circuito do link acima, ligeiramente modificado, fica bem parecido com o usado por EVH para extrair o sinal da saida do seu 1959 SLP e endereçar para seu setup particular de PA.

Direct box é completamente diferente, pois recebem sinais de baixa amplitude proveniente de captadores ou saida de teclados e afins (poucos milivots até alguns volts) sobre alta impedância (>100kohms) e convertem para baixa impedância (<1000 ohms) com nivel de tensão adequado para as entradas de microfone de consoles e afins (alguns milivolts até dezenas de milivolts).

Um guia seguro para direct-box, passivas e ativas:

1. Data-sheet do mais famoso e usado transformador para direct-box do planeta:

http://www.jensen-transformers.com/wp-content/uploads/2014/08/jt-db-e.pdf

2. Uma aplicação DI passiva sugerida pelo próprio fabricante desse transformador:

http://www.jensen-transformers.com/wp-content/uploads/2014/08/as066.pdf

3. Uma aplicação DI ativa com Jfet sugerida pelo próprio fabricante desse transformador:

http://www.audiolink.com.br/audiolink/imagens/phantom_fet.jpg

4. Uma DI ativa com transistores comuns. Handmade "profissa" (Procurem pelo website do B.Hansen !!!):

http://www.audiolink.com.br/audiolink/imagens/Active DI box 1975.jpg

5. Um simples Buffer-DI ativa valvulada, criação de quem vos escreve:

http://www.audiolink.com.br/audiolink/imagens/Lynx_Tube_DI.gif

Atenção: quem fizer uso da DI acima e não der os devidos créditos vai devolver pela boca tudo aquilo que comeu 24 horas atrás.  Evil Praga válida até mesmo para os "gurus" que falam e escrevem (mal) o idioma de Shakespeare.

Registrado

Blues, Jazz, Rock....cortados do mesmo pano.
rafafelix
Colaborador
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 600



« Responder #10 : 20 de Outubro de 2016, as 21:39:04 »

Guilherme, após essas explicações com direito a exemplos, acabaram minhas dúvidas. Uma aula sobre direct box, que eu não tinha encontrado pesquisando no Google.

Vou procurar um transformador nas especificações adequadas. Espero que não seja muito complicado de encontrar.

Mais uma vez, obrigado por sua ajuda.
Registrado

Timbre é tudo igual. Os ouvidos é que são diferentes!
Patines
Handmaker
****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 1.500



« Responder #11 : 21 de Outubro de 2016, as 11:08:48 »

Esse texto, é bem interessante, e já na sua parte inicial aborda importantes aspectos do "para que usar" uma direct box, não sendo displicente quando fala no isolamento galvânico proporcionado pelo transformador para solução de loops de terra:
http://whirlwindusa.com/support/tech-articles/direct-box-can-be-di-spensible/
se for o camarada for de inglês precário(ou preguiçoso como eu),pode usar direto o tradutor:
https://translate.google.com.br/translate?sl=en&tl=pt&js=y&prev=_t&hl=pt-BR&ie=UTF-8&u=http%3A%2F%2Fwhirlwindusa.com%2Fsupport%2Ftech-articles%2Fdirect-box-can-be-di-spensible%2F&edit-text=&act=url

Segundo o texto(traduzido pelo google e ajudado por mim):
"A "DI" serve várias funções básicas:

* Ele converte um sinal de alta impedância para um sinal de baixa impedância (embora também aceitará um sinal de baixa impedância a partir de um pré-amplificador, teclado, captador ativo ou outro dispositivo eletrônico).

* Ele converte um sinal desequilibrado para equilibrado.

* Ele reduz um sinal forte instrumento ou nível linha de (e às vezes até mesmo sinal de nível alto-falante) a um sinal de nível de mic adequado para conexão com a entrada de microfone de um console de mixagem.

* Ela isola o equipamento eletrônico no palco da mesa de mistura, o que pode ajudar a eliminar interferências e ruído causado pela interação ou loops de terra. Também bloqueia a alimentação fantasma enviado a partir do misturador para que ele não pode interagir com o dispositivo conectado à entrada do DI.
"

Importante aspecto levantado no texto é que o transformador não tem um impedância fixa, ele apenas reflete as impedâncias do primário para o secundário.   No caso de querer "mudar as impedâncias", é importante notar que o transformador não pode apresentar relação de transformação de 1:1:

"Embora transformadores DI são muitas vezes referidos como tendo uma impedância intrínseca, eles realmente reflectir a impedância ligada à saída de volta para a fonte e vice-versa. Numa DI, a relação de espiras do transformador será geralmente cerca de 11,5: 1, primário para o secundário. Isto resulta numa relação de impedância de cerca de 133: 1. É este passo para baixo característico do transformador que reduz o nível de tensão do sinal de linha para um nível de microfone."

Descontando a propaganda, o texto esclarece para poder vender.

Abraços
« Última modificação: 21 de Outubro de 2016, as 12:57:06 por Patines » Registrado
rafafelix
Colaborador
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 600



« Responder #12 : 21 de Outubro de 2016, as 13:26:59 »

Patines, as funções a que o DI se propõe eram as únicas coisas que eu sabia quando postei o tópico  Cheesy

Com a sua ajuda e do Guilherme eu compreeendi que a relação de impedâncias não pode ser de 1:1 pois as amplitudes dos sinais continuariam a mesma.
Além disso, com esse link que você postou, eu entendi como atua a chave ground/lift. Veja a situação: a igreja em que frequento recebeu um órgão como doação, mas quando a gente ligava ele na mesa, tinha um chiado muito chato. Demorei um pouco a localizar que o problema estava exatamente no DI. Foi só mudar o ground/lift que o chiado sumiu, porque isolou os terras. Eu havia visto (ouvido) isso na prática, mas não sabia como funcionava em teoria.

Agora preciso encontrar um transformador para saber se o valor compensa para montar ou comprar um DI pronto.

Obrigado pela ajuda.

Abraços

Registrado

Timbre é tudo igual. Os ouvidos é que são diferentes!
andersohm
Iniciante
*
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 110


« Responder #13 : 21 de Outubro de 2016, as 13:54:31 »

Amigo, pelos preços até mesmo dos Di's ativos e com a preferência de poupar tempo, comprar um pronto chega a ser interessante, veja:

Passivo 01
Passivo 02
Passivo 03
Ativo 01
Ativo 02

Este último eu já usei em um baixo, porém não sei lhe informar sobre a eficiência dele...
Agora, se o espírito DIY for mais forte...
Aí meu caro já é outra história...  Cheesy Cheesy Cheesy Cheesy Cheesy
« Última modificação: 21 de Outubro de 2016, as 13:59:16 por andersohm » Registrado

"Don't talk to strangers..."
rafafelix
Colaborador
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 600



« Responder #14 : 21 de Outubro de 2016, as 14:13:08 »

Andersohm, eu darei preferência a montar um, caso eu encontre o transformador a um preço convidativo. Como é um presente para a namorada, seria mais legal se fosse personalizado. Além do prazer de montar o equipamento, é claro.

Mas, caso contrário, comprarei um pronto mesmo.
« Última modificação: 21 de Outubro de 2016, as 15:06:09 por rafafelix » Registrado

Timbre é tudo igual. Os ouvidos é que são diferentes!
Páginas:  [1] 2 3 4   Ir para o Topo
  Imprimir  
 
Ir para:  


Powered by MySQL Powered by PHP Powered by SMF 1.1.21 | SMF © 2006-2009, Simple Machines

XHTML 1.0 Válido! CSS Válido! Dilber MC Theme by HarzeM
Página criada em 0.524 segundos com 21 procedimentos.
SimplePortal 2.3.3 © 2008-2010, SimplePortal