Handmades</center>
 
*
Bem-vindo, Visitante. Por favor faça o Login ou Registro. 23 de Outubro de 2019, as 16:08:14


Login com nome de usuário, senha e duração da sessão


Páginas:  1 ... 35 36 [37] 38 39   Ir para o Fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Como enrolar transformadores  (Lida 133133 vezes)
marcao_cfh
Handmaker
****
Offline Offline

Mensagens: 1.451


« Responder #540 : 28 de Abril de 2019, as 18:36:33 »

Ramsay, realmente é complicado. Já fiz isso uma vez, enrolei um transformador de saída na mão, e deu muito trabalho.

Raphael, acredito que um contador de tape deck antigo funcione sim, assim como um contador de hodômetro de bicicleta ou de moto. Usei a calculadora porque era o que tinha em mãos, aqui na minha cidade acredito que não acharia um contador de tape deck. Na verdade, a ideia inicial era fazer um contador com arduino que desligasse sozinho após o número de voltas desejado, cheguei a fazer mas usei um motor de passo muito lento. Como acredito que enrolarei pouquíssimos transformadores, parti para algo mais básico mesmo.

Bossman, enrolei um de saída na mão, mas coloquei as espiras lado a lado. Deu um trabalhão, mas funcionou.

Xformer, não entendo muito de molinetes/pesca. Nesse que comprei, o carretel de linha não gira, apenas sobe e desce. Quem gira é o rotor externo, assim como o seu. Também imaginei que o eixo principal não girasse. Ao desmontar, percebi que o eixo principal gira, e o rotor externo era acoplado ao eixo. Em torno do eixo havia o mecanismo responsável pelo sobe e desce, e esse mecanismo era acoplado ao carretel.
Registrado
marcao_cfh
Handmaker
****
Offline Offline

Mensagens: 1.451


« Responder #541 : 29 de Maio de 2019, as 14:24:25 »

Dentro da correria do dia a dia, finalmente consegui um tempinho para usar a bobinadora e enrolar meu primeiro transformador de força:


É um transformador para uma 6N2P e uma EL84. Fiz o secundário de alta tensão sem center tap, adequando a corrente para a retificação em ponte de acordo com essa tabela. Eu tinha as chapas (bem feias, por sinal Cheesy), mas não tinha carretel. O jeito foi fazer um com papelão. Ainda não defini a orientação dele no chassis, então ele ainda não tem nada para a fixação.

Fiz os cálculos para 6,3V nos filamentos e 190V na alta tensão. Não testei diretamente na tomada, mas sim ligado a um transformador para 12V. Após medir as tensões de entrada e saída e recalcular para um primário de 127V, obtive uma estimativa de 192,63V na alta tensão e 6,10V nos filamentos. Considero esse primeiro transformador de força como uma tentativa bem sucedida.

Só não sei se a bitola dos fios flexíveis utilizados são suficientes ou se precisa usar fios mais grossos. Não sei as bitolas exatas que usei, pois usei fios que tinha em casa, mas usei fios ligeiramente mais grossos para os filamentos devido à alta corrente neles.

Atualizando: testado e funcionando. Testei em um P1, a tensão dos filamentos caiu para 5,7V e a alta tensão caiu para 173V (tensões usando lâmpada em série). Queda dentro do aceitável. Toquei por alguns minutos, o transformador não esquentou nada. Agora preciso arranjar um tempo e finalizar a montagem.
« Última modificação: 02 de Junho de 2019, as 13:34:41 por marcao_cfh » Registrado
raphaelCoelho
Iniciante
*
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 155



« Responder #542 : 16 de Julho de 2019, as 11:56:20 »

Dentro da correria do dia a dia, finalmente consegui um tempinho para usar a bobinadora e enrolar meu primeiro transformador de força

É um transformador para uma 6N2P e uma EL84. Fiz o secundário de alta tensão sem center tap, adequando a corrente para a retificação em ponte de acordo com essa tabela. Eu tinha as chapas (bem feias, por sinal Cheesy), mas não tinha carretel. O jeito foi fazer um com papelão. Ainda não defini a orientação dele no chassis, então ele ainda não tem nada para a fixação.

Fiz os cálculos para 6,3V nos filamentos e 190V na alta tensão. Não testei diretamente na tomada, mas sim ligado a um transformador para 12V. Após medir as tensões de entrada e saída e recalcular para um primário de 127V, obtive uma estimativa de 192,63V na alta tensão e 6,10V nos filamentos. Considero esse primeiro transformador de força como uma tentativa bem sucedida.

Só não sei se a bitola dos fios flexíveis utilizados são suficientes ou se precisa usar fios mais grossos. Não sei as bitolas exatas que usei, pois usei fios que tinha em casa, mas usei fios ligeiramente mais grossos para os filamentos devido à alta corrente neles.

Atualizando: testado e funcionando. Testei em um P1, a tensão dos filamentos caiu para 5,7V e a alta tensão caiu para 173V (tensões usando lâmpada em série). Queda dentro do aceitável. Toquei por alguns minutos, o transformador não esquentou nada. Agora preciso arranjar um tempo e finalizar a montagem.

Marcão, chegou a testar sem a lâmpada série??
« Última modificação: 16 de Julho de 2019, as 13:42:38 por raphaelCoelho » Registrado

Grande abraço, Raphael!
marcao_cfh
Handmaker
****
Offline Offline

Mensagens: 1.451


« Responder #543 : 16 de Julho de 2019, as 12:24:17 »

Testei sim! O amplificador foi "concluído" (falta só a tampa inferior), ambos os transformadores foram enrolados por mim: http://www.handmades.com.br/forum/index.php?topic=2549.msg189366#msg189366

Mas não fiz medições Batendo Cabeça Quer que eu faça? Já aproveito e testo nele alguns pedais que estou montando mas que não testei porque tive preguiça de ligar algum amplificador Cheesy
« Última modificação: 16 de Julho de 2019, as 12:25:53 por marcao_cfh » Registrado
raphaelCoelho
Iniciante
*
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 155



« Responder #544 : 16 de Julho de 2019, as 13:56:59 »

Eu já tinha visto a postagem, só não lembrava.
Marcão, não precisa desmontar pra medir, mas quando fores tira as medidas pra ver se os cálculos bateram.
Parabéns pela empreitada.
Eu enrolei alguns transformadores de força, todos para amplificadores de potência, e lembro que a calculadora online que postaram aqui no tópico sempre dava alguma diferença nos calculos que eu fazia a mão.
Infelizmente faz alguns anos que fiz esses transformadores e não tenho mais o material que usei pra fazer os cálculos (todos feitos com transformadores de estabilizadores, todos funcionaram com exceção do primeiro que o enrolamento ficou grande)
Eu li esse tópico todo, algumas partes lí 2x, ficou claro para mim que o transformador de saida tem um melhor rendimento com laminas de grão orientado.
Porém lembro de ler, aqui no fórum (não lembro o tópico) que para amplificadores de guitarra as laminas do transformador de saida não precisam ser de grão orientado.
Meu próximo transformador será um de força para um amplificador com o pré do fender twin e o power solid state.
Mas o próximo projeto será um desafio muito maior, pois quero tentar fazer os transformadores para um clone do bassman com 2x6L6.
« Última modificação: 16 de Julho de 2019, as 19:59:53 por xformer » Registrado

Grande abraço, Raphael!
marcao_cfh
Handmaker
****
Offline Offline

Mensagens: 1.451


« Responder #545 : 16 de Julho de 2019, as 15:41:04 »

Como ele está com a parte de baixo aberta, não precisa desmontar. Só virar de cabeça pra baixo e medir. Vou fazer isso hoje.

Eu segui orientações fornecidas pelo Matec (obrigado novamente!) e também dei uma lida rápida na literatura usada como referência naquela calculadora online - o livro do Alfonso Martignoni. Dá uma diferença mesmo, devido a perdas por alguns fatores e acredito que o valor da indução magnética do núcleo também influencie nas perdas. Na calculadora, é colocado como valor já preenchido 11300 G. Eu usei 10000 G para meus cálculos. Sei que influencia no tamanho do transformador, mas não sei se influencia nas perdas. Sou bastante leigo no assunto.

Coincidentemente, tenho um projeto similar ao seu (pré fender e power solid state), mas usarei smps para o pré. Mais por praticidade e conveniência mesmo, pois alimentarei o power com uma fonte chaveada que já tenho. O único empecilho para enrolar o transformador é o fio fino usado na alta tensão, se você tiver (eu não tenho, um motivo a mais para a smps) vá em frente.

Sobre grão orientado, já li que faz diferença, já li que não faz, já li que só faz diferença em transformadores de potência maior, já li que só faz diferença em transformadores para hi-fi... a verdade, eu não sei. Eu sei que não tenho acesso a quase nada de material, então tenho que usar o que tiver e me contentar com o resultado Cheesy

Para próximos projetos, farei transformadores para um "18W" (que dá 15W, mas enfim) e, futuramente, também um amplificador com 2 6L6 (o qual não me decidi ainda o modelo, mas é bem futuramente mesmo). Tenho material para enrolar o transformador de saída para o 18W e demais componentes comprados, só não dei início ao projeto ainda pois não acho aqui as chapas para o transformador de força. Até achei algo "usável", mas são chapas de 4,5 cm de perna central, o que dará um transformador bem grande Cheesy.
Registrado
raphaelCoelho
Iniciante
*
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 155



« Responder #546 : 16 de Julho de 2019, as 17:39:03 »

Poisé, 4.5cm centimetros vai ser um baita transformador  Grin
Eu não tenho onde comprar o material aqui também, mas vou juntando quando acho, então tenho muitas laminas EI, mas poucos carretéis...
Esse seu amp pra duas 6L6, pode ser que até eu terminar o que tenho na frente e começe o meu, tu esteja começando o seu, ai facilita...
Registrado

Grande abraço, Raphael!
marcao_cfh
Handmaker
****
Offline Offline

Mensagens: 1.451


« Responder #547 : 16 de Julho de 2019, as 20:12:06 »

Sim, preciso de um com 3,5 cm. O bom é que, com as chapas de 4,5 cm, o empilhamento delas dá 2 cm e alguma coisa. Montando ele "deitado", fica um transformador com área considerável mas pouca altura.

Estou juntando o que consigo, mas aqui faz tempo que não encontro nada. Carretel tive que fabricar, inclusive para esse transformador de força. Fiz com papelão, tirei as medidas usando as chapas e montei no photoshop um gabarito. Deu um certo trabalho, mas funcionou.

Aliás, medi a tensão. Após tocar com ele por cerca de 2 horas, deu 177,8 V AC. Calculei para 190 V AC, deu 6,5% de perda, então acredito estar dentro dos conformes. Até porque não lembro se compensei algo de perda nos cálculos do secundário, pois o papel com os cálculos acabou indo pro lixo acidentalmente Batendo Cabeça. Mas acredito que não compensei não.

Editado: geralmente para o P1 se usa 380 V com center tap. Usei 190 V com retificação por ponte e compensei a perda de corrente por causa da ponte. Optei por fios mais grossos ao invés de quantidade maior de espiras, o que para quem enrolou na mão foi bem mais fácil Cheesy.
« Última modificação: 16 de Julho de 2019, as 20:16:00 por marcao_cfh » Registrado
A.Sim
Colaborador
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 680



WWW
« Responder #548 : 16 de Julho de 2019, as 20:44:18 »

Editado: geralmente para o P1 se usa 380 V com center tap. Usei 190 V com retificação por ponte e compensei a perda de corrente por causa da ponte. Optei por fios mais grossos ao invés de quantidade maior de espiras, o que para quem enrolou na mão foi bem mais fácil Cheesy.

Como, assim, perda de corrente na ponte ? Perda de corrente tem a retificação em onda completa, que precisa um transformador maior para a mesma potência.

Eu aproveito a oportunidade para avisar que o prof. Alexandre, que personifica o A.Sim aqui no fórum, vai apresentar uma palestra sobre o tópico " projeto de retificadores monofásicos" dentro da Semana da Eletrônica na Fundação Liberato em Novo Hamburgo, RS. Aqueles que porventura residam próximo à Escola estão convidados a participar do evento, que ocorrerá agora em Agosto e será aberto ao público.
« Última modificação: 16 de Julho de 2019, as 20:53:38 por A.Sim » Registrado

Transformadores Schatz - áudio e força
...The bitterness of poor quality [transformers] is remembered long after the sweetness of today's funny gadgets low price has faded from memory... (obsoletetellyemuseum)
marcao_cfh
Handmaker
****
Offline Offline

Mensagens: 1.451


« Responder #549 : 16 de Julho de 2019, as 21:48:42 »

Utilizei retificação em onda completa com uma ponte deformada por 4 diodos, ao invés da retificação com dois diodos e transformador com center tap. Segundo essa tabela, a corrente após a retificação é de 0,62 vezes a corrente antes da retificação, então compensei essa diferença quando fiz os cálculos para a corrente no secundário de alta tensão.

Provavelmente usei algum termo errado, sou bastante leigo em diversas coisas e sei que deveria estudar mais.

Quanto ao convite, eu certamente iria se morasse mais próximo. Nunca participei de um evento de eletrônica. Mas sou do norte do Paraná, o que infelizmente torna a visita um pouco cara...
Registrado
raphaelCoelho
Iniciante
*
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 155



« Responder #550 : 20 de Julho de 2019, as 13:57:12 »

Um baita video da Smithers sobre enrolar transformadores de saida.
Demonstra inclusive uma maneira de minimizar o desequilibrio resistivo entre as bobinas do primário e uma forma de dividir o enrolamento secundário. O video é longo mas vale a pena. Eu tenho 2 transformadores da smithers do kit do marshall 18w do Daniel, e posso dizer que além de muito bonitos, são muito bons e muito bem construidos.

https://youtu.be/xbwG26_oTAM
Registrado

Grande abraço, Raphael!
xformer
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.283


e^(i x pi)+1=0


WWW
« Responder #551 : 20 de Julho de 2019, as 20:19:55 »

Muito bom vídeo. O Leandro deu umas dicas boas.
Registrado

O que se escreve com "facilidade" costuma ser lido com dificuldade pelos outros. Se quiser ajuda em alguma coisa, escreva com cuidado e clareza. Releia sua mensagem postada e corrija os erros.
kem
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Mensagens: 4.684



« Responder #552 : 21 de Julho de 2019, as 00:02:11 »


Como, assim, perda de corrente na ponte ? Perda de corrente tem a retificação em onda completa, que precisa um transformador maior para a mesma potência.

Eu aproveito a oportunidade para avisar que o prof. Alexandre, que personifica o A.Sim aqui no fórum, vai apresentar uma palestra sobre o tópico " projeto de retificadores monofásicos" dentro da Semana da Eletrônica na Fundação Liberato em Novo Hamburgo, RS. Aqueles que porventura residam próximo à Escola estão convidados a participar do evento, que ocorrerá agora em Agosto e será aberto ao público.
A.Sim... é muito fácil confundir eficiência com perda de corrente, ainda mais pra quem não tem formação em eletrônica. Eu mesmo já confundi, e você me corrigiu.
Agora... Eu já estava acostumado a ver você falar de si mesmo na 3ª pessoa, mas duplamente como nessa mensagem acima foi bem estranho!!!  Cheesy
Registrado

I don't want to die young...
I want to diode!
A.Sim
Colaborador
***
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 680



WWW
« Responder #553 : 24 de Julho de 2019, as 21:37:41 »

O que mais me impressionou no vídeo foi a humildade do profissional em 20:35 :

"Isso eu não acho legal, você não vai ter o aproveitamento de 100% do fluxo aqui...não sei se é neura minha, em grande parte é muita neurose que eu tenho...isso influencia em uma certa porcentagem aí...eu sempre procuro espalhar tudo...eu acredito que o fluxo magnético tem a maior fluidez quando você espalha todo o...por todo o circuito dele disponível aqui no carretel".

Em alguma outra parte do vídeo ( ou em outro vídeo ) ele reconhece que o aprendizado dele foi feito a partir dos conselhos ( orientações ) "de duas outras pessoas". Assistindo aos vídeos, concluo que o conhecimento técnico do rapaz é deficiente. Mas o rapaz é caprichoso; o enrolamento é feito "certinho" (embora ele use mylar como isolante entre as camadas) e os transformadores são bonitos, embora eu prefira preto brilhante poliuretânico.

Por sorte existe o Handmades, onde se discute os detalhes de como se constrói transformadores e até se ensina que os parafusos de fechamento devem ser isolados ( é curioso como os concorrentes passaram a isolar os seus também ). Eu fiquei com tanta pena do rapaz que até estou preparando uma série de artigos a serem publicados no site da Schatz sobre os parafusos, núcleo GO, entrelaçamento, papel x mylar...vamos abrir a caixa de Pandora.

E o entrelaçamento não é feito para reduzir a capacitância distribuída !

« Última modificação: 24 de Julho de 2019, as 22:04:06 por A.Sim » Registrado

Transformadores Schatz - áudio e força
...The bitterness of poor quality [transformers] is remembered long after the sweetness of today's funny gadgets low price has faded from memory... (obsoletetellyemuseum)
hgamal
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 3.776



« Responder #554 : 25 de Julho de 2019, as 10:02:26 »

As pessoas que me conhecem aqui sabem de quanto eu valorizo o compartilhamento de informações. Já publiquei algumas coisas aqui sem segredos.

Esse rapaz do vídeo fez algo que eu nunca tinha visto antes. Publicou um vídeo muito legal, mostrando dicas excelentes, ao vivo e a cores. Ele está de parabéns. Estou louco para chegar em casa hoje e dar 8.000.0000.000 "likes" para ele, vou ligar para meus amigos e inimigos e pedir para eles darem like também, vou criar 1000 contas fantasmas para fazer o mesmo.

Esse cara é meu herói da Internet do mês! Alguém tira uma foto dele para eu botar no quadro?
Registrado

Deus salva... e o Rock alivia! Ainda está em tempo do Rock 'n' Roll te salvar
Páginas:  1 ... 35 36 [37] 38 39   Ir para o Topo
  Imprimir  
 
Ir para:  


Powered by MySQL Powered by PHP Powered by SMF 1.1.21 | SMF © 2006-2009, Simple Machines

XHTML 1.0 Válido! CSS Válido! Dilber MC Theme by HarzeM
Página criada em 0.31 segundos com 22 procedimentos.
SimplePortal 2.3.3 © 2008-2010, SimplePortal