Handmades</center>
 
*
Bem-vindo, Visitante. Por favor faça o Login ou Registro. 16 de Abril de 2021, as 09:14:48


Login com nome de usuário, senha e duração da sessão


Páginas:  1 ... 9 10 [11] 12   Ir para o Fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Amplificadores Giannini : Dados Técnicos para Manutenção  (Lida 47742 vezes)
silvioalvim
Iniciante
*
Offline Offline

Mensagens: 88

Obrigado
-Dado: 38
-Recebido: 5


Aprendendo a jogar


« Responder #150 : 05 de Fevereiro de 2021, as 11:20:41 »

Para quem não entende o que pode ocorrer, posso afirmar que isso pode ser a causa de inúmeros problemas nas fontes desses aparelhos.
O problema acontece quando se mantém a chave de Power ligada e o Stand By desligado.

Explicação bem detalhada, muito obrigado.
É justo supor que, quanto menos tempo essa standby/+B ficar desligada, com o power ligado, vamos forçar menos os capacitores. Sempre ouvia dizer que tinha que desligar essa chave, esperar uns minutos para depois desligar o power.
Registrado
Matec
Administrator
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Mensagens: 2.712

Obrigado
-Dado: 152
-Recebido: 687



« Responder #151 : 05 de Fevereiro de 2021, as 12:09:09 »


Explicação bem detalhada, muito obrigado.
É justo supor que, quanto menos tempo essa standby/+B ficar desligada, com o power ligado, vamos forçar menos os capacitores. Sempre ouvia dizer que tinha que desligar essa chave, esperar uns minutos para depois desligar o power.


Sim, mas esse é um caso de extrema falta de senso, e mesmo de conhecimento, colocar um dispositivo de vai danificar o equipamento.
Em condições normais, é esse o modo correto de uso dessa chave.

 Smiley
Registrado
Ramsay
Colaborador
***
Offline Offline

Mensagens: 872

Obrigado
-Dado: 1
-Recebido: 110



« Responder #152 : 05 de Fevereiro de 2021, as 21:08:12 »

Matec, só por curiosidade: se a chave de standby estivesse ligada no positivo dos diodos, ou seja, no positivo de C1 ainda assim daria o problema?
Registrado
Matec
Administrator
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Mensagens: 2.712

Obrigado
-Dado: 152
-Recebido: 687



« Responder #153 : 05 de Fevereiro de 2021, as 21:17:01 »

Matec, só por curiosidade: se a chave de standby estivesse ligada no positivo dos diodos, ou seja, no positivo de C1 ainda assim daria o problema?


Sim Ramsay. Só que o problema aconteceria com o capacitor C1, em vez do C2.

 Smiley
Registrado
Ramsay
Colaborador
***
Offline Offline

Mensagens: 872

Obrigado
-Dado: 1
-Recebido: 110



« Responder #154 : 05 de Fevereiro de 2021, as 21:19:58 »

Entendi, só não entendo como a "Giannini" não percebeu isso!!
Registrado
silvioalvim
Iniciante
*
Offline Offline

Mensagens: 88

Obrigado
-Dado: 38
-Recebido: 5


Aprendendo a jogar


« Responder #155 : 05 de Fevereiro de 2021, as 23:31:51 »

Na prática, o que pode ocorrer, além do desgaste prematuro de C2?
Registrado
Matec
Administrator
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Mensagens: 2.712

Obrigado
-Dado: 152
-Recebido: 687



« Responder #156 : 05 de Fevereiro de 2021, as 23:51:04 »

Na prática, o que pode ocorrer, além do desgaste prematuro de C2?

Não é só um desgaste, pode ser um curto-circuito também, e C2 pode explodir. Dependendo da gravidade pode queimar o fusível, ou simplesmente ficar consumindo mais energia, e mesmo acabar por aquecer o transformador de força até queimar. Ou estragar os diodos da ponte retificadora... Defeitos de monte podem ocorrer....

 Batendo Cabeça
Registrado
silvioalvim
Iniciante
*
Offline Offline

Mensagens: 88

Obrigado
-Dado: 38
-Recebido: 5


Aprendendo a jogar


« Responder #157 : 06 de Fevereiro de 2021, as 12:16:46 »

Citar
Agora, como resolver isso?

A maneira mais simples que sei é esta, e que adoto em prática: Interromper a conexão do CT com o ponto médio dos capacitores.
A tensão de +B/2 ali vai ser garantida pelos resistores em paralelo com os capacitores.
...
Citar
Caso hajam mais dúvidas, escrevam...

Abaixo foto da fonte do meu T3, antes de eu realizar a substituição dos capacitores. O fio amarelo com revestimento de tecido, indicado pela seta verde, é o CT maldito, certo? Nesse caso, basta que eu dessolde/desconecte ele dessa ligação e isole a ponta dele? Ou devo ligá-la a algum outro ponto do circuito?




Registrado
Matec
Administrator
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Mensagens: 2.712

Obrigado
-Dado: 152
-Recebido: 687



« Responder #158 : 06 de Fevereiro de 2021, as 12:40:51 »

Citar
Nesse caso, basta que eu dessolde/desconecte ele dessa ligação e isole a ponta dele?

Sim! Só isso!

 Legal!
Registrado
emanuelneto
Colaborador
***
Offline Offline

Mensagens: 512

Obrigado
-Dado: 244
-Recebido: 62



« Responder #159 : 15 de Fevereiro de 2021, as 18:34:46 »

Desmontei o transformador de força 01691 (5068) do amplificador Thor Contrabaixo, a quem quiser os dados deste segue abaixo

1- HT (275Vac) - 485 espiras de fio 26 awg
2- HT (275Vac) - 485 espiras de fio 26 awg
3- Bias (60Vac) - 102 espiras de fio 27 awg
3- primário (110Vac) - 185 espiras de fio 19 awg
4-primário (220Vac) - 370   espiras de fio 22 awg
5- Enrolamento Extra - 12 espiras de fio 18 awg  <=== esta bobina estava na "mesma" camada dos filamentos e tem a mesma bitola que eles
6- Filamentos (3,15Vac) - 6 espiras fio 18 awg
7- Filamentos (3,15Vac) - 6 espiras fio 18 awg

Dados do carretel: 39x62mm
Chapa: 38mm

OBS1: coloquei as anotações das bobinas em ordem do centro do carretel para as extremidades
OBS2: para usar em 127Vac vocês tem que recalcular o transformador, e alguns fios são visivelmente SUPER dimensionados como por exemplo o do Bias e HT
Registrado
Matec
Administrator
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Mensagens: 2.712

Obrigado
-Dado: 152
-Recebido: 687



« Responder #160 : 15 de Fevereiro de 2021, as 18:41:05 »

Muito bom Emanuel! O transformador pode não servir pra uso, mas vai servir pro conhecimento!

 Legal!  Legal!
« Última modificação: 15 de Fevereiro de 2021, as 19:00:02 por Matec » Registrado
Matec
Administrator
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Mensagens: 2.712

Obrigado
-Dado: 152
-Recebido: 687



« Responder #161 : 22 de Fevereiro de 2021, as 14:24:32 »

Um pouco de história:
(Apesar da falta de registros seguros, logo, podem haver inconsistências) Anjo

A Giannini foi fundada no início do século 20 em São Paulo, e era uma luthieria que fabricava instrumentos de corda, em especial violões. Mais tarde acabou tendo uma larga gama de outros instrumentos.

À partir dos anos de 1950 os instrumentos eletrificados foram se tornando importantes, o que não poderia deixar de ser notado. No entanto, o pessoal da Giannini não tinha conhecimento, nem meios, para fabricar tanto os instrumentos, como os amplificadores.

Na questão dos amplificadores, numa primeira hora eles simplesmente encomendavam alguns amplificadores de quem já tinha uma estrutura pronta.
Aí apareceu o Giannini número 1, fabricado pela Del Vechio, outra luthieria de São Paulo, que já havia se aventurado em equipamentos eletrônicos, e o Giannini número 2, um amplificador da IPAME, fabricante do estado do Rio de Janeiro. Ambos amplificadores de série, apenas renomeados como “Número 1” e “Número 2”.


O Número 1:




O Número 2







Num momento dessa história entra em cena o Carlos Alberto “Sossego” Lopes, e traz conhecimento e atitude para que sejam fabricados os primeiros instrumentos e amplificadores de forma mais profissional pela própria Giannini.

A Giannini ainda não tinha uma fábrica própria para montar seus amplificadores. Então lá por 1965, fez uma parceria com a Phelpa, que era outra fábrica de amplificadores, também de São Paulo, para executar seus projetos. Essa parceria durou uns 2 ou 3 anos...

Nessa primeira fase, foram fabricados os amplificadores que quero tentar mostrar agora.
Não eram amplificadores refinados, pelo visto deveriam ser cópias adaptadas ás condições do fraco mercado nacional, e feitos com material mais barato. De modo que sobraram pouquíssimos exemplares pra ser reportados, em sua maioria, totalmente destruídos.

Dessa vez sem maiores informações. Esquemas? Bem que eu queria...

Amplificadores Giannini-Phelpa

Modelo “Amador”

Modelo com 3 válvulas: 12ax7, ECL82 e 5Y3. Não tenho o esquema, mas pela
configuração, suspeito que seja o primeiro “Minim Might”, com volume, tone e trêmulo; devia fornecer uns 3W na saída.







Esse vinha com o pedal de acionamento do trêmulo grudado.



Todos vinham com essa plaquinha por dentro:



Modelo “Sonic”.

Modelo com Volume, tone stack e trêmulo. Não sei a potência, nem se as válvulas que estão no amplificador das fotos são as corretas.













Modelo “Sonic Baixo”. Provavelmente com 30 a 45w  Cabeçote.








Modelo “Profissional” Nada a declarar, exceto que existiu..









 Batendo Cabeça Batendo Cabeça Batendo Cabeça Batendo Cabeça

Outros modelos? Não sei. Se aparecerem eu posto aqui.

 Grin
« Última modificação: 22 de Fevereiro de 2021, as 14:31:47 por Matec » Registrado
silvioalvim
Iniciante
*
Offline Offline

Mensagens: 88

Obrigado
-Dado: 38
-Recebido: 5


Aprendendo a jogar


« Responder #162 : 22 de Fevereiro de 2021, as 15:28:24 »

Rapaz... direto do túnel do tempo!  Grin Grin Grin

Nunca vi nenhum desses
Registrado
Matec
Administrator
Hand MasterMind
*****
Offline Offline

Mensagens: 2.712

Obrigado
-Dado: 152
-Recebido: 687



« Responder #163 : 22 de Fevereiro de 2021, as 15:56:30 »

Rapaz... direto do túnel do tempo!  Grin Grin Grin

Nunca vi nenhum desses

Nem eu! Só nas fotos!  Cheesy Cheesy Cheesy

 Cool
Registrado
xformer
Administrator
DIY Freak
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5.803

Obrigado
-Dado: 53
-Recebido: 1793


e^(i x pi)+1=0


WWW
« Responder #164 : 22 de Fevereiro de 2021, as 18:20:24 »

Olhando para a plaquinha da Phelpa, com o endereço na rua Joaquim Távora 177 eu me lembrei que passava bastante por essa região da Vila Mariana (até morei perto).
Como a Vila Mariana hoje é um bairro residencial e com casas ainda antigas (que ainda não deram tanto lugar para os prédios de condomínios), pesquisando o endereço no Street View do Google Maps, aparece um prédio esquisito na esquina da rua.  Provavelmente ainda é o mesmo prédio de 50 anos atrás.  Provavelmente a Phelpa era uma empresa pequena e caseira.

Registrado

O que se escreve com "facilidade" costuma ser lido com dificuldade pelos outros. Se quiser ajuda em alguma coisa, escreva com cuidado e clareza. Releia sua mensagem postada e corrija os erros.
Páginas:  1 ... 9 10 [11] 12   Ir para o Topo
  Imprimir  
 
Ir para:  


Powered by MySQL Powered by PHP Powered by SMF 1.1.21 | SMF © 2006-2009, Simple Machines

XHTML 1.0 Válido! CSS Válido! Dilber MC Theme by HarzeM
Página criada em 0.06 segundos com 22 procedimentos.
SimplePortal 2.3.3 © 2008-2010, SimplePortal